SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Joeano




Bem tornado seja!

Excelentes notícias!

Está confirmado: Cláudio Pitbull e o nosso velho conhecido Joeano vão mesmo representar a Briosa!

Dois bons jogadores, e no caso de Joeano, um regresso que saúdo vivamente, porque deixou saudades... apesar de ter deixado Coimbra há relativamente pouco tempo!

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Filipe Teixeira permanece em Coimbra



«Para já não saio (...) O meu representante – Amaro Valente – esteve em Lisboa, reunido com dirigentes do Benfica, mas nunca ninguém ligado a esse clube falou comigo directamente.»

Filipe Teixeira (Record)

domingo, 28 de janeiro de 2007

O que falha?



Temos um dos orçamentos mais elevados da primeira liga, dispomos de um plantel equilibrado, recheado de bons jogadores, alguns deles já com bastante experiência e traquejo.

O treinador é reconhecidamente competente e um homem sério, ponderado e honesto, a massa associativa e adepta é profundamente apaixonada pelo clube, pelo que não consigo compreender os motivos pelos quais estamos a realizar uma carreira tão irregular e tão aquém daquilo que todos nós perspectivávamos no início da época.

É um facto que houve mudança de treinador, que o plantel foi profundamente remodelado, mas já passaram 16 jornadas, 2 jogos de taça e aguns particulares, pelo que é tempo suficiente para que a equipa tenha perfeitamente assimilados os métodos e a filosofia do treinador, assim como as rotinas de jogo por este implementadas.

O que falha então?

"Era uma boa oportunidade..."

«O V. Setúbal marcou e nós não. As derrotas são assim, fazem-se de golos sofridos. Era uma boa oportunidade para a Académica conseguir uma almofada pontual, até pelo resultado de Desp. Aves e Beira Mar, mas não foi possível.

Sai beneficiado o V. Setúbal que conseguiu esse objectivo. Fundamentalmente, tratou-se de uma questão de eficácia.

Quando duas equipas com os respectivos meio-campos povoados de jogadores defensivos se encaixam desta maneira, quem se adiantasse no marcador dificilmente perderia o jogo.

O V. Setúbal conseguiu um golo e depois teve o mérito de defender globalmente bem a vantagem.»

Manuel Machado

Académica, 0 - Vit.Setúbal, 1

Péssimo início de segunda volta...



1. FC Porto 40
2. Benfica 35
3. Sporting 33
4. U. Leiria 25
5. Sp. Braga 25
6. Naval 24
7. P. Ferreira 24
8. Marítimo 23
9. Nacional 21
10. Belenenses 21
11. E. Amadora 17
12. Boavista 17
13. Académica 13
14. V. Setúbal 12
15. Desp. Aves 9
16. Beira-Mar 9

Perder em casa com os setubalenses, depois de termos empatado em Setúbal, ficando assim em desvantagem face a um adversário directo na luta pela manutenção, não me parece que seja bom augúrio para as jornadas que falta disputar.

sábado, 27 de janeiro de 2007

Lista de convocados

Guarda-redes
Pedro Roma e Douglas

Defesas
Danilo, Lira, Lino, Litos, Medeiros e Sonkaya

Médios
Alexandre, Roberto Brum, Paulo Sérgio, Miguel Pedro, Nuno Piloto e Sarmento

Avançados
Gelson, Nestor, Filipe Teixeira e Gyano

quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Paulo Adriano

Ver jogadores que defenderam as nossas cores com unhas e dentes - e que foram autênticas referências do nosso plantel -, representarem agora o Vitória de Guimarães, como é o caso de Paulo Adriano, seguindo assim o exemplo de Dário, é algo que nos transmite uma sensação bastante estranha.

Opções...

É um facto sobejamente conhecido que o futebol português anda paupérrimo (como o próprio Manuel Machado há poucos dias reconheceu), que a geração de receitas é escassa, comparativamente às despesas - já que claramente se vive acima daquilo que se pode - e que existe uma série infindável de outros problemas a assolar o pontapé na bola cá do burgo: apitos dourados, "frutas", dirigentes mal preparados, pouca afluência de público aos jogos, etc, etc.

A Briosa - pese embora o peso saudável da tradição que carrega - não é, infelizmente, uma excepção neste cenário sombrio que se abateu sobre o desporto-rei, já que compete no mesmo "jogo" que os demais, onde as regras são iguais.

Por tudo isso, e sabendo nós também que a gestão de tesouraria é hoje em dia uma das tarefas mais árduas a levar a cabo num clube, não foi com surpresa que li sobre a "possível" existência de atraso no pagamento dos salários aos nossos profissionais de futebol. Um mês, para ser mais preciso. Nada de transcendente nem de grave face à conjuntura que se vive.

O que me espanta é que haja na blogosfera afecta ao nosso clube quem lance esse tipo de notícias, dando matéria para a própria comunicação social, e antecipando-se a esta. Não vou arvorar-me em juíz dos actos e opções dos demais consócios, mas confesso que me desagrada constatar que possíveis focos de desestabilização são despoletados a partir de adeptos do próprio clube.

Uma coisa é em privado criticarmos esta ou aquela opção da Direcção, este ou aquele acto de gestão, mas outra bem diferente é virmos para a praça pública - mesmo que seja a "virtual" - apregoar aos sete ventos situações menos positivas da vida do nosso clube, e dar assim numa bandeja dourada generosos trunfos aos nossos adversários.

Acrescente-se, em jeito de nota de rodapé, que essa informação de supostos salários em atraso foi hoje desmentida no jornal o JOGO, onde se pode ler - preto no branco - que "o plantel da Briosa tem os salários em dia, porque o mês de Dezembro já foi pago, na semana passada".

Opções... que não subscrevo nem perfilho.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Cláudio Pitbull



Noticia hoje o jornal Record que Cláudio Pitbull reúne as preferências de Manuel Machado, o qual até já deu à Direcção da Briosa, o aval para a contratação do brasileiro.

Pitbull, que já jogou no FC Porto, nunca escondeu querer voltar a envergar a camisola azul e branca, mesmo depois de na última temporada e meia, ter actuado, por empréstimo, num clube saudita e em dois brasileiros.

Parece que alguns já dão mesmo o negócio como consumado, como é o caso deste site.

Reforços para a segunda volta



Depois de aparentemente ter estado fora do nosso plantel, deu-se uma reviravolta em todo o processo e Pavlovic está de regresso à Académica.

A Briosa accionou mesmo a cláusula que permitia comprar o passe do internacional sérvio, pelo que vai ficar por Coimbra nas próximas duas épocas e meia.

Sílvio, avançado ex-Tourizense, clube-satélite da Briosa, também vai ficar no nosso plantel, depois de ter feito a pré-época sob orientação de Manuel Machado, o qual pediu agora o regresso do jogador.

terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Nomeação



Vasco Santos, do Porto, foi o árbitro escolhido para dirigir o nosso próximo jogo em casa, frente ao Vitória de Setúbal.

Sorteio da Taça de Portugal



Atlético-Académica

Lá vamos nós à Tapadinha nos oitavos...

Dionattan



Parece que está na moda o interesse de clubes brasileiros pelos nossos jogadores. É hoje noticiado que Dionattan está a um passo de ingressar no Fluminense.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Cachecol com bilhete



No proximo jogo da liga Bwin, a nossa mágica BRIOSA irá receber no nosso Estádio "Finibanco" a equipa do Vitória de Setúbal.

A Mancha Negra irá promover a Campanha Cachecol com Bilhete, onde cada Sócio/Simpatizante/Adepto Academista, na compra de um cachecol terá a respectiva oferta de 2 bilhetes para o sector MANCHA NEGRA (Central Nascente).

A Campanha tem como objectivo cativar e trazer os Conimbricenses ao Estádio para APOIAR a nossa Equipa.

O Valor do cachecol é de apenas 5 euros. Local de venda sede da Claque, sito Pav. Jorge Anjinho, de 3º a 6ª feira das 15 às 19horas. INFO: 936000633 / 964701787

MANCHA NEGRA

Académica-Dínamo de Bucareste



No site oficial da Briosa:

O Dínamo Bucareste, adversário do Benfica nos dezasseis-avos de final da Taça UEFA, já está Portugal para um estágio de preparação.

A formação romena aproveita a paragem de Inverno do campeonato local, o qual lidera com 13 pontos de vantagem sobre o Steaua Bucareste, e veio até ao nosso país preparar a sua metade da temporada.

Por isso mesmo, a equipa orientada por, Mircea Rednic, agendou um treino conjunto frente à Académica na próxima quinta-feira, dia 25, às 20:30 no Estádio Cidade de Coimbra.

Esta é uma oportunidade única para os sócios e simpatizante da Académica e para todos os amantes de um bom espectáculo de futebol.

A entrada é livre e estão todos convidados!

Cobiça




Do outro lado do Atlântico chegam sinais de interesse nos serviços do nosso defesa Lino, um jogador que tem estado indubitavelmente em bom plano na nossa Briosa.

Irreverência



A irreverência natural de um jovem talento. Não crucifiquemos Dame N'Doye!

domingo, 21 de janeiro de 2007

"É lamentável..."



«Espero que denunciem o que se passou aqui hoje. Na primeira expulsão existe um rigor excessivo, pois o Dame limitou-se a comemorar o golo e, no segundo amarelo, toca na bola.

A expulsão do Kaká também é ridícula e no golo do Leixões há uma carga clara do Elvis sobre o meu defesa. No plano técnico, houve uma gestão injusta para a Académica.

É lamentável que no século XXI se passem coisas que abundavam nos anos 60 e 70.»

Manuel Machado, mostrando toda a sua irritação no final do jogo de Matosinhos, pese embora a vitória por nós alcançada.

Suada... mas justa!

Leixões, 1 - Académica, 2

Num terreno tradicionalmente difícil, frente a um conjunto competentemente orientado pelo nosso velho conhecido Vítor Oliveira, a Briosa garantiu esta tarde a passagem à eliminatória seguinte da Taça de Portugal.

Manuel Machado fez alinhar de início Pedro Roma, Danilo, Kaká, Litos, Miguel Pedro, Brum, Paulo Sérgio, Alexandre, Lino, Filipe Teixeira e Dame. Jogaram ainda Gyano, Nuno Piloto e Sarmento.

Perante uma boa assistência, cerca de 7.000 espectadores, revivendo um jogo com muita tradição, Dame esteve em destaque. Pela positiva, quando aos 13 minutos fez o primeiro golo, finalizando uma jogada construída por Filipe Teixeira. Pela negativa, quando 5 minutos depois foi expulso, fruto de um segundo cartão amarelo. Na sequência, também José Eduardo Simões recebeu ordem de expulsão.

Aos 24 minutos, Miguel Pedro, em lance de contra-ataque, e aproveitando um erro do guarda-redes adversário, fez de cabeça o segundo.

No segundo tempo, o Leixões conseguiu chegar ao 1-2 e a partir daí - já que também estávamos a jogar com 10 -, foi um sufoco. Mas apesar do empenhamento dos leixonenses em procurarem o empate, os nossos jogadores revelaram grande sacifício, brio e pulmão, acabando por garantir um justo - mas muito suado e sofrido - apuramento, o que ainda dá mais sabor a esta vitória.

Nota de destaque para o ambiente de fair-play vivido entre as falanges de apoio de ambas as cores. Assim, sim!

sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Clã N'Doye

Depois de Ousmane e Dame, a vez de Philipe? Se tiver o mesmo talento que os primos, venha ele!

"Não é fácil"



Hélder Barbosa antevendo para o jornal Record, a deslocação a Matosinhos:

«Já joguei várias vezes em Matosinhos, pelas camadas jovens do FC Porto, e sei que não é fácil, naquele campo, com os adeptos adversários, jogar frente ao Leixões. Ultrapassar mais um adversário na Taça e, passo a passo, chegar à final é o objectivo.

Espero dar o meu contributo nem que seja nos dois últimos jogos da época, ainda por cima com o Sporting e na Luz.»

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Taça de Portugal



Quinta eliminatória da Taça de Portugal:

Mais uma vez voltamos à festa da Taça de Portugal, o sorteio ditou a deslocação da nossa mágica Briosa ao reduto do histórico clube de Matosinhos, o Leixões.

Estas duas equipas com nomes gravados na Taça de Portugal terão assim que disputar mais uma prova nas aspirações da prova-raínha do Futebol Português.

Os dois clubes são conhecidos pela PAIXÃO que as suas massas associativas despertam à volta do clube; assim sendo, no próximo domingo há FESTA DA TAÇA em Matosinhos, onde ir com a Mancha Negra custa somente 10 euros: viagem e Bilhete para o jogo.

A saída está programada pelas 10H00, prevendo-se uma boa jornada de convívio com os nossos Amigos ultras matosinhenses...info: 936497246 / 919485361.

MANCHA NEGRA

terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Filipe Teixeira na Luz?



Depois da grande exibição de ontem, avançam hoje alguns orgãos desportivos que Filipe Teixeira está muito perto da Luz.

Consta que Luís Filipe Vieira esteve ontem reunido com dirigentes da Académica, logo após o jogo entre ambos os clubes. Pelo que se conseguiu saber, as negociações estão a evoluír de modo positivo, falando-se ainda que no acordo serão incluídos alguns jogadores cedidos a título de empréstimo por parte dos encarnados, de modo a baixar valores.

Começa a ser tradição que cada vez que jogamos com o Benfica haja um jogador nosso a ser alvo de negociação. Depois de Marcel, será a vez de Filipe Teixeira?

Sinceramente, lamento muito que haja a possibilidade do talentoso jogador abandonar o nosso clube, até porque sempre lhe reconheci grandes qualidades futebolísticas e humanas. Mesmo que Filipe Teixeira não saia, convenhamos que todas estas notícias dificilmente não provocarão um certo desequilíbrio emocional no atleta e que o acabem por desestabilizar.

Por último, enquanto a Briosa não conseguir segurar os seus melhores jogadores e persistir em funcionar como um mero entreposto, duvido que consigamos voltar aos patamares de grandeza de tempos idos...

segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

"O primeiro golo é irregular"



«O primeiro golo é que foi relevante no sentido da atribuição da vitória do Benfica. Sofrer um golo aos dois minutos condiciona todos os nossos objectivos. O Benfica pôde depois mudar a atitude, defender atrás da linha da bola e fazer transições rápidas para o ataque.

Do jogo fica ainda uma excelente primeira parte, muito viva com jogadas de perigo nas duas balizas, intenções ofensivas e futebol rápido.

Acho que o empate era o mais justo, olhando para o desempenho das duas equipas. Sobretudo se levarmos em linha de conta que o primeiro golo é irregular.

A Académica está apenas duas posições acima da linha de água? A Académica acaba a primeira volta com cinco pontos de vantagem sobre a linha de água, isso é que é importante referir. Não é uma plataforma cómoda, mas é uma almofada que nos permite olhar para o futuro com optimismo.»

Manuel Machado (MaisFutebol)

Académica, 0 - Benfica, 2



Com um golo irregular logo nos primeiros minutos, por fora-de-jogo de Ricardo Rocha, e com uma excelente exibição de Quim na baliza do Benfica, se construiu a derrota da Briosa.

Apesar de todo o esforço e empenhamento dos nossos jogadores - com Filipe Teixeira a ser claramente o melhor em campo - a verdade é que aquele golo precoce deu mais tranquilidade ao nosso adversário... que começou assim o jogo praticamente a ganhar.

A Briosa nunca se deu por vencida, os nossos jogadores deram uma grande lição de serenidade e personalidade, mas mesmo criando vários lances de perigo, tendo-se mesmo gritado golo em algumas dessas ocasiões, para mal dos nossos pecados a bola nunca chegou a entrar na baliza dos encarnados. Já agora: Gyano e Nestor, alguém os viu?

O segundo golo dos visitantes surgiu já numa fase em que jogávamos o tudo ou nada, pelo que perder por 1 ou 2 era praticamente irrelevante.

Tirando alguma sorte e um pouco mais de traquejo por parte dos encarnados, não vi em momento algum - tal como não tinha visto em Alvalade - que o nosso adversário nos fosse superior, por forma a merecer a vitória.

Foi um bom jogo, aberto, competitivo e com grande intensidade, com oportunidades de golo em ambas as áreas, sendo que para mim o empate seria o resultado mais justo.

Agora vamos levantar a cabeça e pensar já em ganhar o próximo jogo, em casa, com o Vitória de Setúbal. Chega de maus resultados!

Estádio Cidade de Coimbra

Árbitro: Paulo Pereira (Viana do Castelo)

ACADÉMICA – Pedro Roma; Litos, Danilo (Miguel Pedro, 22 m) e Kaká; Paulo Sérgio (Nestor Alvarez, 57 m), Roberto Brum, Alexandre e Lino; Dame (Sarmento, 72 m), Gyano e Filipe Teixeira.

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Ricardo Rocha e Léo; Petit; Katsouranis (Rui Costa, 75 m), Simão e Karagounis (João Coimbra, 89 m); Nuno Gomes e Miccoli (Manú, 53 m).

Ao intervalo: 0-1

Golos: 0-1, Ricardo Rocha (2 m); 0-2, Léo (88 m).

Resultado final: 0-2

Cartão amarelo a Luisão, Manú e Alexandre.

Convidado



D. Ximenes Belo, um dos símbolos da resistência timorense à invasão indonésia, vai estar hoje presente em Coimbra, para assistir ao jogo com o Benfica.

Recorde-se que o líder religioso timorense é um adepto da Briosa, já desde os seus tempos de juventude. Um homem de bom gosto...

"Vai ser um grande jogo"



«O Benfica é uma grande equipa, experiente e uma das melhores da Europa, por isso vai ser, claro, um grande jogo.

Sou profissional, por isso, mesmo sendo feliz na Académica, gostava de jogar nas melhores equipas.»

Dame (MaisFutebol)

domingo, 14 de janeiro de 2007

LISTA DE CONVOCADOS

Pedro Roma, Eduardo, Danilo, Kaká, Medeiros, Lino, Litos, Alexandre, Roberto Brum, Paulo Sérgio, Vítor Vinha, Miguel Pedro, Sarmento, Nuno Piloto, Gyano, Nestor Alvarez, Dame e Filipe Teixeira.

"EMPATAR JÁ É BOM"

«É uma das grandes equipas do nosso país, tem ambições superiores. Apesar do favoritismo do Benfica, vamos discutir os três pontos em disputa.

Ganhar seria óptimo, mas empatar já é bom.

Temos que estar ao melhor nível, ser mais eficaz do que nos jogos anteriores e ter respeito pelo adversário.»

Manuel Machado (Record)

O nosso treinador que me desculpe, mas das duas, uma: ou não está a ser sincero, tendo um discurso para os jornais e outro para o balneário, ou então está a ser incoerente. Incoerente, porque não é assim - com tão pouca ambição - que vai mudar o tal futebol português que diz ser paupérrimo!

ROMA AMBICIOSO

«É mais um jogo contra uma equipa grande. Neste momento, fruto das boas exibições, gostaríamos de conquistar pontos: a vitória ou o empate.»

Pedro Roma (Record)

sexta-feira, 12 de janeiro de 2007

"QUALQUER DESLIZE PAGA-SE CARO"



«[Sobre o seu benfiquismo] Tenho recebido muitos telefonemas, a pedirem-me para ter calma, mas sou profissional e tenho de defender a camisola da equipa que represento com corpo e alma.

A expectativa é muito grande, até porque será o meu primeiro jogo com o Benfica. O nosso objectivo passa por uma vitória, se bem que o empate já não seria mau.
O essencial é fazermos tudo para conseguirmos os três pontos, que serão muito importantes devido à posição que ocupamos na tabela (13º lugar).

A receita para vencermos é estarmos concentrados durante os 90 minutos. Frente a equipas como o Benfica qualquer deslize-se paga-se caro.

Todos os jogadores têm abaixamentos de forma e eu reconheço que não tenho estado ao melhor nível. Mas estou a trabalhar no sentido de voltar às grandes exibições. Ainda só viram 50 por cento do meu potencial.

Quando troquei o D. Aves pela Académica, não esperava que as equipas estivessem neste momento tão próximas na tabela, mas acredito que temos condições para sair deste lugar e ambicionar outros voos.»

Miguel Pedro (MaisFutebol)

TOURIZENSE, 3 - ACADÉMICA, 0

A Briosa teve ontem um mau ensaio para o jogo com o Benfica, ao perder em Touriz por 0-3. Manuel Machado apostou em Eduardo; Danilo, Litos, Kaká, Lino e Sonkaya; Brum, Alexandre, Dame e Filipe Teixeira; Gyano.
Ao intervalo, havia um nulo no marcador.
Os golos aconteceram todos nos segundo 45 minutos, nos quais - segundo rezam as crónicas do jogo - a Briosa jogava já com todos os seus suplentes para esta partida.
Refira-se que o jovem brasileiro André, o tal que está à experiência, também alinhou na segunda parte.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

PAVLOVIC "RECAMBIADO"

Pavlovic, que esteve emprestado à Briosa, regressou hoje à Sérvia, dado que o nosso clube não exerceu o direito de opção de compra, avaliado em 200 mil euros.

Definitivamente, uma estada de pouca dura...

quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

NUNO GOMES?

Gyano:

«Quero marcar muitos mais golos.
Gosto particularmente de Nuno Gomes e espero vir a ser como ele e ter um potencial parecido.»

Ó amigo Gyano, e isso é bom? Gostos não se discutem, mas o Nuno Gomes? Com tanto avançado de qualidade que por aí anda, não arranjava uma referência melhor?

terça-feira, 9 de janeiro de 2007

"GRAU DE DIFICULDADE ELEVADO"

Manuel Machado antevendo a partida da Taça de Portugal, frente ao Leixões de Vítor Oliveira:

«Vamos defrontar o líder da Liga de Honra, uma equipa altamente moralizada por esse facto, vai jogar no seu terreno com o apoio dos seus adeptos, por isso, espera-nos um jogo de com um grau de dificuldade muito elevado».

VISITA A MATOSINHOS

Ditou há pouco o sorteio da 5ª eliminatória da Taça de Portugal que a Briosa vá a Matosinhos, defrontar o Leixões.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

AZELHICE!




Quando a azelhice é muita, a culpa é do Gyano. Pois, claro que é! É um facto que o rapaz húngaro até tem as costas largas, mas caramba, não abusem!

Haja mais juízo e seriedade em Setúbal, e deixem-se de desculpas esfarrapadas que só denotam desrespeito pelos profissionais da nossa Briosa!

EXCELENTE RESPOSTA

No meio das absurdas críticas e descabidos comentários que têm sido feitos sobre a alegada falta de fair-play por parte de Gyano, no jogo de ontem, Manuel Machado dá uma grande resposta, inclusivé ao setubalense Carlos Cardoso, arvorado em grande moralista:

«Se o objectivo, num lance deste género, é permitir a assistência rápida do ou dos jogadores que se encontram lesionados, então o Gyano fez o que devia fazer, atirou a bola fora, mas por entre os postes».

Se calhar, o senhor Cardoso deveria preocupar-se mais em treinar melhor a sua equipa e em erradicar a azelhice dos seus jogadores. Que culpa tem a Briosa que o jogador Veríssimo tenha decidido "aparvalhar" na tarde ontem? É coincidência o mesmo jogador estar envolvido em dois lances caricatos?

Haja paciência!

domingo, 7 de janeiro de 2007

VENHA O PRÓXIMO!



Académica, 2 - V.Setúbal, 1

Tarde cinzenta em Coimbra, pouco público nas bancadas (cerca de 1.700 espectadores) e jogo de Taça entre duas equipas da principal liga do futebol português.

A primeira parte revelou um jogo com alguma vivacidade, oportunidades de parte a parte, mas dois guarda-redes - Pedro Roma e Nelson - em grande destaque, conseguiram manter o nulo no marcador.

Para os segundos 45 minutos estavam prometidos os golos. Aos 55 minutos, Nelson e Veríssimo envolvem-se num lance caricato, a bola sobra para Gyano, que com toda a tranquilidade faz o primeiro golo do jogo, agradecendo tão generoso brinde.

Como o Natal foi há pouco tempo, 10 minutos depois, novo lance caricato, novamente com Veríssimo - mas desta vez com Bruno Ribeiro - e mais um presente para Gyano, o qual dilata para 2-0.

A partir daqui, a Briosa relaxou, o Setúbal teve mais espaço, tentou mais o ataque, mas mesmo assim foi novamente Gyano a desperdiçar o terceiro golo.

Os setubalenses ainda reduziram mas até final mais nada conseguiram, pelo que a Briosa segue - com toda a justiça - para a ronda seguinte da Taça de Portugal.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

"TEMOS UM CAMPEONATO PAUPÉRRIMO"



«A Taça de Portugal é a única competição alternativa ao Campeonato, tem grande prestígio, e, por isso, terá de ser encarada com toda a seriedade e empenho. Queremos dar continuidade ao nível exibicional dos últimos 5/6 jogos e adicionar a isso o rendimento que nos tem faltado por uma multiplicidade de factores.

Temos um Campeonato paupérrimo, no qual as assimetrias são cada vez mais evidentes, com os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres de época para época. Resta a Taça como alternativa interessante para as pequenas colectividades.

Penso que o actual enquadramento competitivo não contribuiu em nada para desenvolver a modalidade quer desportiva, quer financeiramente. O tecido desportivo nacional continua a ser lesado pelas últimas decisões, como a redução do número de clubes. Não digo que isso venha a ser catastrófico, mas vejo o futuro do futebol português com grande apreensão.

[sobre a redução do número de clubes] Se fosse essa a solução, então poderíamos reduzir mais ainda até termos um campeão europeu. Não me parece. O F.C. Porto ganhou a Liga dos Campeões quando tínhamos 18 clubes no Campeonato e, se reparem, quem ganha essa prova normalmente vem de países com ligas de 20 clubes.»

Manuel Machado (MaisFutebol)

À EXPERIÊNCIA

Manuel Machado vai observar a partir de hoje um central brasileiro chamado André - 19 anos -, ex-júnior do Coritiba.

Com forte compleição física, o jogador já esteve em Águeda, onde a Briosa goleou o clube local - da Série C da III Divisão – com cinco golos sem resposta, em jogo particular.

Os autores dos tentos foram Gelson, Gyano, Vítor Vinha e Danilo, tendo este bisado.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

A CAMINHO DE COIMBRA?



Alex, defesa-direito actualmente no Wolfsburgo, pretende regressar a Portugal e o reencontro com o seu ex-treinador Manuel Machado pode vir mesmo a concretizar-se.

Quanto a avançados, a vinda de Anderson Costa, do Dínamo de Zagreb, continua a ser equacionada, mas segundo o JOGO noticiou aguarda-se ainda pelas listas de dispensas de Benfica e FC Porto.

FILIPE TEIXEIRA OFERECIDO

Anuncia a Bola que o empresário de Filipe Teixeira, Amaro Valente, disponibilizou o jogador ao Benfica, num encontro que ocorreu em Lisboa.

Segundo o representante do jogador «foi feita a proposta ao Benfica, a bola está do lado deles

Recorde-se que Filipe Teixeira tem contrato com a Briosa até 2009 e uma cláusula de rescisão de 750 mil euros.

terça-feira, 2 de janeiro de 2007

NOVIDADES PARA BREVE

Neste novo ano anunciam-se mexidas no plantel do nosso clube. Douglas, Medeiros e Pavlovic deverão sair no final da temporada, enquanto Fajardo (Naval) e Anderson Costa (Dínamo Zagreb) são hipóteses, já para Janeiro.

Entretanto, a equipa regressa hoje ao trabalho, com uma sessão marcada para as 9.30 no Bolão, visando a preparação do jogo com o V. Setúbal, para a Taça de Portugal, domingo, no Estádio Cidade de Coimbra.