SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Estava reservado para nós...



Quem é que se "tramou" pelo facto de ter dado resultado a pressão do Sporting para que este senhor não apitasse o jogo de ontem na Luz, quem foi? Pois, nós!

Derrotados por Olarápio Benquerença



Académica, 0 - Sp. Braga, 1

O que é que se pode dizer de um jogo onde perdemos porque a principal figura do mesmo foi um indíviduo chamado "Olarápio" Benquerença?

Expulsar Kaká, mostrando-lhe um segundo amarelo por protestos perfeitamente aceitáveis e sonegar-nos uma grande penalidade no último minuto dos descontos, merece mais algum comentário?

Vejamos:

90'+5 - Lance muito questionável na área bracarense, com Miguel Pedro a rematar forte e a bola a bater no braço do capitão Paulo Jorge. Olegário Benquerença a 3 metros do lance, manda seguir. (RECORD)

Já nos descontos, Paulo Jorge deu mão na bola dentro da área bracarense, mas Olegário benquerença nada assinalou. (O JOGO)

Paulo Jorge defende com a mão esquerda, mas o árbitro não assinala grande penalidade contra o Braga. (MAIS FUTEBOL)

Os bracarenses estiveram, no entanto, praticamente sempre na «mó de cima», claudicando apenas na parte final, face a bom ímpeto dos «estudantes», que terminaram o jogo a reclamar grande penalidade (pretensa mão na bola de Paulo Jorge dentro da grande área). (A BOLA)

Jogando desfalcados daqueles que são os nossos três mais importantes jogadores (Filipe Teixeira, Dame e Joeano), perante um adversário que joga um futebol de barba rija à imagem do seu treinador e que luta por um lugar europeu (com os interesses e manobras que isso implica, como nós sabemos) e ainda termos um árbitro que faz questão em se tornar o elemento central do jogo, falseando o resultado, como é que podíamos ter sequer pontuado esta noite?

Estamos a fazer uma época abaixo das possibilidades do nosso plantel, muito inferior às expectativas que todos tínhamos, mas mesmo com todas estas "jogadas" sinistras de final de época vamos ficar na primeira liga! Por muito que isso vá custar a muita gente!


FICHA DO JOGO:

Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria)

Académica – Pedro Roma; Sarmento (Cláudio Pitbull, 71 m), Litos, Kaká e Vítor Vinha (Alexandre, 62 m); Miguel Pedro, Paulo Sérgio, Roberto Brum e Lino; Gelson (Medeiros, 62 m) e Gyano.
Suplentes não utilizados: Douglas, Silvio, Lira e Nestor.

Sp. Braga – Paulo Santos; Frechaut, Paulo Jorge, Rodriguez e Carlos Fernandes; Vandinho (Castanheira, 90+2 m), Madrid e João Pinto; Maciel, Zé Carlos e Wender (Cesinha, 71 m (depois Andrade, 83 m)).
Suplentes não utilizados: Dani, Nem, Chmiest e Gama.Disciplina: cartão amarelo a Carlos Fernandes (23 m), Kaká (25 e 57 m), Cesinha (72 m), Rodriguez (80 m), Paulo Jorge (82 m), Madrid (87 m);

cartão amarelo a Roberto Brum (90+5 m);
cartão vermelho a Kaká por acumulação (57 m).

domingo, 29 de abril de 2007

Académica-Sp.Braga

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Douglas

Defesas:
Káká, Lira, Litos, Lino e Medeiros

Médios:
Alexandre, Roberto Brum, Paulo Sérgio, Vítor Vinha, Miguel Pedro e Sarmento

Avançados:
Sílvio, Gyano, Cláudio Pitbull, Nestor Alvarez e Gelson

Perto da tranquilidade

Com a derrota do Beira Mar, ontem no Restelo, e esperando que o Desportivo das Aves perca hoje na Figueira da Foz, se amanhã ganharmos ao Sp. Braga, estamos com a manutenção garantida.

Ficam por disputar 3 jornadas, 9 pontos em jogo, mas estando nós numa confortável vantagem directa no confronto com avenses e aveirenses.

Também por isso, a partida de amanhã, com os bracarenses que procuram garantir um lugar europeu, ganha uma maior dimensão, em termos de importância para a definição do nosso futuro próximo.

(...)
13. Académica 25 (26 jogos)
14. V. Setúbal 20 (26 jogos)
15. Desp. Aves 19 (26 jogos)
16. Beira-Mar 19 (27 jogos)

sábado, 28 de abril de 2007

"Que a equipa dê um bom retorno"



«Espero ganhar o jogo e obter os três pontos, que podem resolver o problema da manutenção caso os nossos adversários mais directos percam as suas partidas.

Trabalhar em cima de vitórias é sempre mais agradável. O jogo contra o Beira-Mar foi um teste de fogo, mas foi bem superado.

Não prevejo facilidades porque apesar de as coisas não estarem a correr bem, o Braga é uma equipa de posição internacional e que virá a Coimbra certamente com a intenção de consolidar o seu lugar.

Com tantos jogadores de fora reduz-se o leque de opções, mas temos que achar alternativas.

Espero ainda que o Estádio Cidade de Coimbra tenha uma casa bonita em termos de assistência e a equipa dê um bom retorno ao público presente.»

Manuel Machado

Enchente no ECC














Uma grande noite em perspectiva!

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Má notícia

















O nosso artilheiro Joeano, que não defrontou ontem o Pampilhosa, vai ser sujeito nos próximos dias a mais testes físicos e médicos, estando assim em dúvida para o jogo com o Sp. Braga.

Académica derrota Pampilhosa



A Briosa derrotou na tarde de quinta-feira, no ECC, o Pampilhosa, da II Divisão Série C, por 2-0, tendo os golos sido assinados por Gelson e André (jogador à experiência).

O onze escolhido por Manuel Machado para iniciar esta partida foi:

Pedro Roma; Sarmento, Litos, Káká e Lino; Paulo Sérgio, Roberto Brum, Alexandre e Miguel Pedro; Gyano e Gelson.

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Vamos encher o ECC



A direcção da Briosa quer encher o estádio no encontro de segunda-feira, frente ao Sp.Braga, numa iniciativa em conjunto com a TBZ e a Associação Académica de Coimbra, que se insere nas comemorações dos 120 anos do nosso clube.

Assim, cada sócio com bilhete de época poderá levantar cinco convites, enquanto cada associado com cotas em dias terá direito a duas entradas.

Os estudantes da Universidade de Coimbra também estão convidados e poderão, mediante apresentação do seu cartão, levantar dois bilhetes na loja oficial da Associação Académica de Coimbra.

terça-feira, 24 de abril de 2007

Nomeação

Para apitar o Académica-Sp. Braga, foi hoje nomeado o árbitro internacional Olegário Benquerença (Leiria).

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Profissionalismo










Gyano sofreu uma lesão ao nível dos maxilares, motivo pelo qual chegou a saír do relvado de maca, tendo voltado ao jogo por já não podermos fazer mais substituições.

Segundo informações adicionais prestadas pelo nosso médico, José Barros, Gyano chegou a perder os sentido, devendo ser agora observado com maior pormenor nos Hospitais da Universidade de Coimbra, mal chegue à cidade.

Uma atitude de verdadeiro profissionalismo que deve merecer o nosso profundo respeito e agradecimento.

"Foi um resultado importante"



«Estou satisfeito com a vitória e a exibição dos jogadores. Em relação à manutenção, ainda nada está assegurado, mas está mais próxima. Foi um resultado importante. O jogo valeu, sobretudo, pela emoção e incerteza.

Estivemos melhor na primeira parte, mas soubemos controlar o ímpeto do Beira Mar na segunda metade, quando foi mais incisivo. Pela forma como as coisas estavam, via-se perfeitamente que quem marcasse um golo ganharia a partida. Felizmente, aconteceu para nós.

Agora, faltam-nos três ou quatro pontos para assegurar matematicamente a permanência e quero começar a conquistá-lo já na próxima semana, com o Sp. Braga.»

Manuel Machado

Triunfo preciosíssimo



Beira Mar, 0 - Académica, 1

Vitória preciosíssima no reduto aveirense, frente a um adversário directo na luta pela manutenção, que vinha dando sinais de recuperação. Com estes saborosos 3 pontos, demos mesmo um passo (quase) decisivo rumo à tranquilidade.

O momento-chave da partida foi o minuto 70, quando Gyano rendeu Vítor Vinha. O húngaro - jogador do qual tenho sido aqui grande crítico - foi o homem do jogo, revelando-se mesmo o grande trunfo de Manuel Machado. Três minutos após ter entrado, saiu de maca, ao chocar com um adversário, mostrando uma grande entrega e espírito de sacrifício ao regressar ao terreno quando já havíamos esgotado as substituições e acabando por ser ele próprio a definir o resultado final.

A primeira parte foi uma bela jogatana, com as duas equipas a jogarem o jogo pelo jogo, com oportunidades de golo para ambos os lados, tendo Dame e Filipe Teixeira tido nos pés a possibilidade de inaugurarem o marcador.

No segundo tempo, continuou a mesma toada de jogo, com oportunidades flagrantes de golo para as duas equipas, mas acabámos por ser mesmo nós os mais felizes, nomeadamente no tal minuto 82, quando Joeano cruzou e Gyano rematou para a... nossa tranquilidade, fazendo o primeiro e único tento do jogo.

Depois desta magnífica vitória, testemunhada por uma fantástica falange de apoio da Briosa, estamos numa situação mais confortável... mas ainda não a salvo. É bom que tenhamos essa noção.

Após uma jornada que nos foi bastante favorável, neste momento a tabela classificativa dos "aflitos" é esta:

(...)
10.º Marítimo 30
11.º Boavista 29
12.º E. Amadora 28
13.º ACADÉMICA 25
14.º V. Setúbal 20
15.º Beira Mar 19
16.º Aves 19

Continuo a achar que esta equipa, este plantel, esta instituição e estes adeptos mereciam uma época bem melhor, não tão sofrida como tem teimosamente sido, mas como neste momento as lamentações não nos servem de grande coisa, resta-nos contentar com o triunfo desta noite.

Força BRIOOOOOOOOSA!

domingo, 22 de abril de 2007

Beira Mar-Académica

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Eduardo

Defesas:
Káká, Medeiros, Lino e Litos

Médios:
Roberto Brum, Alexandre, Paulo Sérgio, Filipe Teixeira, Vítor Vinha, Miguel Pedro e Sarmento

Avançados:
Gelson, Gyano, Dame, Sílvio e Joeano.

sábado, 21 de abril de 2007

"Abstenho-me de jogos de bastidores"




«Não há jogos de vida ou de morte. O futebol é um desporto e esses vocábulos não são adequados. Abstenho-me de jogos de bastidores.

O futebol é um desporto de fair-play e não acredito noutros argumentos que não o jogo dentro das quatro linhas. Todos os outros não os considero válidos.

Não vamos alterar grande coisa. Será uma equipa de continuidade. Nesta altura do campeonato, há pouco a mexer.»

Manuel Machado

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Notícias do "estaleiro"

Joeano recuperou da mialgia e já treinou esta manhã no Bolão. Manuel Machado poderá também contar com Gyano no decisivo jogo de Aveiro.

Cláudio Pitbull (microrrotura na coxa esquerda), Pavlovic, Hélder Barbosa e Nuno Piloto, são ainda cartas fora do baralho.

Pré-época na Tocha



A Briosa já escolheu o local onde irá realizar o estágio pré-competitivo para a próxima época. A escolha recaiu no recém-inaugurado (tem dois meses) Complexo Desportivo da Tocha, vila do concelho de Cantanhede, situada a menos de 40 quilómetros de Coimbra.

O novo complexo tem dois relvados, um dele sintético, de última geração, bancada coberta para mil pessoas e pista de atletismo.

terça-feira, 17 de abril de 2007

Pedro Proença em Aveiro



Pedro Proença (Lisboa) foi o árbitro escolhido para apitar o "decisivo" Beira-Mar-Académica, do próximo fim-de-semana.

domingo, 15 de abril de 2007

Difícil, muito difícil...

Nesta situação:

13. Académica 22
14. Beira-Mar 19
15. V. Setúbal 19
16. Desp. Aves 19

E com este calendário:

Beira-Mar - Académica
Académica - Sp. Braga
Marítimo - Académica
Académica - Sporting
Benfica - Académica

...só o académico mais inconsciente é que pode estar optimista!

Não quero acreditar que vamos ser despromovidos, mas se tal vier a acontecer será apenas e só por CULPA PRÓPRIA! Não há que pôr paninhos quentes.

Acordámos tarde



Académica, 1 - FC Porto, 2

Que me desculpem os académicos mais puristas mas não gostei da Briosa que esta noite vi defrontar o FC Porto. Por muita paixão e boa-vontade que tenha, fiquei tremendamente desiludido.

É certo que defrontávamos o líder da liga e o mais forte candidato a vencer a mesma, mas é precisamente neste tipo de jogos que os nossos jogadores devem mostrar toda a motivação e aproveitar o facto de jogarem perante um adversário que joga aberto.

Vi jogadores demasiado macios, nervosos, com pouco discernimento na construção dos lances, e exceptuando Filipe Teixeira (como é hábito...), Kaká e Lino, nenhum outro elemento esteve à altura.

Fomos dominados, ficámos completamente atordoados com a entrada fortíssima do FC Porto, não conseguíamos saír do colete de forças e só não fomos para intervalo em desvantagem mais dilatada do que o 1-0 (golo de Bruno Alves) porque felizmente existem... os postes.

No segundo tempo, Manuel Machado passou o 4x4x2, para 4x3x3, Brum entrou para o lugar de Gyano (uma nulidade) e isso criou mais dificuldades ao nosso adversário.

Mas como essa melhoria não nos fazia chegar ao empate, foi o FC Porto que aproveitou, com Adriano aos 70 minutos a assinar o 2-0.

Aos 75 minutos, na marcação da grande penalidade, Lino relançou o encontro, parecia que podíamos pensar em algo mais, mas já era tarde.

Constatação: não vencemos em casa há QUATRO MESES E MEIO, somámos a 13ª derrota, temos um calendário tremendo e a luta pela permanência ainda nos vai fazer sofrer... e muito.

sexta-feira, 13 de abril de 2007

Académica-FC Porto

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Douglas;

Defesas:
Sarmento, Medeiros, Kaká, Litos, Lino e Vítor Vinha;

Médios:
Paulo Sérgio, Alexandre, Roberto Brum, Miguel Pedro, Dame e Filipe Teixeira;

Avançados:
Cláudio Pitbull, Gyano, Gelson, Joeano e Sílvio.

quinta-feira, 12 de abril de 2007

Dois anos




Ainda não me tinha apercebido mas faz este mês dois anos que me iniciei nesta aventura blogosférica. Como o tempo passa...

Têm sido muitas horas, minutos e segundos de tempo dedicado a este humilde espaço, um dos menos notórios na blogos afecta à nossa querida Briosa, é um facto, mas difícil seria fazer melhor devido à elevadíssima qualidade da mesma. Na minha opinião, e sem qualquer favor ou facciocismo, temos mesmo dos melhores blogues clubísticos deste país, os quais acabam por ser uma excelente alternativa ao site oficial do clube, o qual não revela - infelizmente - o dinamismo que se desejaria.

Aqui, no SEMPRE BRIOSA, tenho procurado acima de tudo, dar um testemunho da forma como vivencio a minha paixão pela Briosa, ainda por cima à distância, e em simultâneo, tenho tentado ser um veículo de informação de factos relevantes da vida do nosso clube, porque sei que há quem seja académico, viva no estrangeiro e aqui vem, procurando informação.

Não optei, de modo claro e consciente, pela via da polémica, a qual acaba por ser tão legítima como outra qualquer, para manifestar a minha visão sobre a vida e as incidências da nossa Instituição, mas confesso que por vezes me desagrada - e sobre isso, tenho aqui escrito frequentemente - o clima de guerrilha em que se tem caído, quando facções afectas a diferentes sensibilidades ou correntes de opinião se degladiam, recorrendo com frequência ao insulto e à calúnia fácil.

No que a mim diz respeito, tal como tenho feito até agora, vou continuar a fazer questão de permanecer fiel à única facção que conheço: a Associação Académica de Coimbra!

De qualquer forma, não quero deixar de partilhar convosco que tem sido um enorme prazer manter este espaço vivo e, como é óbvio e justo, tenho de agradecer a todos aqueles que nestes dois últimos anos, me deram a honra da sua visita, comentário ou link.

Por tudo isso e por partilharem a paixão pela Briosa, bem hajam e

SEMPRE BRIOSA!!

"Dos fracos não reza a História"



Liga Bwin.com
Académica x F.C.Porto
14.04.2007 pelas 21:15

Estádio Cidade Coimbra

A nossa Briosa disputa no próximo Sábado mais um encontro verdadeiramente importante (nas nossas aspirações), defrontando o Campeão e Líder nacional, em encontro a contar para a 25ª jornada da Bwin Liga.


Assim, e devido à nossa classificação no 13º lugar da liga principal do futebol português, apelamos a TODOS a comparência para o APOIO à nossa equipa, neste ciclo de jogos complicados e difíceis, pois: "dos Fracos não reza a História, e nós acreditamos SEMPRE".

A Organização da Mancha Negra, está a preparar uma Mega coreografia para o apoio a nossa mágica Briosa, e assim, solicitamos a ajuda de todos no Sábado para demonstrarmos juntos, a nossa fé.
A concentração está agendada pelas 20 horas junto ao Girasolum.

+info: sede da claque 3º a 6º das 15h às 19h.


(recebido via e-mail)

Renovação



«Será anunciada em breve a renovação com o treinador Manuel Machado. Está confirmada a sua continuidade à frente da equipa.»

José Eduardo Simões

Soltas na comunicação social

Sobre a Assembleia Geral:

O passivo geral da Académica é de cerca de 8,5 milhões de euros, tendo conhecido uma redução de 30 % no primeiro semestre da época corrente.

Os números, constantes do relatório e contas, foram divulgados na assembleia geral de associados realizada ontem à noite no Estádio Cidade de Coimbra. Confirmando-se as receitas previstas, o passivo será reduzido para 4,5 milhões.

Ficou também a saber-se que será a empresa A. Baptista de Almeida, Lda, a concluir o edifício da Academia Briosa XXI.

terça-feira, 10 de abril de 2007

Não esquecer!



ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS
Quarta-feira Dia 11 de Abril

Realiza-se amanhã, dia 11 de Abril, uma Assembleia Geral de Associados da Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol, em sessão ordinária, pelas 20 horas, no Auditório do Estádio Cidade de Coimbra.

A Assembleia Geral terá a seguinte Ordem de Trabalhos:

1. Apreciação do Relatório e Contas do 2º semestre de 2006, correspondente à Época Desportiva 2006/2007.
2. Academia Briosa XXI – Conclusão e Financiamento.
3. Apreciação e votação da Proposta de renumeração dos Associados.
4. Informações

Todos ao Cidade de Coimbra!

Antevendo-se uma onda azul e branca no nosso próximo jogo, faço aqui um apelo para que não deixemos o nosso adversário "jogar em casa".

Vamos lá deixar o conforto do sofá para estarmos em força nas bancadas a gritar a plenos pulmões pela nossa BRIOSA!

"Precisamos deste resultado"



«São muitos os amigos que tenho lá [FC Porto]. O Pepe, por exemplo. É uma pena ter-se lesionado. Mas há mais: o Vítor Baia, o Ibson e para o fim guardei o Anderson. Jogámos juntos quando passei pelo sul do Brasil e gostava de trocar de camisola com ele no final do encontro. É um bom menino, com muita cabeça, que ainda vai dar grandes alegrias aos adeptos do F. C. Porto. Ele tem grandes qualidades, passou por todas as selecções jovens do Brasil e, logo, logo, vai chegar à selecção principal. Costumamos falar pelo telefone. Quando ele esteve lesionado, era muito frequente.

Sinto um grande respeito pelo F. C. Porto, mas agora defendo as cores da Académica e precisamos deste resultado para nos podermos manter na Liga. O futebol é assim mesmo. É uma situação complicada. Torço por eles, quero que sejam campeões, mas vou trabalhar pelo meu clube, com todo o profissionalismo, e se surgir a oportunidade de fazer um golo não hesitarei.

[Se marcar] Nem me passou tal coisa pela cabeça ainda. É uma questão do momento. Não posso dizer que vou fazer uma festa e depois não faço ou vice-versa. Isso é secundário. O importante é ajudar a Académica da melhor forma possível.

O nosso objectivo é pontuar e sair desta situação desconfortável, até porque a distância para os adversários abaixo de nós começa a diminuir. Conseguirmos os três pontos irá deixar-nos seguramente mais aliviados e mais longe da zona de perigo.»

Cláudio Pitbull

sábado, 7 de abril de 2007

"Jogo prestigiante..."



«Foi um jogo prestigiante para a modalidade. Não é frequente haver jogos assim no futebol português, e mostra a ambição das duas equipas.

A divisão de pontos premeia o trabalho das duas equipas. Marcámos num lance algo fortuito, mas depois cometemos erros na área e sofremos dois golos.

Na segunda parte corremos riscos e fomos premiados, mas acabámos por sofrer um golo de grande penalidade.»


Manuel Machado

Do mal o menos



Estrela da Amadora, 3 - Académica, 3

Jogo cheio de emoção, vivacidade e com muita incerteza no marcador até ao apito final.

A Briosa começou muito bem, com Pitbull a marcar logo aos 3 minutos, aproveitando com mestria e oportunidade um erro defensivo amadorense.

A nossa vantagem vigorou durante 24 minutos, já que aos 27 minutos, o Estrela empatou através de Anselmo.

Depois de Lino ter desperdiçado a oportunidade para fazer o 1-2, levando a bola a embater no poste de Paulo Lopes, seriam os da casa a chegar à vantagem aos 43 minutos, com Dário (pois...) a bater de cabeça o ex-colega Pedro Roma.

Louve-se a excelente entrada da Briosa no segundo tempo, chegando à igualdade aos 55 minutos, com Joeano a corresponder, de cabeça, a um canto marcado por Lino.

10 minutos depois veio a ilusão de que podíamos amealhar os preciosos 3 pontos, quando Lino voltou a bater um canto... e Joeano repetiu a proeza: 2-3!

Infelizmente aos 67 minutos, através da marcação de uma grande penalidade, Jaime acabou por fazer o resultado final, o qual acaba por ser justo, já que foi uma excelente partida de futebol, na qual ambas as equipas procuraram chegar à vitória, acabando este ponto por ser o menos mau

Ficha de Jogo

Equipas:

E.AMADORA - Paulo Lopes, Rui Duarte, José Fonte, Amoreirinha, Edu Silva, Daniel ( Luís Loureiro, 69), Marco Paulo, Tiago Gomes, Jaime (Jones, 83), Anselmo (Moses, 60) e Dário
Treinador: Daúto Faquirá


ACADÉMICA - Pedro Roma, Sarmento (Joeano, 38), Litos, Medeiros, Lino, Paulo Sérgio, Alexandre (Danilo, 46), Nuno Piloto (Gyano, 46), Filipe Teixeira, Dame e Claúdio Pitbull.
Treinador: Manuel Machado


Golos: 0-1, Pitbull (3); 1-1, Anselmo (27); 2-1, Dário (43); 2-2, Joeano (55); 2-3, Joeano (65), 3-3, Jaime (67 gp)

Árbitro: Rui Silva (Vila Real).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para José Fonte (23), Sarmento (28), Dame (31), Marco Paulo (53 e 84), Amoreirinha (65), Paulo Sérgio (66), Jaime (70), Tiago Gomes (73), Gyano (82), Jones (88), Rui Duarte (90+1). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Marco Paulo (84)

sexta-feira, 6 de abril de 2007

E. Amadora-Académica

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Eduardo.

Defesas:
Danilo, Medeiros, Lino e Litos.

Médios:
Alexandre, Paulo Sérgio, Filipe Teixeira, Vítor Vinha, Miguel Pedro, Sarmento e Nuno Piloto.

Avançados:
Joeano, Gelson, Gyano, Dame e Cláudio Pitbull.

domingo, 1 de abril de 2007

"Há pessoas apostadas em desestabilizar"



«Ainda hoje, dia de jogo, foi anunciado mais um candidato à presidência do clube. Antes disso, falou-se do Dauto Faquirá para treinador e mais não sei quê. Algumas pessoas, que se dizem coimbrãs e academistas, em vez de estarem caladas e ajudarem a equipa com tranquilidade, parecem estar apostadas em fazer tudo para desestabilizar.

Acrescentámos um ponto ao nosso pecúlio e isso é positivo. É verdade que um nosso adversário [V. Setúbal] ganhou, mas as questões classificativas vêem-se no final do Campeonato. Os balancetes valem o que valem.

Este jogo, não tendo sido um primor, mostrou por que vale a pena vir ao futebol, pelo espectáculo, por ter sido uma partida aberta e com muitas oportunidades. A primeira parte foi mais cerebral e equilibrada, já a segunda ficou marcada por uma decisão ridícula da parte de quem deve ajuizar os lances.

Quando o Kaká faz a falta, o Litos estava no enfiamento da jogada, pronto a fazer a cobertura e, nestas circunstâncias, a lei determina cartão amarelo. Houve uma leitura levada ao extremo da parte do árbitro. Apesar disso, o segundo tempo mostrou uma Académica mais eficaz em todos os aspectos, que não se encolheu, criou vários momentos para marcar e, apesar de aceitar o resultado, se alguma equipa deveria ter sido premiada com os três pontos, era a nossa.»

Manuel Machado

Ó meu caro, Manuel Machado, estando de acordo com as suas queixas e lamentos, também lhe pergunto como é que o meu amigo classificaria a sua postura ao decidir apoiar publicamente um candidato a presidente de um clube - no caso o Vitória de Guimarães - no qual não está neste momento a trabalhar?

A marcar passo...



Académica, 0 - União de Leiria, 0

E ainda não foi desta que voltámos a saborear uma vitória.

Frente a uma equipa que perdeu o seu treinador há 2 dias, e que por isso podia acusar alguma intranquilidade, a Briosa teve em Pitbull o jogador mais esforçado nos primeiros 45 minutos, período no qual nenhuma equipa se conseguiu impôr, havendo alguns lances de perigo de parte a parte.

Com o nulo no marcador se foi para intervalo, quiçá castigando a nossa eficácia no momento de finalizar.

Logo no início do segundo tempo, registo para a expulsão de Kaká por ter derrubado Harison, o qual perigosamente se isolava. É óbvio que este facto condicionou a nossa estratégia para o segundo tempo e em nada ajudou a que conseguíssemos alcançar o nosso objectivo. Manuel Machado fez recuar Paulo Sérgio, tirando ainda Joeano para pôr Medeiros em campo. Demasiado prudente e conservador?

A verdade é que a partir do momento em que passámos a jogar com 10, paradoxalmente o nosso jogo fluiu, passou a ser uma partida mais aberta e os lances de perigo passaram a suceder-se, ora de Dame ora de Filipe Teixeira. O problema foi que estas nossa duas jóias da coroa estavam em tarde de desinspiração final, pelo que a bola não entrou na baliza leiriense, por muita construção ofensiva que tenhamos feito.

Até final nada mais houve de relevante, exceptuando uma nota de registo para o minuto 80, quando Sílvio substituiu Pitbull, estreando-se assim com a nossa maravilhosa camisola.

Injustiça no 0-0 final? Certamente... mas isso não explica tudo.

Nulo no marcador, mais dois pontos perdidos, sexto jogo consecutivo sem ganhar em casa, e último golo marcado a 10 de Dezembro, por Gyano, frente ao Marítimo.

Apesar de tudo, é caso para dizer que este está a ser um campeonato muito simpático para as nossas cores, porque com este desempenho não estarmos num dos dois últimos lugares, é algo de transcendente!

Ficha do Jogo

Equipas:

ACADÉMICA - Pedro Roma e Lino, Kaká, Litos, Sarmento; Paulo Sérgio, Roberto Brum, Filipe Teixeira e Dame (Miguel Pedro, 88); Cláudio Pitbull (Sílvio, 80) e Joeano (Medeiros, 55).

Suplentes: Douglas, Medeiros, Vítor Vinha, Nuno Piloto, Miguel Pedro, Sílvio e Gyano.

UNIÃO DE LEIRIA - Fernando; Laranjeiro, Marcos António, Renato e Éder; Paulo Gomes, Touré (Alhandra, 60), Ivanildo (N´Gal, 61) e Hugo Faria; Harison (Paulo Machado, 83) e Paulo César.

Suplentes: Bruno Vale, Alhandra, Kata, Valdomiro, Paulo Machado, N´Gal e Slusarski. Árbitro:

Artur Soares Dias (Porto).