SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

terça-feira, 30 de agosto de 2005

NOVO REFORÇO

Pedro Alves da Silva é o novo reforço da Briosa. O lateral-direito, que estava emprestado ao Internacional de Porto Alegre, foi recrutado ao Palmeiras e já assinou um compromisso válido por uma época, mais uma opção.

O atleta ainda pertence até 2006 ao Palmeiras, mas espera no final da próxima temporada decidir o seu futuro em Coimbra, pois os estudantes têm opção sobre o seu passe.

Além do Palmeiras, Pedro Silva já actuou no Figueirense, no Vitória da Bahia e no Internacional Porto Alegre.

Vamos ver se é reforço...para valer! Para já, mostra querer e ambição:

"É uma experiência nova, espero mostrar o meu valor, poder ajudar a equipa a obter grandes resultados e corresponder àquilo que me for pedido. Não gosto de perder nem nos treinos [risos]. Venho para dar o máximo, trabalhar muito todos os dias e poder ter uma carreira sólida aqui."

domingo, 28 de agosto de 2005

NACIONAL - ACADÉMICA, 2-2



Golos: (A. Pinto, 15 e 38) (Marcel, 45, gp, e 66)

Num terreno sempre difícil, um belo empate arrancado depois de estarmos a perder por 2-0, com um bis de Marcel. Aliás, a recuperação encetada denota capacidade competitiva e garra por parte desta Briosa, versão 2005/06.

Segundo rezam as crónicas de quem assistiu ao jogo, repartiram-se com justiça os pontos em jogo nesta segunda jornada da Liga, realizado no Estádio Engenheiro Rui Alves, no Funchal

A partida foi muito bem disputada sempre com a incerteza no marcador, tendo a Briosa alinhado com:

24 Pedro Roma
4 Ezequias
5 Hugo Alcântara
10 Marcel - 75´
11 Dionattan
13 Zé Castro
14 Filipe Teixeira
19 Paulo Adriano (Cap.)- 38´
20 Fernando
27 Nuno Luís
88 Roberto Brum - 56´

Dois jogos, dois empates, 2 pontos. Não está mal!

sexta-feira, 26 de agosto de 2005

OPERAÇÃO "MADEIRA"

Luciano deve ser titular frente ao Nacional da Madeira, rendendo Dionattan no lado direito do ataque.

A Briosa deverá adoptar um esquema táctico em 4x3x3 apostando numa estratégia de contra-ataque.

Entretanto, Roberto Brum e Nuno Luís já treinaram sem limitações, estando em perfeitas condições físicas para o jogo do próximo fim-de-semana.

Hoje, saber-se-ão quais os convocados.

quinta-feira, 25 de agosto de 2005

OPTIMISMO!



O brasileiro Luciano na primeira pessoa:

“Não sei se vou jogar ou não mas, se jogar, de certeza que vou corresponder às exigências. Estou muito motivado!”

“Espero marcar de novo. Lá, a relva é alta e húmida, igual à do Sul do Brasil. Gosto de jogar nesses relvados
Renovados

O avançado da Académica assistiu da bancada ao jogo com o Benfica e diz que a equipa esteve muito bem: “Se tivéssemos acreditado mais até poderíamos ter vencido esse jogo.”

“Longe de nós esse sofrimento da época passada. Não mais queremos sentir esse sufoco. Quando da minha chegada falei logo nos lugares do topo. Nessa altura só ouvia ‘manutenção’. Felizmente, o grupo tem hoje o espírito renovado. Vamos olhar para cima!”

terça-feira, 23 de agosto de 2005

SER DIFERENTE!

Ser enorme é ter esta atitude:

Face à tragédia que assola a Região de Coimbra - que está a ser fustigada por violentos incêndios - a Direcção da Associação Académica de Coimbra/ Organismo Autónomo de Futebol decidiu organizar um Jogo de Futebol entre a equipa da Académica e uma outra equipa a designar brevemente, que terá lugar no Estádio Cidade de Coimbra na próxima paragem do campeonato e cuja receita reverterá a favor das vítimas dos incêndios.
A Direcção da Académica apela a todas as Entidades no sentido de unirem esforços para tentar diminuir as trágicas consequências.
A todos os que foram directamente afectados por esta tragédia endereçamos a nossa solidariedade e manifestamos a nossa determinação em ajudar a superar este momento e a reconstruir o que foi perdido.
Nesta iniciativa de ajuda participam, também, todos os jogadores, equipa técnica e funcionários da Académica.

Mensagem divulgada no site oficial da Briosa.

Enquanto uns se limitam a ser grandes - apenas dentro das 4 linhas - a Briosa é gigante, dentro e fora das mesmas.
Os seus adeptos devem estar muito orgulhosos por esta atitude de grande humanismo e sensibilidade adoptada pelos dirigentes e colaboradores do seu clube.
A isto chama-se ser diferente...para melhor!

domingo, 21 de agosto de 2005

O FENÓMENO DO BI-CLUBISMO

Sobre um tema que tem andado muito em voga aqui nas hostes academistas, gostaria de deixar algumas palavras:

Num país pequeno como o nosso, onde a história do nosso futebol tem sido dominada essencialmente por 3 clubes - os chamados grandes - não creio que seja um crime de lesa-pátria ter uma simpatia por mais do que uma cor.

No entanto, já não me parece muito lógico que se possa ser adepto em simultâneo de dois clubes directamente concorrentes, nos objectivos e nas ambições (ex: do FCP e do SLB). Isso não!

O que também não posso admitir é que num jogo entre ambos os clubes com os quais se simpatize, se torça por um deles... sobretudo na bancada destinada aos adeptos do outro.

Quanto ao resto, não vejo mal absolutamente nenhum.

Vamos ser pragmáticos:

Preferem um clube com poucos apoios, que apenas viva dos seus adeptos mono-clube ou preferem uma Briosa mais pujante a nível económico-financeiro, logo mais forte desportivamente, para a qual contribuam adeptos que têm o seu coração dividido com outra cor, não directamente concorrente, sabendo nós que a I Liga é feita de várias micro-ligas?

Há cerca de 3 anos um jornal desportivo promoveu uma sondagem sobre a dimensão das massas adeptas/associativas e o resultado foi aproximadamente este:

1º Benfica
2º Porto
3º Sporting
4º Académica - cerca de 1,3%
5º Belenenses - cerca de 1,2%
6º Boavista - cerca de 0,8%

Acreditam ser possível sobreviver com cerca de 130.000 adeptos? Eu não...

sábado, 20 de agosto de 2005

ACADÉMICA - BENFICA, 0-0



O Benfica foi esta noite travado no Estádio Cidade de Coimbra, frente à Académica, no arranque da I Liga.

O Benfica até entrou melhor na partida, mais pressionante, mais rápido sobre a bola, mas pressionante ainda no meio-campo do adversário, mas foi sol de pouca dura: à passagem da meia-hora, já a Académica, a jogar em 4x4x2, tinha equilibrado os acontecimentos a meio-campo e dominava.

Com o marcador ainda sem funcionar, as duas equipas regressaram para o segundo tempo sem alterações nos respectivos onzes e, mais uma vez, foi o Benfica a entrar melhor na partida, tornando-se particularmente perigoso na transformação de lances de bola parada.

No entanto, pior do que esta lacuna, foi a apetência demonstrada pelos jogadores da águia para continuarem a ver o cartão amarelo, num jogo em que os homens da Briosa demonstraram consistência e muita serenidade.

Mais um jogo oficial sem saborear a derrota para os comandados de Nelo Vingada!

Ficha de jogo:

Estádio: Cidade de Coimbra, em Coimbra

Árbitro: Bruno Paixão, de Setúbal

BENFICA
Moreira; João Pereira, Luisão, Anderson e Ricardo Rocha; Beto (Manuel Fernandes, 55), Petit e Karyaka (Nuno Assis, 55); Geovanni (Mantorras, 81), Nuno Gomes e Simão
Treinador: Ronald Koeman


ACADÉMICA
Pedro Roma; Nuno Luís, José Castro, Hugo Alcântara e Ezequias; Dionattan e Roberto Brum; Filipe Teixeira (Gelson, 67), Paulo Adriano (Nuno Piloto, 78) e Fernando (Joeano, 81); Marcel
Treinador: Nelo Vingada

Cartões: amarelo para Luisão (10 m), Karyaka (28 m), Beto (32 m), Nuno Luís (45 m), Geovanni (48 m), Petit (65 m), João Pereira (69 m), Paulo Adriano (75 m), Dionattan (79 m) e Jelson (82 m); vermelho a João Pereira (89 m), por acumulação.

ARRANQUE 2005/06

Antevisão do nosso técnico Nelo Vingada:

"As perspectivas são as mais animadoras. Vamos tentar ser incómodos com os nossos argumentos em campo. Sabemos que o Benfica é favorito, mas o favoritismo não define resultados."

"Foi a semana com mais disponibilidade e de recuperação de quase todos jogadores. Nunca pudemos contar antes com a plenitude para ensaiar combinações. No entanto, o grupo de trabalho não está ansioso e já temos uma estratégia definida."

"Temo o Benfica como equipa agressiva, que joga bem pelos flancos. Temo tudo e não temo nada. É difícil dizer que é diferente do ano passado. Se ganharmos, são apenas três pontos. Não vamos fazer um drama, se isso não acontecer".


Vamos lá fazer uma época 2005/06 bem melhor que a anterior!
Força, BRIOSA!