SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Empate justo, mas...

... a haver um vencedor, teria que ser a Briosa.

Boavista, 0 - Académica, 0

Mostrámos mais garra, empenhamento, a equipa já jogou mais solta, com outra alegria, mas é um facto que ainda há muito trabalho para ser feito e vários aspectos a merecerem correcção.

Fica no entanto a boa exibição da segunda parte, já que nesse período só a Briosa procurou atacar, e mesmo que tenhamos sentido alguns calafrios, creio que deixámos melhor imagem do que a equipa da casa.

Nota de relevo para Miguel Pedro - que rendeu Fofana - que se mostrou muito esforçado, tendo procurado dar maior dinâmica aos lances ofensivos da nossa Académica.

Acredito que após a vitória frente ao Paços e este empate no tradicionalmente difícil Bessa, a equipa vai prosseguir o seu trajecto de melhoria e dar muitas alegrias à dedicada massa associativa.



Estádio do Bessa, no Porto
Árbitro: Lucílio Baptista (AF Setúbal)

BOAVISTA
Carlos; Rissut, Ricardo Silva, Marcelão e Moisés; Diakité, Essame (Gilberto, 46 m) e Jorge Ribeiro; Zé Kalanga, Bangoura (Hugo Monteiro, 78 m) e Mateus (Ivan, 68 m).

Suplentes não utilizados: Jehle, Bruno Pinheiro, Gajic e Fary.

ACADÉMICA
Pedro Roma; Pedro Costa, Orlando, Kaká e Vítor Vinha; Tiero (Cris, 46 m), Paulo Sérgio e N’Doye; Fofana (Miguel Pedro, 46 m), Joeano (Lito, 74 m) e Hélder Barbosa.

Suplentes não utilizados: Ricardo, Litos, Pavlovic e Vouho.

Disciplina: cartão amarelo a Ivan (86 m), N’Doye (88 m) e Marcelão (90+2 m).

Etiquetas:

domingo, 23 de setembro de 2007

Boavista-Académica

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Ricardo;

Defesas:
Pedro Costa, Markus Berger, Kaká, Litos, Orlando e Vítor Vinha;

Médios:
Pavlovic, Paulo Sérgio, Cris, Miguel Pedro, Tiero, N’Doye, Fofana, Hélder Barbosa, Lito e Ivanildo;

Avançados:
Joeano e Vouho.

Etiquetas:

domingo, 16 de setembro de 2007

Paciência surte efeito

Académica, 1 - Paços de Ferreira, 0

Finaaaaaaaaaaaaaalmente!
Nove (!) meses de jejum de vitórias caseiras e logo na estreia de Domingos ao comando da nossa equipa, surge o tão ansiado triunfo, sendo também o primeiro neste campeonato, e frente ao "europeu" Paços de Ferreira.

Num jogo dominado pela Briosa foi preciso algum sofrimento e muita paciência para que Hélder Barbosa, aos 86 minutos, fizesse o golo que nos deu estes três saborosos pontinhos, numa jogada de classe em que pegou na bola, ultrapassou alguns adversários, só parando na baliza contrária. Acrescente-se que Barbosa só entrou em campo aos 60 minutos, rendendo Ivanildo.

A Briosa lutou mais, criou mais perigo, mostrou-se mais solta e alegre, e mesmo tendo sido um jogo algo cinzento, acaba por ser um resultado justíssimo, porque só uma equipa procurou a vitória. Pena que ainda falte algo na nossa finalização.

Que este seja o primeiro de muitos triunfos e que funcione como um importante tónico para as 26 jornadas que aí vêm.



Estádio Cidade de Coimbra.
Árbitro: Pedro Proença (Lisboa).

ACADÉMICA
Pedro Roma; Pedro Costa, Orlando, Káká e Victor Vinha; Orlando, Paulo Sérgio, Miguel Pedro (Cris, 70) e Fofana; Ivanildo (Hélder Barbosa, 60), Tiero e Vouho (Joeano, 54).

Suplentes: Ricardo, Joeano, Berger, Hélder Barbosa, Lito, Cris e N´Doye.

Golo: Hélder Barbosa


PAÇOS DE FERREIRA
Peçanha; Mangualde, Rovérsio, Luiz Carlos e Chico Silva (Ferreira, 82); Filipe Anunciação, Dedé, Fernando Pilar e Edson; Cristiano (Renato Queirós, 71) e Márcio Carioca (Ricardinho, 50).

Suplentes: Coelho, Pedrinha, Edson, Renato Queirós, Ricardinho, Ferreira e Tiago Valente.

Etiquetas:

sábado, 15 de setembro de 2007

Académica-Paços

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Ricardo;

Defesas:
Kaká, Markus Berger, Orlando, Vítor Vinha e Pedro Costa;

Médios:
Cris, Paulo Sérgio, Miguel Pedro, Fofana, Ivanildo, Nuno Piloto, Tiero e N'Doye;

Avançados:
Lito, Hélder Barbosa, Joeano, Vouho e Gyano.

Etiquetas:

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Domingos promete melhor futebol



Domingos Paciência:

«As primeiras impressões do clube são boas, mas há algo mais importante do que as condições: é preciso ter o apoio dos adeptos e, em conjunto, poderemos sair desta situação. Coimbra merece uma equipa ganhadora e merece também que as pessoas tenham prazer em vê-la jogar e ganhar.
É isso que vou tentar fazer.

Venho para Coimbra decidido a quebrar o jejum de vitórias em casa (nove meses) e ganhar muitas vezes. Quem está no último lugar só pode pensar em sair dali. É cedo para almejar outra coisa.

Os jogadores estão concentrados, motivados e querem ganhar o jogo de domingo. Só as vitórias permitem ganhar moral.»

Etiquetas:

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Grandes novidades!!!!!!!



Após ausência de uns dias no estrangeiro, sem acesso a internet ou jornais portugueses, eis que regresso hoje e deparo-me com a notícia de que Manuel Machado já não é treinador da Briosa (finalmente!!!!!!), sucedendo-lhe Domingos Paciência.

Sendo um dos nomes que aqui logo sugeri no passado dia 2 de Setembro, fico satisfeito com a escolha, esperando que Domingos faça um bom trabalho em Coimbra e que consolide o potencial que mostrou em Leiria, mas que João Bartolomeu não soube aproveitar nem apoiar.

Boa sorte, Domingos! Boa sorte, Briosa!

Etiquetas:

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Até quando?


Etiquetas:

terça-feira, 4 de setembro de 2007

Procura-se um onze...



Etiquetas:

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

É esta a Académica que queremos e pela qual lutamos?

Último lugar na tabela classificativa;
Pior defesa da prova;
Um estádio cada vez mais vazio;
Uma massa simpatizante e adepta descrente, desanimada e revoltada;
Um grupo de futebolistas apáticos, sem alegria e desmotivados;
Um treinador com um discurso hermético, estéril e com evidentes dificuldades em mobilizar a equipa;
Um presidente cada vez mais autista, teimoso e distante.

Até quando?

Etiquetas:

domingo, 2 de setembro de 2007

Chega de professores, queremos treinadores a sério!



Enquanto bons treinadores - experientes ou com grande potencial - estão desempregados, outros andam a "fingir" que sabem treinar, gabando-se do pomposo epíteto de "professores".

P.S.: até Fernando Santos conseguiria ser mais disciplinador do que Machado...

Etiquetas:

Basta!!!!!!!!!!!!!!!!!!!














1. Marítimo -> 9
2. FC Porto -> 6 (menos 1 jogo)
3. Sp. Braga -> 6
4. E. Amadora -> 4
5. V. Guimarães -> 3
6. V. Setúbal -> 3
7. Leixões -> 3
8. Sporting -> 3 (menos 1 jogo)
9. Boavista -> 2
10. U. Leiria -> 2 (menos 1 jogo)
11. P. Ferreira -> 2
12. Benfica -> 2 (menos 1 jogo)
13. Nacional -> 2 (menos 1 jogo)
14. Naval -> 2
15. Belenenses -> 1 (menos 1 jogo)
16. Académica -> 1

Etiquetas:

3 jogos, 1 ponto

Marítimo, 2 - Académica, 0

Hoje tínhamos a espinhosa tarefa de defrontar um dos líderes da primeira liga (dado pouco importante ao fim de apenas 2 jornadas), mas também uma das equipas que melhor se reforçou e que tem mostrado um futebol bastante consistente.

Como parece que tudo o que é mau nos tem que acontecer, logo aos 3 minutos já estávamos em desvantagem. Pura jogada de rápido contra-ataque e Makukula a fazer o 1-0. Passados 4 minutos, o mesmo Makukula recebeu ordem de expulsão, por acumulação de cartões amarelos, e isso, em teoria, dar-nos-ia mais alento. Puro engano! O primeiro remate à baliza do Marítimo aconteceu apenas ao minuto 44 (!), sendo Tiero o seu autor. Muito pouco para uma equipa que tinha a obrigação de tudo fazer em busca do empate.

Na segunda parte nada de relevante aconteceu, exceptuando alguns bons pormenores de Peralta numa Briosa um pouco mais afoita mas inconsequente, até aparecer o balde de água fria nas nossas aspirações, quando Bruno fez o 2-0, na marcação de um livre directo. A partir daí, a pouca Briosa que se vira em campo, baixou definitivamente os braços. Nem da vantagem numérica soubemos beneficiar...

Ao fim de 3 jornadas, pese embora o calendário nos ter reservado duas deslocações difíceis (Alvalade e Funchal), a verdade é que estamos com 1 empate e 2 derrotas, e apenas 1 ponto. 2 golos marcados e 7 sofridos. Mas mais do que estes números o que me preocupa é a atitude da equipa. Inenarrável.


Pelo que tenho visto e lido, posso dizer com algum realismo que ao fim de 3 jornadas, atendendo ao futebol produzido, somos a equipa mais fraca desta primeira liga, a par do Boavista e Naval. É duro de escrever (e de ler) mas é a realidade. Não vale a pena criarmos ilusões. Detesto ser arauto da desgraça mas assim não vamos a lado nenhum. Ou se formos... é a caminho da liga Vitalis.

Manuel Machado que me desculpe mas já não tem condições para continuar à frente da equipa. Não consegue incutir um pingo de dinâmica, garra ou motivação. O futebol é taciturno e desgarrado, os jogadores arrastam-se e os adeptos desesperam. É ingrato despedir o treinador? É! Há outra alternativa? Não! Manuel Machado teve tempo suficiente para pôr a equipa a jogar bom futebol? Sim! Ainda podemos recuperar e fazer uma boa época? Sim!



Estádio dos Barreiros, no Funchal
Árbitro: Paulo Costa (Porto)

MARÍTIMO
Marcos; Ricardo Esteves, Van der Linden, Ediglê e Evaldo; Olberdam, Bruno, Fábio Felicio e Marcinho; Makukula e Kanu.

Suplentes: Marcelo Boeck, Edder Perez, Márcio Mossoró, Fernando, Wênio, Luís Olim e Briguel.
Treinador: Sebastião Lazaroni


ACADÉMICA
Pedro Roma; Sarmento (Joeano), Berger, Kaká e Cris; Paulo Sérgio (Tiero) e Pavlovic; Lito, Vouho (Peralta) e Hélder Barbosa; Fofana.

Suplentes: Ricardo, Joeano, Miguel Pedro, Orlando, Gyano, Tiero e Peralta.
Treinador: Manuel Machado

Golos: Makukula e Bruno.

Etiquetas: