SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

terça-feira, 3 de julho de 2007

Memória curta



A propósito de mais uma polémica gerada pelo facto de, pelo segundo ano consecutivo, se voltar a falar de um jogo "amigável" Académica-V. Guimarães, Manuel Machado veio tecer as seguintes considerações:

«O jogo vai realizar-se com toda a certeza, apesar de compreender os amargos de boca das pessoas, passados 15 anos, mas a Alemanha esteve em guerra, assim como o Japão, e nem por isso deixam de ser países, neste momento, bem relacionados com aqueles com quem estiveram em conflito. É tempo de sanar estas questões»

Numa lógica de racionalidade e de apaziguamento as palavras do nosso actual treinador até fazem algum sentido e podem ser louváveis. O problema é que ele é um convicto vitoriano que não se coibiu de opinar sobre o último acto eleitoral dos vimaranenses, mesmo sendo treinador da Briosa, um clube que tem memória e que não esquece aquilo que o "seu" Vitória há uns anos nos fez.

É um facto que muita coisa mudou, mas os clubes são os mesmos, os emblemas são os mesmos, os adeptos são os mesmos e até mesmo alguns dirigentes continuam a ser os mesmos. Por muito que se tente, certas páginas negras do passado não podem ser apagadas.

Com tantos clubes disponíveis haverá mesmo necessidade de se estar a criar potencial terreno para gerar polémica? Por que razão haveremos nós de jogar com os vimaranenses? Será que a memória de alguns é assim tão curta?

Haja bom -senso!

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home