SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

terça-feira, 31 de outubro de 2006

NOMEAÇÃO

O árbitro Hugo Miguel (de Lisboa) vai apitar o Académica - Estrela da Amadora da próxima jornada.

domingo, 29 de outubro de 2006

"DIGNO DOS APANHADOS"



«Numa palavra, foi um jogo morno, com alguma apatia de parte a parte. Logo no início, foi fácil perceber que o Leiria iria jogar contra-natura, tentando explorar os espaços nas nossas costas e lançar os seus desequilibradores.

Penso que, até ao primeiro golo, estivemos melhor do que o adversário, mas se ele não conseguia, acabámos por se nós a ajudá-los: com um golo digno dos apanhados. Assim, o Leiria obteve o que queria e não precisou mais de atacar.

No cômputo geral, temos de lhe dar os parabéns, porque soube fazer um aproveitamento inteligente das nossas insuficiências. Mas nós também não soubemos apresentar argumentos para reequilibrar as coisas.»

Manuel Machado (MaisFutebol)

UNIÃO DE LEIRIA, 2 - ACADÉMICA, 0


(Diário de Coimbra)

Ir a Leiria para isto... confesso que custa. E o que mais me angustia e deixa frustrado é a sensação, logo após o apito final, de que fomos nós que perdemos o jogo e não os leirienses que o venceram.

Quero com isto dizer que não podemos cometer erros infantis como os deste sábado. Que dizer de toda aquela inépcia defensiva no lance do primeiro golo? E de toda aquela descoordenação? Isto não pode acontecer num grupo de trabalho profissional que treina durante a semana. Simplesmente não pode! E nisso o treinador tem muita responsabilidade.

Custa muito ver a nossa equipa saír de Leiria vergada ao peso da derrota num jogo onde até lutou e no qual, não fossem os erros cometidos, não regressaria a Coimbra com a primeira derrota extra-muros na bagagem.

Começo sinceramente a achar que este vai ser um campeonato muito penoso para todos nós, adeptos sofredores da Briosa. Deus queira que esteja enganado e que isto seja apenas pessimismo em excesso...

sábado, 28 de outubro de 2006

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes:
Pedro Roma e Douglas.

Defesas:
Danilo, Káká, Lino, Litos e Nuno Luís.

Médios:
Alexandre, Roberto Brum, Paulo Sérgio, Pavlovic, Vítor Vinha, Filipe Teixeira e Miguel Pedro.

Avançados:
Dame, Hélder Barbosa, Sarmento e Gelson

quinta-feira, 26 de outubro de 2006

MATEUS?

Li hoje no Record que consta que os responsáveis da nossa Briosa encaram a possibilidade de contratar o "célebre" angolano Mateus, na decorrência da saída de Estevez.

Peço aos nossos dirigentes que se informem muito bem sobre a situação do jogador, nomeadamente se já está tudo de acordo com os regulamentos, para não nos vermos caír na liga de honra por motivos extra-futebol...

quarta-feira, 25 de outubro de 2006

JOÃO FERREIRA

O árbitro setubalense vai apitar a partida que vamos disputar com a União de Leiria.

segunda-feira, 23 de outubro de 2006

NEM AQUECEU O LUGAR!













O atleta da Académica Raul Estevez solicitou à Direcção do Clube, invocando assuntos pessoais, autorização para se ausentar do País.

A Direcção da Associação Académica de Coimbra/ Organismo Autónomo de Futebol, informa que acedeu a este pedido e que o jogador se irá ausentar devidamente autorizado.

(Site Oficial)

"VAMOS TODOS PUXAR POR ELA"

A Mancha Negra vai efectuar a viagem a Leiria com o nome de código: "VAMOS TODOS PUXAR POR ELA" com a respectiva Viagem + Bilhete pelo valor de apenas 12.50 Euros, para assim podermos contar com a presença do maior número de Academistas e simpatizantes neste encontro que opõe equipes do centro do nosso país na luta pelo escalão principal do nosso Futebol Profissional.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a quinta até às 24H ou através dos telefones 919485361 Miguel Pedro e 936497246 Carlos Barra.

A viagem está programada para Sábado 28, com saída prevista às 14.30 do Pavilhão Jorge Anjinho.

EFICÁCIA


«Esta vitória vem num bom momento na medida em que esta equipa, pelo que tem produzido, já merecia este desfecho. É um triunfo que nos gratifica e traz justiça.

Lotaria? Nem tanto assim. A minha equipa fez um jogo honesto e, em termos de posse de bola, não ficou a dever nada ao adversário. A diferença esteve na eficácia. Nos primeiros 20/25 minutos fomos claramente superiores.

Recomeçámos bem a partida, em termos defensivos, pela forma como conseguimos absorver a reacção, natural, do Aves. O nosso adversário até deixou mais espaços que poderíamos ter aproveitado melhor. Só marcamos dois golos e o resultado acaba por se aceitar com naturalidade.

O caminho agora é continuar a pontuar para caminharmos no sentido daquilo que a direcção pediu: uma época mais tranquila do que as quatro últimas. E estou convencido de que, com uma vitoriazinha aqui e um empatezinho ali, vamos conseguí-lo.»

Manuel Machado (Mais Futebol)

domingo, 22 de outubro de 2006

FINALMENTE!!!!


(Diário de Coimbra)

Académica, 2 - Desp. Aves, 0

Ao fim de 7 jornadas, finalmente a nossa primeira vitória. Apesar de termos cumprido a nossa obrigação, ao batermos uma equipa mais mal classificada que nós, estranho o motivo pelo qual temos tantas dificuldades em gerir vantagens.

Com golos de Miguel Pedro e Danilo selámos o nosso primeiro triunfo mas não compreendo porque se deu tanta iniciativa aos homens do Desportivo das Aves quando só ganhávamos por 1-0.

Que este resultado seja um tónico para uma carreira bem mais positiva e que os erros que ainda se cometem sejam definitivamente erradicados.

sábado, 21 de outubro de 2006

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes:
Pedro Roma e Eduardo;

Defesas:
Danilo, Káká, Medeiros, Sonkaya e Nuno Luís;

Médios:
Vítor Vinha, Dionattan, Roberto Brum, Alexandre, Filipe Teixeira, Miguel Pedro e Paulo Sérgio;

Avançados:
Hélder Barbosa, Gelson, Gyano e Dame N'Doye.

Saudemos o regresso de Nuno Luís e Dionattan, após longas ausências!

sexta-feira, 20 de outubro de 2006

VAMOS ACREDITAR!

Em vésperas de um fim-de-semana desportivo no qual vamos defrontar o Desportivo de Aves, orientado pelo "carismático" professor Neca, faço aqui um apelo aos adeptos da Biosa:

eu sei que ainda não ganhámos,
eu sei que as exibições não têm sido as melhores,
eu sei que não temos sabido gerir as vantagens,
eu sei que temos neste jogo a oportunidade de ouro para conquistar o primeiro triunfo,
mas mesmo que tal não venha a acontecer...

... vamos continuar a apoiar os nossos jogadores e equipa técnica, acreditando que está a ser levado a cabo um trabalho sério de construção - e consolidação - de uma equipa, decorrente de uma profunda reestruturação do plantel, e que - mais tarde ou mais cedo - vamos todos colher os frutos desse mesmo trabalho.

Força, Briooooooooooosa!

quinta-feira, 19 de outubro de 2006

E PARA VARIAR...



Em mais um jogo-treino realizado na tarde desta quinta-feira, em Santa Maria da Feira, voltámos a empatar. Desta vez foi a zero, e com a equipa local - o Feirense - actualmente na Liga de Honra.

Rectificação: parece que afinal a Briosa perdeu, e por 1-0.

terça-feira, 17 de outubro de 2006

NOMEAÇÃO



Ainda no campo das arbitragens, João Vilas Boas foi nomeado para apitar o próximo Académica- Desportivo das Aves.

A RAZÃO DO LADO DE MACHADO


(Record)

Interessante exercício feito pelo jornal Record, sobre a velha "relação" entre Manuel Machado e Hélio Santos:

> A 8 de Janeiro de 2005, o V. Guimarães perdeu no Bessa (1-2) com os 2 golos dos axadrezados envoltos em polémica (um penálti duvidoso e 1 golo em posição irregular).

> Começou aí a tensão entre ambos, agravada a 21 de Fevereiro.Os vimaranenses perderam (1-2) na Luz e Manuel Machado não se conformou pelo facto de ter sido nomeada uma equipa de arbitragem de Lisboa, queixando-se de vários erros.

> Já na época anterior, então no comando técnico do Nacional, Manuel Machado tinha-se queixado de Hélio Santos por este não ter marcado 2 penáltis no empate (1-1) com o V. Guimarães.

domingo, 15 de outubro de 2006

BANDALHO!



São bandalhos como este que dão mau nome ao futebol português!

Record:

O Paços de Ferreira teve mérito na forma como lutou pelo empate, mas os estudantes podem queixar-se do árbitro lisboeta Hélio Santos, que, aos 63 minutos, expulsou (segundo amarelo) Pavlovic por perda de tempo, infracção que foi cometida por Pedro Roma.

Mais Futebol:

Hélio Santos cometeu um erro de avaliação que permitiu à equipa da casa ganhar vantagem numérica. Pedro Roma perdeu tempo na marcação de um pontapé de baliza e chamou Pavlovic para bater a bola. O juiz do encontro decidiu punir o atraso enquanto o sérvio ainda se encaminhava para o local, acabando por mostrar o segundo cartão amarelo ao médio defensivo, quando deveria ter sido o guarda-redes a ser admoestado.

"HÁ PERSEGUIÇÃO DESTE ÁRBITRO..."



«A minha equipa esteve muito bem no primeiro tempo, criámos três oportunidades em dez minutos, antes de marcar e chegar à vantagem com inteira justiça. O Pedro Roma não foi chamado a fazer qualquer defesa complicada nesse período, a que se seguiu a reacção do P. Ferreira. Essa é a leitura técnica, de uma hora de futebol.

Depois, há factores que deviam ser acessórios mas que foram determinantes para o desfecho do encontro. Houve um conjunto de maus juízos que nos prejudicaram. Primeiro, a expulsão de um jogador nosso (Pavlovic) quando, a haver cartão amarelo para alguém, por demora na reposição da bola, seria para o Pedro Roma.

Depois, pela decisão desajustada numa grande penalidade que, a meu ver, não existe. Lançou uma súplica às pessoas que gerem a arbitragem. Nunca mais coloquem este árbitro e dirigir os meus jogos.

Basta vez quantas vezes, ao longo de cinco anos, ganhei quando ele foi o juíz. Isto não é uma situação virgem e basta ver a forma como terminou o encontro, quando a Académica iria beneficiar de um livre perigoso. Acabou por expulsar o Lino por protestar essa decisão. Suplico a Vítor Pereira que tenha bom senso. Há uma perseguição deste árbitro à minha pessoa.»

Manuel Machado

TRISTE SINA!



Paços de Ferreira, 1 - Académica, 1

Mais uma vez estivemos em vantagem, tínhamos o jogo controlado, os primeiros 3 pontos resultantes de uma vitória estavam perfeitamente à nossa mercê, mas um artista chamado Hélio Santos decidiu intervir e mudar o rumo do jogo.

Sem que ninguém compreenda, aos 64 minutos, Pavlovic foi expulso e a partir desse momento toda a nossa estratégia ficou condicionada. Pedro Roma ia ser admoestado com um cartão amarelo - supostamente por queimar tempo - e sem que nada o fizesse prever, acabou por ser o sérvio a ver o 2º amarelo (????).

Pese embora o esforço e o sacrifício que os nossos rapazes deixaram em campo, jogando com menos um elemento, foi mais difícil suster as investidas pacenses, sendo que um lance de ingenuidade de Kaká ofereceu uma grande penalidade aos da casa, que acabaram por chegar ao 1-1.

Com um meio-campo robusto e empenhado, complementado pela velocidade do nosso tridente ofensivo, bem apoiado pelos laterais, a Briosa estava a justificar a vantagem e a patentear uma exibição personalizada.

Estivemos perto, muito perto da primeira vitória, e mesmo que a mãozinha de Hélio Santos e alguns erros nossos não nos permitissem triunfar na Mata Real, as indicações são positivas.

Resta aguardar para ver se o tempo será paciente para com a nossa equipa...



A Briosa apresentou o seguinte onze titular:

Pedro Roma; Sonkaya, Danilo, Káká e Lino; Roberto Brum, Alexandre e Pavlovic; Miguel Pedro, Gelson e Gyano.

Jogaram ainda:

Dame, Paulo Sérgio e Filipe Teixeira.

Os golos foram apontados por Miguel Pedro 26' e Luís Carlos '85.

sábado, 14 de outubro de 2006

LISTA DE CONVOCADOS

Pedro Roma, Douglas, Danilo, Káká, Alexandre, Roberto Brum, Hélder Barbosa, Paulo Sérgio, Gelson, Filipe Teixeira, Lino, Vítor Vinha, Miguel Pedro, Sarmento, Sonkaya, Gyano, Pavlovic e Dame.

ACUSE-SE OU ARQUIVE-SE!

No Diário Digital:

O processo que envolve o presidente da Académica, José Eduardo Simões, e o empresário imobiliário Emídio Mendes foi remetido para o DIAP (Departamento de Investigação e Acção Penal).

De acordo com o Jornal de Notícias, a PJ concluiu as investigações sobre os dois arguidos e cabe agora aos procuradores do DIAP de Coimbra a decisão de acusar ou arquivar o processo.
Em causa estão alegadas ligações entre o futebol e interesses imobiliários que levaram ao embargo da urbanização Jardins do Mondego, obra licenciada quando José Eduardo Simões era director municipal do Departamento de Urbanismo.


A denúncia foi feita à PJ de Coimbra por carta anónima e mais tarde, dos 17 lotes construídos, os últimos pisos foram mesmo demolidos, por terem sido construídos ilegalmente.

Apesar de as investigações terem tido início há cerca de um ano, foi apenas em Fevereiro último que o presidente da Académica foi alvo de buscas em casa, na sede do clube e no gabinete onde exerceu funções, tendo sido encontrada uma elevada quantia em dinheiro (cerca de 200 mil euros) na bagagem do seu automóvel.

Na altura, num comunicado emitido pelo presidente academista, José Eduardo Simões referia que «a visita da PJ pecava por tardia» e que «viver com a sombra da suspeição é o pior que acontece a quem está inocente».

O dirigente acabou por se constituir arguido por vontade própria para ter acesso ao processo.
A ligação com Emídio Mendes resulta de uma investigação feita em paralelo pela PJ de Lisboa, que levaria a concluir eventuais ligações com José Eduardo Simões, devido às irregularidades detectadas no empreendimento citado.

VAMOS LÁ DESBLOQUEAR ISSO!

«Só as vitórias desbloquearão uma Académica tensa e presa de movimentos. O nosso anseio é conseguirmos a primeira vitória e estamos convictos disso. Vamos lutar nos limites para a alcançarmos. Pelo jogo jogado até agora, já merecíamos ter, no mínimo, mais quatro pontos.

Vamos ter pela frente um adversário moralizado, mas os jogadores que ganham milhões não devem sentir qualquer pressão.»


Manuel Machado

quarta-feira, 11 de outubro de 2006

NOMEAÇÃO



Hélio Santos, de Lisboa, vai apitar o jogo da Briosa no próximo fim-de-semana, em Paços de Ferreira.

terça-feira, 10 de outubro de 2006

"VAMOS CANTAR E FAZER-TE VENCER!"



MNTOUR85 divulga a seguinte informação:

A Mancha Negra vai efectuar a viagem a Paços de Ferreira com o nome de código: "VAMOS CANTAR E FAZER-TE VENCER!" com a respectiva Viagem + Bilhete pelo valor de apenas 12.50 euros, para assim podermos contar com a presença do maior número de Academistas e simpatizantes neste encontro de carácter importante para a nossa Briosa na luta pelo escalão principal do nosso Futebol Profissional.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a quinta até as 24H ou através dos telefones 919485361 Miguel Pedro e 936497246 Carlos Barra.

A viagem está programada para Domingo dia 15 pelas 11:15 horas, partida essa do Pavilhão Jorge Anjinho.

segunda-feira, 9 de outubro de 2006

LIVRES RIMAM COM LINO



«Antes de mais, é necessário ter muita concentração (para marcar golos através de livres directo). Concentração total, mesmo. Depois, tenho que apontar bem o local onde vou encostar o pé na bola. É preciso ter muita técnica para efectuar estes remates, porque não é fácil fazer o esférico passar por cima da barreira e não ganhar altura em demasia na zona da baliza.

Sempre treinei muito estes lances e foi óptimo ter a oportunidade de marcar alguns durante os jogos. Mas não é fácil ser o escolhido pelos treinadores, porque nas equipas por onde passei tive muitos colegas com tanta qualidade como eu para estas jogadas tão específicas.

Não é fácil mencionar especialistas na arte a cobrança deste tipo de lances porque só o Karagounis é que conseguiu marcar assim, além de mim. Mas posso garantir que na Académica existem pelo menos mais dois jogadores que batem muito bem livres directos. Estou a falar do Roberto Brum e do Sarmento.»

Lino

sábado, 7 de outubro de 2006

VITÓRIA EM MOREIRA DE CÓNEGOS



A Briosa derrotou hoje o Moreirense por 1-0, num jogo-treino realizado em Moreira de Cónegos, tendo Sarmento apontado o único golo da partida... no último minuto!

A Académica alinhou com :

Pedro Roma; Nuno Luís, Danilo, Káká e Lino; Roberto Brum, Pavlovic e Miguel Pedro; Filipe Teixeira, Sarmento e Gyano.

Jogaram ainda:

Douglas, Eduardo, Alexandre, Paulo Sérgio, Gelson, Vitor Vinha, Nuno Piloto e Dame.

quinta-feira, 5 de outubro de 2006

OS "EMPATAS" DO COSTUME



Tourizense, 1 - Académica, 1

A Briosa alinhou com:

1 Douglas 27 Nuno Luís 21 Litos 14 Medeiros 18 Vítor Vinha 8 Paulo Sérgio 32 Milos Pavlovic 77 Dame 28 Nuno Piloto 22 Sarmento 29 Gyano

2.ª parte: 15 Eduardo 25 Sonkaya 3 Danilo 4 Káká1 6 Lino 6 Roberto Brum 5 Alexandre 9 Gelson 30 Estevez 10 Filipe Teixeira 29 Gyano

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 0-1: Filipe Teixeira aos 71'1-1: Machado (de grande penalidade) aos 83'

Definitivamente, não sabemos gerir vantagens...

terça-feira, 3 de outubro de 2006

INJUSTIÇA



«Estou triste, porque toda a gente me conhece e sabe que não sou um jogador maldoso ou violento. Ontem (domingo) simplesmente dei um empurrão no Bruno Basto e ele fez um espectáculo. Já em Setúbal a minha expulsão foi injusta, por uma coisa insignificante.

Os árbitros vão muito na fita de alguns jogadores e julgam de forma inacreditável nalgumas situações.

Vejo coisas impensáveis no futebol português. Não quero, no entanto, dar importância a certas pessoas que não a merecem.»

Litos

domingo, 1 de outubro de 2006

UM PESADELO EM IMAGENS





Melhores dias virão... espero eu!

A LADAINHA DE SEMPRE...











«É difícil estar a falar com vocês nesta altura em que é preciso suportar mais um desempenho nada brilhante da Académica.
O Nacional foi mais maduro e estruturado, e leva de Coimbra os três pontos de forma meritória. Entrámos relativamente bem, fizemos um bom golo e depois poderíamos ter marcado pelo Gelson e pelo Filipe Teixeira.

O jogo seria diferente, mas o Nacional acabou por empatar numa grande penalidade. Aí, a sombra do passado reapareceu. É o quarto jogo em que temos vantagem sobre um adversário e acabámos por perdê-la. Esse factor é o que emerge nesta fase de crise.
É preocupante a incapacidade manifestada na gestão das vantagens que obtemos. Depois, as expulsões impossibilitaram qualquer reacção.

A nossa situação deve-se a múltiplos factores. Temos que reflectir seriamente sobre tudo o que nos afecta. A nossa capacidade para equilibrar a luta do meio-campo, algo decisivo, foi má, frente a uma equipa que tem jogadores de grande qualidade nessas posições. Esse foi hoje um dos factores.»

Manuel Machado

ACADÉMICA, 1 - NACIONAL, 3

Infelizmente um filme de terror já visto... há poucas jornadas atrás.

Eu sei que uma equipa com 14 jogadores novos não se constrói de um dia para o outro, eu sei que a pré-época foi decepcionante, eu sei que o treinador é novo no clube mas que é competente e sério, que Manuel Machado tem sempre dificuldades de arranque nas equipas que orienta...

...só que também sei que é inadmíssivel perder em casa com Naval e Nacional, da forma que perdemos, não ganhar ao Belenenses, mostrar uma postura vergonhosa na segunda parte dos jogos que perdemos e chegar ao fim da 5ª jornada neste lugar, sem qualquer vitória, contabilizando 3 (!) jogos em casa:

1 - FC Porto 12
2 - Naval 10
3 - Sporting 9
4 - U. Leiria 7
5 - P. Ferreira 7
6 - Sp. Braga 7
7 - Boavista 7
8 - Marítimo 7
9 - Nacional 6
10 - Belenenses 5
11 - Beira-Mar 5
12 - Benfica 4
13 - V. Setúbal 4
14 - Académica 3
15 - Aves 2
16 - E. Amadora 1

Espero sinceramente que a Direcção esteja atenta a tudo isto!

AS ESCOLHAS DE MANUEL MACHADO

Lista de convocados:

Guarda-redes:
Pedro Roma e Eduardo;

Defesas:
Litos, Lino, Sonkaya, Danilo e Medeiros;

Médios:
Alexandre, Roberto Brum, Pavlovic, Filipe Teixeira, Vítor Vinha, Miguel Pedro e Nuno Piloto;

Avançados:
Hélder Barbosa, Dame N'Doye, Gyano e Gelson.