SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

domingo, 24 de setembro de 2006

SOUBE A POUCO!



Boavista, 2 - Académica, 2

Concordo em absoluto com as palavras de Manuel Machado, logo após o final do jogo: este resultado soube a pouco!

Paradoxo dos paradoxos: antes desta partida consideraria um empate no Bessa como um bom resultado, após o Boavista chegar ao 1-0 ainda mais consideraria a igualdade uma prenda divina, sobretudo porque a Académica estava a revelar-se uma equipa vulgar, sem chama, dominada pelos da casa, com um desacerto terrível nos passes e com os jogadores a revelarem um atabalhoamento atroz, no que ao seu posicionamento no terreno respeitava.



Veio o 1-1 a fechar a primeira parte, com Lino a fazer um golo fantástico, através de um pontapé forte e colocado na marcação de um livre directo. Esse foi o tónico para uma segunda parte quase brilhante por parte da Briosa.

A nossa equipa transfigurou-se, passou a dominar, criou mais lances de perigo e chegou "naturalmente" ao 2-1, através de Gyano: canto do lado direito, com a bola a ser disputada por Litos e Linz. Na sobra, o húngaro foi mais rápido e atirou para o fundo da rede de William.

A partir desse momento, a intranquilidade axadrezada jogou a nosso favor. Tivesse havido maior serenidade e clarividência na finalização, e talvez tivessemos garantido os 3 pontos.

Infelizmente, e contra a toada do jogo, digo eu, o Boavista empatou! Canto a favorecer os axadrezados, apontado por Ricardo Sousa, com Hélder Rosário a desviar, de cabeça, para a rede e a estabelecer nova igualdade. Foi pena!

Até final a Briosa geriu bem a corrente do jogo e garantiu 1 pontito! A primeira vitória nesta edição 2006/2007 da liga esteve mais uma vez tão perto...

Gostei particularmente das exibições de Lino, Litos e Gyano.



Tenho pena que Hélder Barbosa tenha ficado de fora por lesão, porque este seria seguramente um jogo para ele brilhar.

Agora venha o Nacional para ver se é desta que sacamos 3 pontos!

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home