SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 26 de julho de 2006

MAU AUGÚRIO



Com a derrota desta tarde em Quiaios, frente ao Leixões, por 0-3, deu-se uma machachada no optimismo que se vinha construíndo, sobretudo depois dos empates frente a Beira-Mar (0-0) e Paços de Ferreira (1-1).

Por outro lado, é precisamente neste tipo de jogos que estas derrotas podem - e devem - acontecer, para refrear optimismos que por vezes são contraproducentes, e sobretudo para rectificar situações, já que são jogos "a feijões".

No entanto, é um facto que sofremos a primeira derrota da temporada e mais do que isso, frente a uma equipa da Liga de Honra fomos dominados. Isso é que é mais preocupante.



Os homens de Matosinhos inauguraram o marcador por Leandro Tatu, aos 35 minutos, após falha dos nossos centrais academistas, sendo que o nosso novo defesa esquerdo Lino marcaria na própria baliza, fazendo o 0-2, resultado que se verificava ao intervalo.

Segundo as crónicas, a Briosa iniciou a partida com um"onze" onde havia um único único português: o luso-francês Medeiros! Mas nos segundos 45 minutos, com um conjunto alterado, desta vez com oito portugueses, a nossa equipa não teve arte e engenho para efectuar um único (!) remate à baliza.

Como acredito que Manuel Machado sabe o que está a fazer, e como sei que vai puxar as orelhas a quem esteve menos bem, acredito que a lição foi assimilada, as ilações foram tiradas e que as devidas rectificações serão levadas a cabo. Caso contrário...

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home