SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sexta-feira, 31 de março de 2006

"OPORTUNIDADE PARA PONTUARMOS"



A abordagem de Nelo Vingada ao próximo jogo, na Amadora:

«Este jogo frente ao Estrela da Amadora tem que ser uma oportunidade para pontuarmos, para sairmos da situação em que estamos. É uma oportunidade para ganhar porque é um adversário do nosso campeonato»

«Quanto mais rapidamente somarmos pontos que se traduzam em tranquilidade melhor. Vamos fazer tudo para que isso aconteça, apesar de sabermos que o adversário tem a mesma pretensão, joga em casa e vai fazer tudo para vencer».

DIONATTAN













Dionattan vai ser operado hoje ao joelho direito, não devendo jogar mais até final da época, segundo informação do departamento médico do clube.

Recorde-se que o médio sofreu um estiramento do ligamento lateral externo no último jogo, em Guimarães.

quinta-feira, 30 de março de 2006

MUITOS PARABÉNS, NELO VINGADA!










53º aniversário de um grande profissional que pauta a sua postura pelo rigor, seriedade e honestidade!

DIVULGAÇÃO

*Caros amigos,

Aqui vão as informações sobre o jantar de apoio ao Carlos Araújo.
Um abraço.

O nosso amigo Carlos Araújo, fotojornalista do Diário de Coimbra, ficou sem grande parte dos seus haveres, sobretudo profissionais, num incêndio doméstico.
Assim, para ajudar este amigo e colega a recuperar o que perdeu, realiza-se no sábado, pelas 20h00, no restaurante Arte e Gala, em Santa Clara.
O preço é de 20 euros por pessoa.
Quem quiser aderir e apoiar o Araújo pode inscrever-se pelo número 239499900.

*Luís Pena Viegas

NO ESTALEIRO


Confirma-se a indisponibilidade de Zé Castro para o jogo frente ao Estrela da Amadora, ainda em virtude da lesão contraída frente ao FC Porto.

Nelo Vingada também ainda não sabe se vai poder contar com Dionattan e Sarmento, que também se encontram no estaleiro.

Certezas, quanto a impedimentos por problemas físicos, são Nuno Luís, Paulo Adriano e Danilo.

UMA SÓ VOZ PARA APOIAR!



Como sempre a Mancha Negra, claque oficial da Briosa, vai efectuar a organização da deslocação para apoio à nossa mágica Briosa neste IMPORTANTE encontro que opõe equipes com as mesmas aspirações, ou seja, a manutenção na Super Liga de Futebol Profissional.

Assim, solicitamos a respectiva divulgação/publicação nos vossos meios de comunicação em virtude de querermos que TODOS os Academistas possam apoiar a nossa equipe neste encontro mais uma vez deveras IMPORTANTE para as nossas aspirações de manutenção no campeonato primodivisionário.

MNTOUR85, divulga assim a seguinte informação:

A Mancha Negra vai efectuar a respectiva viagem com o nome de codigo: "UMA SÓ VOZ PARA APOIAR!", com a respectiva viagem + bilhete pelo valor de apenas 15 euros para que assim possamos contar com a presença em grande número da nossa massa associativa e de todos os seus simpatizantes neste encontro de carácter decisivo para a nossa Briosa.

As inscrições e informações podem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, até 5ª feira à noite ou através dos telefones 919485361 Miguel (vhs) e 936497246 Carlos (Viagra).

A viagem esta programada para Domingo dia 02 pelas 11:15 horas, partida do pavilhão Jorge Anjinho.

quarta-feira, 29 de março de 2006

"SOMOS CAPAZES OU NÃO, CANECO?"



Onda de apoio

Entretanto, um grupo de sócios da Académica está a promover uma onda de apoio à equipa na Reboleira.

A informação circula via email e pretende a concentração de adeptos no hotel da Briosa antes do jogo, para iniciar uma caravana que acompanhará o autocarro estudantil até ao terreno do E. Amadora.

In «As Beiras» - Edição de Hoje

Começou com uma ideia de um grupo de amigos, que se junta ciberneticamente à mesa do computador para discutir a Académica, de forma positiva. O processo que começou com uma ou duas mensagens acaba agora por se alastrar e, parece-me necessário que não se extinga, pelo menos sem tentarmos algo para o concretizar.
Temos de arranjar forma de actuação. Temos de nos organizar e se possível – e se essa for a sua vontade – juntarmo-nos ao grupo dos Académicos, e da Casa da Académica de Lisboa. Através de comentário tentaremos estabelecer as premissas, o modo de operar e quem está ou não disposto a entrar neste nova «nave dos loucos».

Porque isto é «fazer Académica»,repito, de forma louca e positiva. Vamos lá a organizarmo-nos!"

A equipa da Académica irá estagiar no Hotel Rivera, em Carcavelos.A saída para o Estádio está prevista para as 14h.É tempo de união e dar força à equipa é o mais importante!


A-CA-DÉ-MI-CA

(recebido de simplesmentebriosa)


Lá estarei, na Amadora!

terça-feira, 28 de março de 2006

BOTA-ABAIXO

Se é a criticar constantemente jogadores, equipa técnica, direcção e iniciativas que se façam, que alguns demonstram quotidianamente o seu amor pela Briosa, então situo-me completamente nos antípodas dessa estranha forma de academismo!

Parece-me que alguns ódios de estimação pessoais, invejas, intrigas e bastante mesquinhez andam a toldar o amor e a paixão que alguns dizem sentir pela nossa Académica.

E eu ingenuamente a pensar que a família academista era diferente - para bem melhor - dos adeptos de outras cores. Pelos vistos, enganei-me, e de que maneira!

PEDRO SILVA



Segundo se noticia hoje, Pedro Silva espera por uma proposta da Direcção da Briosa para decidir o seu futuro; emprestado pelo Palmeiras, o jogador afirma pretender continuar na Académica.

MÁS NOTÍCIAS



Paulo Adriano contraiu frente ao FC Porto uma rotura parcial do ligamento lateral interno do joelho esquerdo e deve parar durante duas ou três semanas. Segundo o médico José Barros, o médio não deverá ser operado.

Mas nem tudo é mau: a lesão de Zé Castro é de menor gravidade, pelo que poderá jogar no domingo na Reboleira.

domingo, 26 de março de 2006

"O FC PORTO MERECEU"



A análise ao jogo por parte de Nelo Vingada:

"O FC Porto mereceu, com certeza, a vitória, mas não estou resignado, antes pelo contrário. Estou satisfeito com o comportamento dos meus jogadores e tenho a certeza que, a jogar desta forma, vamos atingir os nossos objectivos"

"O FC Porto teve naturalmente o controlo da partida, até pela maior qualidade dos seus jogadores, ainda que não tivesse havido grandes oportunidades para golo."

IRÓNICO...



Académica, 0 - FC Porto, 1

Este jogo acabou por ser profundamente irónico: a Briosa ofereceu o domínio do jogo aos portistas nos primeiros 45 minutos, e acabou por conseguir suster as investidas adversárias, lançando ainda rápidos contra-ataques, indo para os balneários com o 0-0.

No segundo tempo, apostando no cansaço do FC Porto, depois dos 120 minutos da Taça, Nelo Vingada pediu à nossa equipa uma postura mais ofensiva e a verdade é que a Académica foi para "cima" do opositor, passando a criar mais perigo. No entanto, tal como nos jogos com o Sporting (Liga e Taça), mostrou muita ineficácia ofensiva - passes falhados, remates disparatados,...

Acabámos por ceder aos 70 minutos, com Jorginho a isolar Hugo Almeida. O avançado, que substituíra minutos antes Adriano, acabou por oferecer à sua equipa os três pontos.

Confesso que gostei da postura da nossa equipa em alguns momentos do jogo, sofremos bastante com a saída por lesão de Zé Castro, houve jogadores que abusaram do individualismo - Pedro Silva, mas no cômputo geral saio frustrado com o desfecho do jogo, porque para mim o empate encaixava como uma luva nesta partida face ao que se passou...

Vamos levantar a cabeça e pensar já no próximo jogo, para que conquistemos os valiosos 3 pontos!


Arbitragem de António Costa, de Setúbal

Académica – Dani; Pedro Silva, Hugo Alcântara, José Castro (Paulo Adriano, 36 m) e Vítor Vinha; Roberto Brum; Nuno Piloto (Luciano, 73 m), Filipe Teixeira e Ezequias (N’Doye, 62 m); Gelson e Joeano.

Suplentes: Pedro Roma, Fernando, Andrade e Serjão.

FC Porto – Helton; Pepe, Pedro Emanuel e Cech; Lucho (Jorginho, 40 m), Paulo Assunção e Raul Meireles; Alan, McCarthy (Ricardo Costa, 71 m), Adriano (Hugo Almeida, 62 m) e Quaresma.

Suplentes: Vítor Baía, Bruno Alves, Ivanildo e Lisandro.

Disciplina: cartão amarelo a Vítor Vinha (80 m)

Marcador: 0-1 por Hugo Almeida (70 m)

sábado, 25 de março de 2006

AS OPÇÕES DE VINGADA

Lista de convocados:

Guarda-redes:
Pedro Roma e Dani.

Defesas:
Pedro Silva, Hugo Alcântara, José Castro e Ezequias.

Médios:
Andrade, Roberto Brum, Fernando, Paulo Adriano, Filipe Teixeira, Vítor Vinha, Nuno Piloto e N’’Doye.

Avançados:
Luciano, Serjão, Gelson e Joeano.

sexta-feira, 24 de março de 2006

"CONTRARIAR O FAVORITISMO DO FC PORTO"



"Queremos ser guerreiros para contrariar o favoritismo do FC Porto. A nossa equipa vale pelo colectivo e os nossos jogadores terão que valer por dois para segurar Quaresma, McCarthy, Lucho, Adriano e companhia"

"A derrota na primeira volta por 5-1, no Estádio do Dragão, fica apenas para a história e não reflecte o valor da nossa equipa, que no domingo terá de anular as peças essenciais do adversário e ser, a espaços, atrevidos na área contrária"

"Estamos a viver um momento de pressão, porque precisamos de pontos para alcançar o mais depressa possível a manutenção. O empate contra o FC Porto já é um bom resultado, tal como na época passada, mas como em todos os jogos a nossa aspiração é a vitória."


Nelo Vingada

CAMISOLA HISTÓRICA




Vai estar disponível a partir de hoje - Sexta Feira - nas lojas Briosa/ Tbz, a Réplica de uma Camisola Histórica da Académica, utilizada nas décadas de 30 a 50.

Não perca a oportunidade de vestir a camisola que foi envergada por Mário Torres, Mário Wilson e por tantos outros vultos emblemáticos da Briosa.

Cada réplica desta histórica camisola vai custar, apenas, 30 euros.

Esta edição é limitada, por isso, não perca tempo...



Quero desde já saudar esta excelente iniciativa desenvolvida pela Briosa, em associação com a TBZ, a qual nos permite viajar no tempo, até períodos aúreos do nosso clube, reavivando a nossa memória academista colectiva em relação a grandes nomes que tiveram o privilégio de envergar a maravilhosa camisola da nossa Briosa, e que tanto ajudaram a elevar o nome da Associação Académica de Coimbra.

Aplaudo vivamente esta acção de merchandising porque o futuro de um grande clube, inevitavelmente assente na procura de novas fontes de receita também passa pelo desenvolvimento desta interacção entre a Briosa e a sua leal massa adepta.

Assim se fomenta a singular mística da nossa Briosa!
A minha já está reservada!

quinta-feira, 23 de março de 2006

DÚVIDA NA BALIZA


Pedro Roma:

“Preparo-me sempre para jogar e dar o melhor contributo à equipa. As opções são do treinador e temos de as respeitar.
Quem me conhece sabe que me relaciono bem com toda a gente, neste caso com o Dani e com o Eduardo. Todos querem jogar, é um sentimento normal, mas mantemos uma luta saudável pelo lugar”




Dani:

“Espero sempre ser titular, é para isso que trabalho. O Pedro Roma não facilitou, mas trabalhei sempre para ser opção, com tranquilidade, porque quem manda é o treinador e ninguém muda as decisões dele.
Desde o primeiro dia que respeitei isso e apoiei o Pedro Roma em tudo o que é preciso”

quarta-feira, 22 de março de 2006

POLÉMICAS BLOGOSFÉRICAS

Reitero aquilo que há uns tempos aqui escrevi: no que respeita à chamada blogosfera afecta à Briosa não há mesmo nada a fazer. A polémica veio para ficar, estando cada vez mais inflamada!

Numa fase crucial da carreira desportiva da nossa equipa profissional de futebol - em que a cada jornada que passa se decide a nossa manutenção na liga maior - alguns insistem prematuramente em esgrimir argumentos defendendo o putativo candidato X ou o Y!

Sendo a liberdade de opinião uma decorrência da consolidação da nossa democracia, cada um pode escrever e defender aquilo que lhe vai na alma, mas parece-me pouco avisado - e quiçá precipitado - faltando ainda bastante tempo para a realização de eleições no nosso clube, que se comece já a contar espingardas.

Não seria bem mais curial que nos concentrássemos no apoio aos nossos profissionais de futebol para que os objectivos a que os mesmos se propõem fossem atingidos?

Tiros no pé, com manobras deliberadas - ou não - de desestabilização, nesta altura do campeonato, são um perfeito disparate.

No que a este modesto e humilde espaço virtual academista concerne, não sou apoiante de A ou B, mas apenas e só adepto e associado da BRIOSA!

Opções...

segunda-feira, 20 de março de 2006

PEDRO ROMA



Ponto prévio:

Não tenho por hábito, nem sequer gosto, de discutir as opções técnicas dos nossos treinadores.
Ainda para mais, quando considero Nelo Vingada um homem competentíssimo e muito sério.

Mas tenho que fazer esta pergunta:

Por que motivo foi retirada a titularidade ao "nosso" Pedro Roma?

Eu sei que a renovação é um processo natural na gestão de uma equipa de futebol, e que os grandes talentos infelizmente não são eternos, mas porque será que foi oferecida a titularidade a Dani numa fase decisiva da nossa liga e Roma foi relegado para o banco?

Não creio que Dani tenha a voz de comando necessária sobre os colegas do sector defensivo, sobretudo em jogos de cariz muito difícil, como era o caso do de ontem, e também não me parece que esteja "rodado" para defender a nossa baliza nestas autênticas finais que a partir de agora disputamos.

Será verdade que houve problemas entre Pedro Roma e Nelo Vingada por causa da sua expulsão no jogo com o Sporting?

Sinceramente, não sei qual o verdadeiro motivo mas pedia a quem soubesse que por favor me elucidasse.

domingo, 19 de março de 2006

PRECIOSO PONTO!



Vitória de Guimarães, 1 - Académica, 1

Frente a uma equipa em evidente subida de forma e com um espírito competitivo assinalável, motivada pela vitória na Luz para a taça, a Briosa conseguiu sacar um ponto, tendo mesmo estado em vantagem, graças a um golo do inevitável Joeano.
Por que estiveste tanto tempo tapado por Marcel, rapaz?

Foi pena que nos tivessemos desconcentrado após a obtenção do golo, já que a nossa vantagem apenas durou um minuto. A um remate de longe de Mário Sérgio, Dani - que esteve muito nervoso durante os 90 minutos - defendeu para a frente e Saganowski, na recarga, fez o tento do empate.

Com um jogo solto, onde ambas as equipas jogaram aberto, as oportunidades dividiram-se pelo que - apesar das queixas perfeitamente ridículas dos vimaranenses, após o final da partida - o resultado aceita-se. No entanto, a vitória poderia ter caído para qualquer um dos lados...

Desta vez, nem a já famosa onda de apoio vimaranense - 18.000 espectadores nas bancadas - atemorizou os nossos jogadores, ficando a Briosa em vantagem nos confrontos com mais um adversário directo na luta pela manutenção.

PARA GUIMARÃES

Lista de convocados:

Guarda-redes:
Pedro Roma e Dani.

Defesas:
Ezequias, Hugo Alcântara, Zé Castro, Pedro e Vítor Vinha.

Médios:
Dionattan, Filipe Teixeira, Paulo Adriano, Fernando, Sarmento, Nuno Piloto, Andrade, Zada e Roberto Brum.

Avançados:
Ito, Gelson, Joeano e Serjão.

sexta-feira, 17 de março de 2006

"QUERO AJUDAR A ACADÉMICA"



Zé Castro, em entrevista ao Record:

“Seria um orgulho enorme representar a Selecção principal, mas não penso muito nisso, quero é ajudar a Académica a fortalecer-se como equipa na Liga”

“No próximo jogo vamos tentar pontuar frente a um adversário directo. Devemos pensar sempre passo a passo e nunca ter ambições desmedidas, até porque o V. Guimarães tem uma boa equipa e pratica bom futebol.”

quarta-feira, 15 de março de 2006

"RESTA-NOS OLHAR PARA O CAMPEONATO"



O fair-play de Nelo Vingada:

«Foi um jogo não muito bem-jogado, frente a um Sporting que teve outras soluções, marcou numa altura propícia. Procuramos reagir, fizemo-lo bem, criamos uma boa oportunidade, pelo Joeano, e acabámos por voltar a sofrer numa altura em que estávamos a jogar com dez elementos.

Resta-nos olhar para o campeonato e amealhar pontos o mais rapidamente possível. As maiores contrariedades foram a lesão do Danilo, que estará afastado durante algum tempo, as queixas do Pedro Silva e o quinto amarelo do Luciano.

Temos de saber ultrapassar isto, porque hoje perdemos contra uma equipa que é melhor que a nossa, que mais factura neste momento na Liga. Fizemos um jogo honesto, na medida das nossas possibilidades.»

LESÃO GRAVE?













Um grande abraço solidário para Danilo que se lesionou - em princípio - gravemente durante a partida com os leões, tendo mesmo que abandonar o campo!

Aguardemos pelo diagnóstico do nosso departamento médico.

ESTAMOS FORA!



Académica, o - Sporting, 2

Mais uma vez perdemos em casa com os leões na corrente época, e em relação ao jogo que ditou a nossa eliminação da Taça de Portugal, saliento "apenas" este momento decisivo:

Minuto 90' + 2 - Nani toca com a mão na bola dentro da grande área, mas o "artista" do apito Paulo Paraty nada assinala.

O resultado estava em 0-1, e nesse momento foi-nos espoliada a oportunidade de chegar à igualdade, forçando o prolongamento, numa fase do jogo em que dominávamos.

Dois minutos depois, o mesmo Nani fez o 0-2 e sentenciou a partida. É curioso como uma decisão num simples momento de um jogo de 90 e tal minutos pode influenciar tudo.

Repetiu-se o filme do jogo realizado há pouco tempo entre as duas equipas: a Briosa a dominar e a jogar melhor futebol, e o Sporting a ser mortífero no aproveitamento das nossas falhas...com um empurrãozinho do homem do apito!

Arbitro: Paulo Paraty, do Porto.

Académica: Dani, Danilo, Ezequias, Hugo Alcƒntara, Zé Castro, Pedro (Nuno Piloto, 60), Roberto Brum, Paulo Adriano, Fernando (Joeano, 58), Luciano e Serjão (Gelson, 58).

Sporting: Ricardo, Polga, Hugo (Miguel Garcia, 25), Tello, Abel, Custódio, Romagnoli (Nani, 46), João Alves (Luís Loureiro, 82), Moutinho, Deivid e Liedson.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: 0-1, Deivid, 50 minutos; 0-2, Nani, 95

Acção disciplinar: cartão amarelo para Romagnoli (31), Zé Castro (34), João Alves (45), Luciano (77), Danilo (90), Roberto Brum (93), Gelson (93).

terça-feira, 14 de março de 2006

PEDRO ROMA DE FORA

Lista de convocados para o Académica-Sporting de amanhã:

Guarda-redes:
Dani e Eduardo

Defesas:
Danilo, Ezequias, Vítor Vinha, Zé Castro, Pedro Silva e Hugo Alcântara

Médios:
Andrade, Paulo Adriano, Fernando, Zada, Roberto Brum e Nuno Piloto

Avançados:
Serjão, Joeano, Luciano e Gelson

TAÇA DE PORTUGAL

Para se assistir ao Académica-Sporting, são estes os preços definidos:

5 euros -> cartão jovem
21 euros -> bancada central
17 euros -> lateral
11 euros -> superior central
7 euros -> geral e sócios

Bilhetes à venda na loja do Dolce Vita, no estádio e ainda na Associação de Futebol de Coimbra.

"A ACADÉMICA PODE CHEGAR À FINAL"



A antevisão do próximo Académica-Sporting, por Nelo Vingada.

"Não há lugar a erros. Quem perder na eliminatória fica de fora e daí o seu carácter decisivo"

"Os jogos da Taça assumem uma particularidade especial e, se a Académica jogar nos mesmos níveis que o fez há 15 dias, não cometendo os mesmos erros, pode almejar chegar mais longe, quiçá à final"

"Vamos atacar quando tivermos a bola em nosso poder e defender em conjunto. Os jogadores que actuarem dão garantias de proporcionar um bom espectáculo."

segunda-feira, 13 de março de 2006

BAIXAS










N'Doye, lesionado, e Filipe Teixeira, castigado são baixas confirmadas para o jogo com o Sporting, a contar para os quartos-de-final da Taça de Portugal, quarta-feira, às 20.30 h.

domingo, 12 de março de 2006

"SEM MEDO...DE APOIAR!"

A Mancha Negra vai efectuar a próxima viagem a Guimarães com o nome de código: "SEM MEDO...DE APOIAR!", com a respectiva viagem + bilhete pelo valor de apenas 15 euros para que assim possamos contar com a presença em grande número da nossa massa associativa e de todos os seus simpatizantes neste encontro de carácter decisivo para a nossa Briosa.

As inscrições e informações podem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, até 5ª feira à noite ou através dos telefones 919485361 Miguel (vhs) e 936497246 Carlos (Viagra).

A viagem está programada para Domingo dia 19 pelas 11:15 horas, partida do pavilhão Jorge Anjinho.

PS-Informa-se inclusive a todos os sócios da Mancha Negra que podem comprar/levantar o bilhete para o jogo da taça de portugal quarta dia 15 contra o Sporting, pelo valor de 5 euros na sede da claque, sito pavilhão JorgeAnjinho.

Nota: bilhetes limitados a sócios com a apresentação do cartão de sócio da claque.

Miguel
919485361
MNTOURS85

JÁ SE "RESPIRA" MELHOR

1º FC Porto - 57
2º Sporting - 55
3º Benfica - 49
4º Sp. Braga - 48
5º Boavista - 45
6º Nacional - 43
7º V. Setúbal - 39
8º U. Leiria - 35
9º Académica - 32
10º Marítimo - 31
11º Rio Ave - 30
12º Belenenses - 28
13º P. Ferreira - 27
14º E. Amadora - 27
15º Naval - 27
16º Gil Vicente - 27
17º V. Guimarães - 27
18º Penafiel - 12


Nota: a amarelo as equipas com menos 1 jogo.

sábado, 11 de março de 2006

"O OBJECTIVO FOI CUMPRIDO"


A análise de Nelo Vingada:

«O objectivo foi cumprido. Somamos três pontos numa altura em que cada jornada é uma batalha à espera de ser ganha.
Vencemos com justiça, mas se calhar sem jogarmos tão como fizemos contra o Sporting e em Leiria.
A equipa foi muito coesa, mas depois do 1-0 teve a tentação de segurar essa vantagem, o que é compreensível.
De qualquer forma, ainda que o Penafiel tenha sido muito digno e com a iniciativa de jogo nos últimos 25 minutos, conseguimos passar a barreira dos 30 pontos, o que é um incentivo muito grande do ponto de vista psicológico»

«Estamos envolvidos numa guerra que ainda vai durar muito tempo, mas estes seis pontos nestas duas jornadas são um tónico muito bom e esta vitória é importante, principalmente porque foi frente a um clube que está numa posição má, mas que já não tem a pressão de lutar pela permanência, o que pode criar muitas dificuldades aos seus adversários».

ACADÉMICA, 1 - PENAFIEL, 0



Em mais um jogo decisivo para as nossas aspirações, e perante um adversário difícil, porque joga sem pressão, a Briosa não deixou escapar os 3 pontos, tendo Filipe Teixeira sido- mais uma vez - decisivo ao marcar o golo da vitória.

Aproveitando um falhanço defensivo penafidelense, Filipe Teixeira - com um remate forte à entrada da área - deu justiça ao marcador face ao domínio que a Académica exerceu durante os 90 minutos.

Infelizmente, o mesmo Filipe Teixeira foi alvo de excesso de zelo de Soares Dias, e ao minuto 89 viu o segundo amarelo, por falta sobre Bruno Amaro.

O resultado pecou claramente por escasso, face a tanto domínio da nossa parte, mas verdade se diga, o guarda-redes forasteiro fez uma excelente exibição.

Estádio Cidade de Coimbra

Árbitro: Soares Dias (Porto)

ACADÉMICA
Dani, Pedro Silva, Zé Castro, Danilo, Vítor Vinha, Brum, Filipe Teixeira, Dionattan, N'Doye (Paulo Adriano), Joeano (Serjão) e Gelson (Luciano)

Suplentes: Eduardo, Hugo Alcântara, Luciano, Paulo Adriano, Serjão, Fernando e Zada

Treinador: Nelo Vingada

PENAFIEL
Nuno Santos, Pedro Moreira, Nuno Diogo, Kelly, Celso, Jorginho, Barrionuevo, Bruno Amaro, Juninho Petrolina, Zé Rui e Bibishkov

Suplentes: Avelino, Boronad, Diallo, Sérgio Lomba, Dias, Nilton e Dill

Treinador: Luís Castro

Golo: Filipe Teixeira, aos 46 minutos

sexta-feira, 10 de março de 2006

"O MAIS IMPORTANTE"


As ideias de Nelo Vingada:


“Quero uma equipa organizada, solidária, coesa e concentrada, tanto a atacar como a defender”

"A situação pontual do último classificado da Liga não corresponde à valia da equipa. Não creio que exista uma diferença tão grande entre esta e as outras equipas, por isso espero um adversário incómodo e atrevido”

“Mesmo que o jogo da taça com o Sporting passe na cabeça de um ou de outro jogador, a minha experiência diz-me que isso se esbate logo quando começar a partida e para mim o Penafiel também representa o adversário mais importante do Mundo nesta altura.”

quarta-feira, 8 de março de 2006

XANANA

Xanana Gusmão, presidente de de Timor-Leste, vai receber este fim-de-semana o título de sócio honorário da Académica e receber equipamentos para a filial de Dili.

O líder timorense vai ser agraciado como sócio de prata da "Briosa", uma distinção normalmente entregue aos associados com mais de 25 anos de filiação.

VERGONHOSO E CONDENÁVEL!



ABAIXO ASSINADO

Aos 27 minutos do jogo União Desportiva de Leiria — Associação Académica de Coimbra (Organismo Autónomo de Futebol), realizado no Estádio dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, no domingo, 5 de Fevereiro, o jogador José Castro, da Académica, introduziu a bola na baliza do União de Leiria. Quando atletas e adeptos da Briosa comemoravam efusivamente o golo, que daria o 0-1 no marcador, reparou-se que um dos fiscais-de-linha, o sr. Pedro Garcia, tinha a bandeira levantada, o que levou o árbitro da partida a anular o tento.


Inconformados com a decisão, uma vez que não se vislumbrou qualquer motivo justificativo da mesma, atletas e adeptos da Briosa protestaram veementemente, sem que, contudo, se tivesse verificado, por parte dos mesmos, alguma atitude que ultrapassasse as fronteiras do que é normal em circunstâncias como esta. Apesar de, como é sabido, o resultado do encontro ser de crucial importância para os objectivos da Académica no presente campeonato, de os adeptos desta se encontrarem em grande número no estádio — constituindo mesmo a esmagadora maioria da assistência — e de os mesmos adeptos já terem apresentado razões de queixa de anteriores deliberações da equipa de arbitragem.

Foi, pois, com o maior espanto que os adeptos da Associação Académica de Coimbra assistiram à reacção do sr. Pedro Garcia aos seus protestos. A partir dos 27 minutos de jogo, e até ao final da primeira parte, pelo menos, o referido fiscal- de- linha multiplicou-se em gestos obscenos e provocatórios, claramente dirigidos aos simpatizantes da Briosa. Não fosse o bom senso e o sentido do desportivismo que estes, apesar de tudo, souberam manter, e o comportamento do sr. Pedro Garcia podia ter dado origens a incidentes que hoje todos estaríamos a lamentar.
Entre os signatários, encontram-se pessoas com várias dezenas de anos de frequência de estádios de futebol. O que essa pessoas podem garantir é que nunca haviam assistido a comportamento tão indecoroso e tão revelador de falta de respeito por uma instituição com tão relevantes serviços prestados ao desporto português e pelos adeptos que pagam o seu bilhete, como o evidenciado pelo sr. Pedro Garcia.


Mercê de uma brilhante exibição, a Académica venceu a partida por 2-0. Não somos, pois, daqueles que elevam a voz, apenas quando as coisas correm mal para as suas cores. Mas entendemos que atitudes como as do sr. Pedro Garcia, mais a mais num momento em que todos os agentes desportivos responsáveis se afirmam empenhados em combater a violência nos estádios de futebol e em fomentar o desportivismo, não podem passar sem um reparo. Sob pena de nos sentirmos cúmplices de actos que deviam envergonhar quem os pratica e que outra consequência não têm do que afastar o público dos recintos desportivos e semear a revolta entre os amantes do futebol.

Por isso, entendemos que o Conselho de Arbitragem da Liga Portuguesa de Futebol deveria fazer uma séria advertência ao sr. Pedro Garcia. E este devia, pelo menos, apresentar publicamente desculpas à Associação Académica de Coimbra e aos adeptos desta, por tão inusitadas atitudes. A bem da credibilidade do futebol e do respeito pelo público e pelas colectividades que se dedicam à prática desportiva.

João Mesquita

terça-feira, 7 de março de 2006

SOMOS MESMO DIFERENTES

É por esta e por outras, que sinto um grande orgulho pelos adeptos que a Briosa tem.

Os meus sinceros parabéns aos meus colegas "blogosféricos" pelo tom elevado, cordial e civilizado com que participaram no programa "Prognósticos", da RUC.

domingo, 5 de março de 2006

"VITÓRIA JUSTA E LIMPA"


«Depois dos 90 minutos não restará a menor dúvida de que é uma vitória justa e limpa da Académica, como foi a do Leiria em Coimbra na primeira volta.

Jogando contra dez foi melhor para nós, mas já quando estava onze para onze a Académica foi melhor, controlou, teve sempre a posse de bola e revelou hoje muitos dos seus aspectos positivos.

Conquistámos três pontos nesta guerra, onde está muita confusão, que nos atira para cima. Foi uma exibição francamente boa.

Pelo que o Leiria tem feito esperava ter mais dificuldades, mas o único lance onde poderiam ter marcado foi depois de um desentendimento ligeiro (entre Zé Castro e Dani). O jogo teve sempre sinal mais da Académica.

Não sei porque é que o golo foi invalidado ao Zé Castro. Na posição em que estava não consigo entender a razão.»

Nelo Vingada

"TENTO SEMPRE DAR O MELHOR"



Filipe Teixeira, logo após o final do jogo de Leiria:

«Tento sempre dar o melhor que posso para a equipa. Precisávamos urgentemente de uma vitória para ficar acima da liga de água.

O jogo não era fácil mas nós soubemos anular as armas do Leiria. Temos de dar continuidade a este trabalho. O próximo jogo vai ser contra o último mas não será fácil e temos de ganhar.»

FILIPE TEIXEIRA












Algo que abonaria em favor desta Direcção, até porque foi eleita para defender os interesses da Briosa, seria acautelar a permanência do talentoso Filipe Teixeira no nosso clube.

A sua importância tem sido tão grande ao longo da época - como se viu hoje em Leiria - , assim como tem sido de extrema dedicação, empenhamento e profissionalismo, que se torna prioritário mantê-lo nas nossas fileiras.

Quando Marcel, que era o nosso artilheiro-mor, foi contratado pelos lampiões, confesso que não fiquei preocupado porque sabia que ele estava a tapar jogadores de grande qualidade - Joeano e Gelson - mas sobretudo, porque sabia que grande parte dos seus golos eram mérito do trabalho de...Filipe Teixeira.

Fica o apelo. Espero sinceramente que José Eduardo Simões atenda ao mesmo.

UNIÃO DE LEIRIA, 0 -ACADÉMICA, 2



Conforme solicitado, a nação academista correspondeu e deslocou-se em número significativo a Leiria para apoiar a nossa equipa, em mais um jogo decisivo.

Tudo correu bem e - uma vez mais - regressamos da casa dos leirienses com os 3 pontos, fruto de uma inequívoca exibição.



A Briosa iniciou o jogo com:

Dani, Danilo, Pedro, Zé Castro, Gelson, Vinha, Brum, Filipe Teixeira, N'Doye, Dionattan e Joeano.

Logo no primeiro minuto ganhámos um canto, e com 20 minutos de jogo eram 3 as perdidas para as nossas cores. Foi sem surpresa que aos 37 minutos Filipe Teixeira inaugurou o marcador, rematando de fora da área, aproveitando uma perda de bola por parte de João Paulo.

Dois minutos depois, a nossa situação ainda se tornou mais favorável com a expulsão de Paulo César, por falta sobre Zé Castro. Os anfitriões denotavam um relativo descontrolo.

No segundo tempo, os leirienses vieram com um postura mais acutilante procurando o empate, mas a Académica defendia bem e no contra-ataque procurava desferir o golpe final, sendo que aos 55 minutos acontecia o 2-0, por Joeano, um golão resultante de um pontapé a 30 metros da baliza.

A partir daí, só deu Académica, controlámos habilmente as operações, nunca demos oportunidade aos da casa para se acercarem da nossa baliza, e em rápidos contra-ataques, já com Luciano em campo, que havia rendido Dionattan, segurámos a vantagem que nos dá 3 pontos e permite respirar um pouco melhor na classificação.

Estamos com 29 pontos e fora da zona de descida.

UNIÃO DE LEIRIA-ACADÉMICA

Lista de convocados:

Guarda-redes:
Eduardo, Dani;

Defesas:
Danilo, Hugo Alcântara, Zé Castro, Pedro Silva, Ezequias.

Médios:
Dionattan, Filipe Teixeira, Vítor Vinha, Fernando, Andrade, N'Doye, Roberto Brum.

Avançados:
Joeano, Luciano, Gelson, Serjão.

sábado, 4 de março de 2006

"NÃO QUEREMOS ESTAR NA MOLHADA"



A antevisão de Nelo Vingada:

"Não queremos estar nessa molhada de equipas envolvidas na luta pela permanência. É com esse sentimento que vamos a Leiria, a casa de um adversário que tem feito um percurso notável, mas onde temos a intenção de ganhar"

"Na época passada, a massa preta era enorme, ajudou-nos a ganhar (1-2) e foi nesse jogo que começámos a caminhar para a salvação. Espero que tudo isso se repita."

Vamos lá fazer a vontade ao homem!

MUITOS PARABÉNS



Embora atrasados dois dias, não queria deixar de dar os parabéns à melhor claque deste país, a qual acabou de cumprir 21 anos de existência.

quarta-feira, 1 de março de 2006

NOMEAÇÃO

Duarte Gomes, de Lisboa, foi nomeado para arbitrar o União de Leiria - Académica do próximo fim-de-semana.

OPERAÇÃO LEIRIA

A Direcção da Académica disponibiliza bilhetes a um preço especial para o jogo em Leiria, que se realiza no domingo à tarde - 16h00.

À venda na secretaria do clube e nas lojas do pavilhão, do estádio e do Dolce Vita, os ingressos custam:

7,5 euros para a bancada Sul inferior,
12 euros para a bancada nascente inferior
18 euros para a tribuna prestígio.