SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 30 de novembro de 2005

ACÇÃO JUDICIAL

A Académica ganhou uma acção judicial em que contestava uma dívida fiscal por alegada falta de liquidação de IRC sobre a actividade da sala de Bingo.

A Briosa impugnou e não contabilizou uma notificação das finanças para pagamento de IRC de 1993 e 1994 no montante de 724.374,83 euros, à qual acresciam juros de mora, dando à penhora, como garantia da referida impugnação, o Pavilhão Jorge Anjinho.

Segundo o advogado José Manuel Ferreira da Silva, a posição da Académica, segundo a qual as salas de Bingo não eram devedoras de IRC, por destinarem preferencialmente os seus lucros às camadas de formação e às modalidades amadoras, terá sido determinante para a decisão do Tribunal que apreciou a causa.

A acção foi interposta em 1997, durante o mandato do ex-presidente José Emílio Campos Coroa, e a decisão poupou aos cofres da Briosa uma quantia, que, contabilizados os juros moratórios, poderia ascender perto de um milhão de euros.

domingo, 27 de novembro de 2005

MAIS 3 PONTOS!

Académica, 1- Estrela da Amadora, 0

"Foi um dos golos mais bonitos da minha carreira". Com esta frase, Marcel, o herói do jogo desta tarde, classifica o seu oitavo golo nesta Liga, através de um remate potente, a cerca de vinte metros da baliza, sem deixar caír a bola.

Num jogo de fraca qualidade, com uns bocejos à mistura, esse lance destacou-se porque ambas as equipas produziram muito pouco. Aliás, nos primeiros 45 minutos a produção ofensiva das duas equipas foi simplesmente nula.

A nossa Académica mostrou um sector defensivo sólido e compacto, mas uma vez mais se viu fraca ligação entre os sectores, sendo que valiam as iniciativas individuais, como foi o caso do golo de Marcel.

Fica o mais importante, ou seja, os 3 pontos, mas esta nossa equipa, com este estádio, plantel, equipa técnica e massa associativa tem de fazer mais, bem mais!

Exige-se mais ambição!



Uma nota para o minuto 78, quando ocorreu a expulsão praticamente simultânea, de Amoreirinha e Manu ambos expulsos por acumulação de amarelos e agressão a adversários.

A Briosa alinhou com:

Pedro Roma; Nuno Luís, Danilo, Zé Castro e Ezequias; Roberto Brum (Hugo Alcântara, 90), Paulo Adriano (Zada, 60) e Filipe Teixeira; Luciano, Joeano (Fernando, 44) e Marcel.

quinta-feira, 24 de novembro de 2005

RUI MOREIRA

Gostaria de perguntar ao sr. Rui Moreira, adepto do FC Porto, por que motivo no último programa da RTP N - Trio de Ataque - no qual participa enquanto comentador, afirmou que a Académica tem a pior equipa da Liga e é a mais mal treinada.

Quais os motivos para tanto azedume, má-vontade e desrespeito pelos nossos profissionais?

MUITOS PARABÉNS, PROFESSOR NELO VINGADA!

Nelo Vingada foi avô pela primeira vez (de um menino) tendo por isso feito questão de apelar aos seus pupilos para vencerem o próximo encontro, frente ao Estrela da Amadora, para dedicar ao neto.

Muitos parabéns ao nosso técnico e já agora, que a rapaziada lhe faça a vontade. A ele e a toda a nação academista.

Vamos lá Briosa!

quarta-feira, 23 de novembro de 2005

AUSÊNCIAS

Frente ao Estrela da Amadora, Lira é um dos indisponíveis devido à acumulação de cartões amarelos, tal como Dionattan, Andrade e Zada.

terça-feira, 22 de novembro de 2005

RELATÓRIO E CONTAS

Os sócios da Académica aprovaram esta noite o Relatório e Contas referente ao período entre 1 de Julho de 2004 e 30 de Junho de 2005, em Assembleia Geral que contou com a presença de cerca de 150 associados.

domingo, 20 de novembro de 2005

NOITE DE PESADELO





FC Porto, 4 - Académica, 1 (4, e não 5 , porque o 3º golo pura e simplesmente não existiu!)

Antes de mais, devo dizer que é uma vitória justa da melhor equipa em campo, mas o resultado é muito, mesmo muito enganador.

Os portistas entraram muito bem no jogo, enquanto a Académica se tentava encontrar e sobretudo, se procurava encaixar no sistema de jogo adversário. Sendo assim, antes que os nossos jogadores acordassem já o FC Porto vencia por dois golos, com a maior das facilidades.

No segundo tempo, a Briosa veio com outra atitude, tentou rematar mais, empurrou o adversário para o seu meio-campo, mas não era muito eficaz. Foi então nessa fase mais ameaçadora da Académica, que o árbitro decidiu dar uma mãozinha aos da casa e acabar o jogo ao validar um golo inexistente num remate de César Peixoto em que a bola, após embater na trave bateu na linha de golo.

A partir desse lance, os nossos jogadores claramente baixaram os braços, perceberam que já nada podiam fazer, e até final, ainda houve mais dois golos portistas, restando-nos a consolação de Marcel, ao caír do pano, ter feito o tento mais bonito do jogo.

Não gostei da falta de entronsamento entre os diferentes sectores, da tendência para os jogadores procurarem resolver as coisas individualmente, e sobretudo não gostei de ver a equipa entrar apática e adormecida no jogo.

É natural perder no Dragão, mas não por esta diferença, pelo que espero que a partir daqui não se entre numa espiral negativa onde impere a desmotivação.

Foi uma noite má da nossa equipa...e do árbitro!

A ACADÉMICA iniciou a partida com:

Pedro Roma; Nuno Luís, Zé Castro, Danilo e Lira; Roberto Brum, Nuno Piloto e Paulo Adriano; Filipe Teixeira, Luciano e Marcel.

Jogaram ainda Fernando, Gelson e Ezequias.

sexta-feira, 18 de novembro de 2005

ZÉ CASTRO

A antevisão do jogo com o FC Porto:

“Estou a pensar nisso. Ontem [4.ª feira] estava a defender os interesses da Selecção, mas no sábado defendo o meu clube. Por isso, só penso na vitória. Espero que eles não estejam inspirados para que a Académica possa sair do Porto com os 3 pontos”

“Gosto muito do Hugo, pessoal e futebolisticamente. E o Quaresma também é excelente. Mas agora tenho de impedir que eles marquem à Académica”

“Tenho de pensar no jogo de sábado [amanhã], mas não vou mostrar nada de diferente, porque não preciso de nenhum teste para me evidenciar. Tenho contrato até ao fim da época e quero cumpri-lo. Quando terminar, logo se saberá se continuo.”

quinta-feira, 17 de novembro de 2005

SORTEIO DA TAÇA DE PORTUGAL

O sorteio hoje realizado ditou o Louletano-Académica, no próximo dia 11 de Janeiro.

quarta-feira, 16 de novembro de 2005

ESPERO MARCAR!

Joeano projectando a próxima partida no Dragão:

"Frente ao FC Porto estou preparado para tudo, para ser titular ou ficar no banco, mas, se tiver oportunidade de jogar, espero marcar e sinto cá dentro que isso vai acontecer de novo. Até já disse isso a alguns amigos meus"

"Está mais do que provado que a Académica possui um excelente plantel, uma equipa maravilhosa, que é capaz de fazer bons resultados em qualquer campo"

"A Académica não merece, pelo futebol que tem praticado, estar nas últimas posições. Têm sido apenas detalhes a ditar algumas derrotas, mas agora a equipa está melhor, mais consistente, há mais opções para o treinador"

"Todos os jogadores suplentes têm de entrar e dar tudo. No meu caso, não me sinto suplente, sinto-me jogador do onze titular, é essa a minha mentalidade. Já provei o que tinha a provar, vou sempre manter a minha postura dentro e fora de campo, pois o que me faz forte é chegar a casa e ter a noção de que, em muito ou pouco tempo, dei o melhor que tinha e fiz tudo o que podia para ajudar a equipa."

BELA INICIATIVA!

Paulo Adriano, Eduardo, Nuno Luís, Ezequias, Ito e Sarmento, participaram, ontem de manhã, num jogo de solidariedade com os detidos do Estabelecimento Prisional de Coimbra.

Uma bela iniciativa onde, uma vez mais, a componente social não é esquecida pelo nosso clube e pelos seus atletas!

segunda-feira, 14 de novembro de 2005

REUNIÃO MAGNA

O presidente da assembleia geral, Almeida Santos, convocou para o próximo dia 21 do corrente uma reunião magna com os associados.

O clube vai apresentar e submeter a votação o relatório e contas referente a 2004/05.

A sessão está agendada para o auditório do Estádio Cidade de Coimbra a partir das 20 horas.

domingo, 13 de novembro de 2005

NO ESTALEIRO

O médio Andrade trabalhou ontem no ginásio, pois ainda não está totalmente recuperado de uma artroscopia feita ao joelho esquerdo.

Por outro lado, Dionattan mantém queixas no pé esquerdo.

sábado, 12 de novembro de 2005

OUTRA VEZ...MARCEL

Marcel admite deixar a Académica no início de Janeiro com a reabertura do mercado de transferências.

Sobre essa possibilidade afirmou ele:

"Até Janeiro poderá haver surpresas. Por agora, ainda é cedo."

Começa a ser desagradável para o nosso clube assistir a este tipo de postura por parte de alguém que ainda faz parte do nosso plantel de futebol profissional, mas que insinua constantemente querer saír.

Apesar dos golos que tem marcado pela nossa Briosa, apetece perguntar se este atacante brasileiro alguma vez teve a cabeça em Coimbra!

sexta-feira, 11 de novembro de 2005

MARCEL


A ambição de Marcel:

“Fico feliz por ajudar com golos e é para isso que aqui estou. Mas em primeiro lugar está a equipa, e depois os golos aparecem naturalmente”

“Se for possível chegar ao primeiro lugar ficarei feliz, pois esse é o desejo de todos os artilheiros”

“Pés no chão e humildade é o que precisamos para podermos dar sequência a esta vitória. Somos uma equipa de muito brio, e quando perdemos ficamos chateados”

“O jogo com o FC Porto é muito importante para nós. Vamos com ambição, com espírito ganhador, com ousadia! Respeitamos muito o FC Porto, mas temos condições para jogar de igual para igual e vencer. Recordam-se que empatámos lá em Maio deste ano? E o jogo até valia para a decisão do título português...”

Que o resto da equipa te oiça!

quinta-feira, 10 de novembro de 2005

MOVIMENTAÇÕES

Começa a ser cada vez menos boato, e cada vez mais certeza, que existe algum mal-estar no seio do nosso clube.

Primeiro, foi o rumor de que havia guerras no balneário entre grupos de atletas, onde se destacavam o dos brasileiros e o dos jogadores formados no clube.

Depois, foi a desestabilização despoletada pela notícia divulgada na comunicação social, segundo a qual José Eduardo Simões estava a ser investigado pela Polícia Judiciária.

A seguir, veio o desentendimento entre Hugo Alcântara e Zé Castro na partida da Taça de Portugal, frente ao Gil Vicente, em que o brasileiro insultou, ameaçou e quase agrediu o central português.

Há poucos dias, Roberto Brum decidiu dar uma entrevista - supostamente com o beneplácito do presidente - desancando nos colegas face à atitude menos positiva demonstrada por estes em campo.

Agora, vem aumentando uma onda de contestação a Nelo Vingada, técnico que nos salvou da descida na época passada, sendo quase seguro que o mesmo apresentou a demissão na passada 6ª feira.

No meio de tudo isto pergunto: afinal que raio se passa? A quem serve tudo isto?

quarta-feira, 9 de novembro de 2005

ATITUDE


Roberto Brum:

"Temos sempre de tomar atitudes para inverter situações que não são confortáveis, mas sempre atitudes positivas. Tenho uma experiência de 14 anos no futebol, já aprendi a ter essa sensibilidade, a saber qual é o momento da equipa e o que se deve fazer e dizer em cada momento. Foi o que fiz, num sentido positivo"

"Agora, o que faz a diferença é a atitude, não foram as minhas palavras que fizeram a diferença no jogo contra o Guimarães, foi apenas a atitude de cada um, foi o fazer algo de diferente, tirar mais de dentro de nós. Houve muita dedicação de todas as pessoas que envolvem o futebol da Académica, sobretudo do presidente José Eduardo Simões"

"Na semana passada, as pessoas que envolvem o futebol da Académica demonstraram-se, de facto, incomodadas pela situação em que a equipa estava, era importante não ficar omisso perante o momento da Académica e ninguém ficou omisso, sobretudo o presidente, como expliquei atrás. Temos os ordenados em dia, os dirigentes cumprem as suas responsabilidades, então nós temos de cumprir as nossas"

"Como uma laranja que só está espremida pela metade, ainda há outra metade por espremer, este grupo também pode dar mais, ainda pode encher o copo de sumo. Isso virá com uma sequência de vitórias, com a continuidade do trabalho, então a Académica será uma equipa estável"

terça-feira, 8 de novembro de 2005

DISCURSO PRAGMÁTICO


As declarações de Nelo Vingada após a vitória de ontem:

"Foram três pontos, era o que mais interessava neste momento"

"Não fizemos um jogo brilhante, em grande parte devido à ansiedade de precisar de vencer, mas até fomos organizados do ponto de vista defensivo. De resto, já houve ocasiões em que jogámos melhor e perdemos, agora fomos mais realistas perante um adversário incómodo, que lutou, teve raça e valorizou a nossa vitória"

"Esta vitória coloca-nos, de facto, numa posição mais distante dos últimos, agora vou dormir mais tranquilo."

segunda-feira, 7 de novembro de 2005

VITÓRIA JUSTÍSSIMA



Académica, 1- V.Guimarães, 0

Antes de tecer considerações sobre a partida desta noite, devo confessar que me dá sempre muito prazer ver a Briosa derrotar o adversário desta noite.

A nossa equipa entrou bem no jogo, mas uma bola no poste, da autoria de Moreno, quase nos colocava em desvantagem. A partir daí, o jogo adoptou outra toada que imperou durante todos os primeiros 45 minutos: iniciativa de jogo oferecida ao Vitória e uma clara aposta no contra-ataque, aproveitando a rapidez de Filipe Teixeira e Luciano, dois dos melhores nesta noite.

O golo de Marcel, oportuno a aparecer entre os centrais vimaranenses, veio dar justiça ao marcador e aumentar os níveis de confiança e de serenidade dos nossos jogadores.

No segundo tempo, a Briosa voltou a investir no contra-ataque, dando alguma manobra ofensiva aos visitantes, mas o único calafrio que sentimos foi uma bola no poste de Pedro Roma, a cabeceamento de Saganowski.

Com uma exibição personalizada, sóbria, pautada por muita garra e afinco, só foi pena a grande penalidade falhada por Nuno Luís, assinalada por falta sobre Joeano. Não se deu assim uma maior justiça ao resultado final.

Parece que esta exibição veio dar razão às judiciosas e oportunas palavras de Roberto Brum...

Uma palavra sobre o trabalho do árbitro: foras-de-jogo mal tirados a Marcel, uma grande penalidade não assinalada sobre Luciano...enfim, uma arbitragem muito fraquinha.

Quanto ao apoio hoje dado à equipa por parte dos nossos adeptos: decisivo!

E já estamos no 10º lugar, fazendo agora parte do grupo de cinco equipas com 11 pontos.

Estádio Cidade de Coimbra

Árbitro: Paulo Costa (Porto)

ACADÉMICA – Pedro Roma; Nuno Luís, José Castro, Danilo e Lira; Nuno Piloto (Zada, 90 m), Roberto Brum e Paulo Adriano; Luciano, Marcel (Joeano, 85 m) e Filipe Teixeira (Pedro Silva, 89 m).

V. GUIMARÃES – Nilson (Paiva, 90 m); Moreno (Zezinho, 76 m), Dragoner, Medeiros e Cléber; Flávio Meireles, Svard, Neca e Benachour; Dário (Targino, 61 m) e Saganowski.

Ao intervalo: 1-0
Golo: Marcel (15 m)
Resultado final: 1-0

Cartão amarelo a Filipe Teixeira, Roberto Brum, Paulo Adriano, Svard, Moreno, Flávio Meireles e Zezinho.

Cartão vermelho directo a Medeiros (39 m), por cotovelada no rosto de Paulo Adriano.

MANUEL JOSÉ, O SENHOR QUE SE SEGUE?



A ler com muita atenção este post, publicado no recém-estreado - e recomendado - Pardalitos do Choupal:

MANUEL JOSÉ na Académica????

Pensei muitas vezes antes de postar este título.Mas não foi por acaso que o fiz.Quem anda pelas tertúlias Académicas,sabe perfeitamente que a substituição do Prof.Nelo Vingada,diz-se,estará para breve.

Se com fundamento ou não,a verdade é que QUASE toda a gente que costuma falar ou "ouvir" falar da Académica, o diz, e sabe que "alguém que falou com alguém,que lhe disse que alguém lhe tinha dito..."

Vários nomes têm sido aventados,como Emerson Leão e Manuel José.Este último com bastante insistência.Será?Não será?

A verdade é que os últimos acontecimentos, indicam que algo não vai bem.A entrevista de Roberto Brum, com o público beneplácito do Presidente José Eduardo Simões, vem constatar que o apoio deste a Nelo Vingada,já não é,pelo menos, tão forte como no princípio.

Noutros tempos,(quando estavamos a ganhar) ou era o presidente que dava a cara,manifestando o seu desagrado pelo actual momento da equipa,ou então,Roberto Brum,seria punido sem apelo nem agravo.Não sei se será bom para a nossa Briosa mudar agora de treinador.O que sei,é que assim não pode continuar.Quando os resultados não são positivos,é normal ser o treinador a saír.Nada de grave.

E Manuel José, seria o treinador ideal? Sinceramente, para mim seria.Larga experiência dá a este treinador um crédito enorme.É conhecido por não dar "abébias" no balneário, nem por admitir menos esforço dos seus atletas.Era o "homem ideal".Mas a bola,está na mão de José Eduardo Simões.Esperemos ansiosamente pelas próximas horas,para ver se desta vez,as vozes da "reacção" têm razão no que "cochicham"

Sacerdote

VAMOS LÁ, BRIOOOOOOOSA!



O grupo de trabalho da Académica tem hoje - frente aos vimaranenses - uma oportunidade de ouro para demonstrar a Roberto Brum que as suas críticas não tinham fudamento, ou então que serviram para fortalecer ainda mais o espírito de grupo.

Esta noite tem de ser o ponto de viragem rumo a uma campanha de sucesso nesta liga, por isso vamos encher as bancadas do Estádio Cidade de Coimbra.

O apoio não pode faltar!


Lista de convocados:

Dani, Pedro Roma, Danilo, Ezequias, Lira, Zé Castro, Pedro, Nuno Luís, Roberto Brum , Filipe Teixeira, Paulo Adriano, Nuno Piloto, Zada, Joeano, Luciano, Gelson, Marcel e Fernando.

domingo, 6 de novembro de 2005

VENCER!

Declarações de Nelo Vingada:

“É fundamental vencer, depois de duas jornadas a marcar passo”

“Não temos cometido muitos erros, mas os que cometemos penalizaram-nos. Não temos sido inferiores, o nosso guarda-redes tem tido pouco trabalho; isso valoriza-nos mas não se repercute nos resultados, que é o que fica para a história. Esperava de facto ter mais pontos.”

sexta-feira, 4 de novembro de 2005

PROFISSIONALISMO


O grande profissionalismo de Roberto Brum:

“Sinto-me mal, tenho vergonha de andar na rua. Quando vou levar a minha filha à escola, ou vou ao banco, ou ainda à padaria, sou sempre cobrado. E penso que um jogador que não sofre pela equipa tem de fazer as suas contas e ir embora”

“Quando a equipa perde alguém tem de dar a cara. Quando a equipa ganhava, na época passada, todos queriam falar, agora já não acontece isso”

“Este é o momento ideal para nos unirmos e tirarmos a Académica desta situação. Estamos tristes, mas não acomodados à actual classificação, porque queremos começar a recuperar na tabela"

“Ninguém está acomodado, pelo contrário. Se alguém estiver acomodado pode ir embora, inclusive eu.”

Afirmações fortes e contundentes, mas muito oportunas!
Um grande profissional.

CASO "MARCELO"

O Tribunal de Trabalho de Coimbra condenou hoje a Académica ao pagamento de 170 mil euros ao atleta Marcelo, por incumprimento do contrato de 2004/2005.

quinta-feira, 3 de novembro de 2005

MUITOS PARABÉNS, NUNO!


Nuno Piloto defendeu esta tarde a tese de final de curso e obteve nada mais nada menos que a nota final de 19 valores!

Com apenas 23 anos, Nuno Piloto é um exemplo de dedicação profissional e académica.

Ao título de jogador da equipa principal da Briosa o atleta junta agora o de:

Bioquímico, licenciado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

(no site oficial)

quarta-feira, 2 de novembro de 2005

DÁRIO


De que forma será este senhor recebido em Coimbra, pelos adeptos academistas, no próximo Académica-Vitória de Guimarães?

AUSÊNCIAS

Para o embate da próxima jornada com os vimaranenses, a Dionattan e Andrade, ainda inaptos, junta-se Hugo Alcântara, a cumprir dois jogos de castigo.

terça-feira, 1 de novembro de 2005

ONDE ESTÁ O PROBLEMA?

Ao colocar-se a fasquia da ambição para esta época num lugar europeu, não estaríamos a ser demasiado optimistas face ao plantel de que dispomos, e a criar expectativas infundadas?

É certo que os dois empates iniciais (Benfica e Nacional) deram-nos ainda mais alento, mas a partir daí começou a irregularidade de resultados e de exibições.

Será possível que Nelo Vingada tenha passado em tão pouco tempo de um treinador competentíssimo a alguém a dispensar?

Tem alguma lógica que jogadores de elevada qualidade sejam agora medianos?

Todo o bom ambiente que reinava no balneário resume-se agora a guerras entre grupos?

Não creio!

Mas é um dado adquirido que há deficiências só que ainda estamos muito a tempo de arrepiar caminho, de detectar as áreas a melhorar, porque um clube com a nossa grandeza e historial tem que consolidar a sua presença na Liga maior.

O resto é conversa...

INSATISFAÇÃO

Na edição do JOGO de hoje:

A massa adepta da Académica começa já a inquietar-se defraudada pelo mau início de campeonato por parte da sua equipa, tal como tem acontecido desde o regresso ao escalão máximo do futebol luso.
(...)
Esta temporada, mais do que nas anteriores, a expectativa estava, ou está, em patamares elevados, longe dos lugares de despromoção que os de Coimbra ocupam neste momento, pelo que a desilusão dos adeptos parece ser ainda maior.

Como tal, já há quem fale em troca de treinador, enquanto outros pedem reforços em Janeiro e alguns mantêm a convicção que só é preciso tempo para que os estudantes acertem o passo.
(...)

HUGO ALCÂNTARA

Hugo Alcântara foi suspenso por dois jogos, na sequência da expulsão no encontro frente ao Penafiel, revelou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional no mapa de castigos referente à nona jornada da Liga.