SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 22 de dezembro de 2007

Exibição na segunda parte fez a diferença



Domingos Paciência:

«O resultado é justo pela qualidade de jogo que apresentámos na segunda parte. A primeira metade foi, na minha opinião, pouco conseguida de parte a parte, mas, na etapa complementar, já tivemos mais posse de bola e conseguimos fazer quatro a cinco passes consecutivos. Fizemos o golo e ainda tivemos outras situações para marcar.

Continuo a passar a mesma mensagem aos meus jogadores: acreditem nas suas capacidade para serem cada vez melhores e atingirem os seus objectivos. Como é evidente, é sempre bom trabalhar após uma vitória, como aconteceu esta semana, e agora veio outra que nos ajudará a ter mais confiança.

A classificação, este ano, está mais equilibrada, as equipas estão muito juntas e não vai ser como na última época em que houve logo duas formações que ficaram para trás, com um fosse muito grande. Vai ser mais complicado.»

Etiquetas:

Fiéis à tradição

Naval, 0 - Académica, 1



Vitória na Figueira da Foz, segundo triunfo consecutivo e manutenção da bela tradição de ganharmos na casa dos nossos vizinhos.

Cris voltou a ser decisivo, tal como havia sido na última jornada, sendo que o seu golo aos 48 minutos nos valeu uns preciosos 3 pontos. Cris que até se lesionou, tendo sido substituido perto do final da partida.

A Briosa vinha dando boas indicações mas não conseguia aliar a exibições relativamente bem conseguidas a desejável eficácia, algo que finalmente começa a ser alcançado com 6 pontos amealhados nos últimos 2 jogos.

Com esta vitória até o Natal vai ser mais festivo...


Cris novamente decisivo

Estádio José Bento Pessoa, na Figueira da Foz
Árbitro: João Vilas Boas (Braga)

NAVAL

Wilson Júnior; Mário Sérgio, Paulão, Diego Ângelo e China; Godemeche, Delfim e Dudu; Marcelinho, Elivelton e João Ribeiro.

Suplentes: Taborda, Fabrício Lopes, Delfim, Bruno Lazaroni, Eanes, Hugo Santos e Davide.

Treinador: Ulisses Morais

ACADÉMICA

Pedro Roma; Nuno Piloto, Orlando, Kaká e Vítor Vinha; Pavlovic, Cris (Miguel Pedro) e Tiero; Hélder Barbosa (Gyano), Lito e Ivanildo (Paulo Sérgio).

Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Joeano, Fofana e Litos.

Treinador:Domingos Paciência

Golo: Cris.

Etiquetas:

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Jogo difícil

Domingos Paciência:

«Estamos próximos do E. Amadora, do Nacional, apenas com dois pontos de diferença, e estas equipas vão jogar com grandes, por isso esperamos conseguirmos aproximarmo-nos deles.

Não teremos uma tarefa fácil porque a Naval tem uma boa equipa e conseguiu fazer uma boa recuperação. Sabemos que é uma equipa forte e também vai querer fechar o ano de boa forma, por isso temos que nos concentrar em anular as suas jogadas.

É bom dar continuidade ao passado, mas não há jogos iguais e o de sábado será difícil.»

Etiquetas:

domingo, 16 de dezembro de 2007

Persistência



Domingos Paciência:

«Como tenho vindo a dizer, esta equipa precisava de ganhar para que os jogadores comecem cada vez mais a acreditar neles próprios. Esta foi a vitória da persistência, de uma Académica que acreditou até ao fim, embora com um jogo não tão bem conseguido como nos últimos, mas foi um triunfo justo porque fomos a equipa que mais procurou os três pontos.

Nem sempre o fizemos da melhor forma, contudo, foi um justo prémio para os meus jogadores. Esta equipa sabe que terá de sofrer muito até ao fim do Campeonato, terá de fazer muitas vezes aquilo que fez hoje: acreditar, impor o ritmo de jogo, e não ter medo de tentar. É essa Académica que vamos ter, embora saibamos que nem sempre é possível fazê-lo.

Se não sofrermos golos, ficamos mais perto da vitória e hoje estivemos bem a defender e tivemos a felicidade de marcar um golo. Temos uma equipa jovem, ambiciosa, à qual nada de pode apontar em temos de empenho e entrega.

[Cris ganhou um lugar no onze?] Como sabem, há vários factores que determinam a titularidade de um jogador, como as características do adversário ou o seu desempenho ao longo da semana. Hoje jogou o Cris, para a semana pode ser outro. Ele esteve bem, assim como Nuno Piloto Felizmente para eles, assim como para a equipa, que conseguiu ganhar.

[Saudades de NDoye, que está lesionado?] Penso que não. Tivemos 20 minutos muito bons, depois uma quebra a meio da primeira parte, e depois voltámos a dominar. Com o NDoye ou sem ele, o Joeano ou o Gyano, o que interessa é que a equipa esteja bem.»

Etiquetas:

Fora da zona de despromoção

1. FC Porto - 35
2. Benfica - 25
3. V. Setúbal - 22
4. V. Guimarães - 22
5. Sp. Braga - 21
6. Sporting - 20 (menos 1 jogo)
7. Belenenses - 18
8. Marítimo - 17 (menos 1 jogo)
9. Naval - 15
10. Leixões - 14
11. E. Amadora - 13
12. Nacional - 13
13. Boavista - 12
14. Académica - 11
15. P. Ferreira - 9
16. U. Leiria - 5

Etiquetas:

Três valiosíssimos pontos

Académica, 1 - Nacional, 0



Estádio Cidade de Coimbra, em Coimbra
Árbitro: Lucílio Baptista (Setúbal)

ACADÉMICA

Pedro Roma, Pedro Costa, Orlando, Kaká e Vítor Vinha; Pavlovic, Cris e Nuno Piloto (Tiero); Lito, Ivanildo (Joeano) e Hélder Barbosa (Miguel Pedro).

Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Litos, Paulo Sérgio e Gyano.

Treinador: Domingos Paciência

NACIONAL

Benaglio, Patacas, Cardozo, Ricardo Fernandes e Alonso; Cléber, Ávalo, José Vítor e Juliano Spadacio; Adriano e Rodrigo

Suplentes: Bracalli, Fellipe Lopes, Juninho, João Coimbra, João Moreira, Pateiro e Lipatín

Treinador: Predrag Jokanovic

Golo: Cris (85 minutos)

Etiquetas:

Academia Dolce Vita inaugurada




José Eduardo Simões acredita que a Academia Dolce Vita, novo centro de treinos da Académica, hoje inaugurada, se possa tornar uma "referência nacional e internacional".

O presidente da Briosa compara este novo espaço ao centro de treinos do Benfica ou à Academia do Sporting, pelo que Coimbra "entra no circuito das cidades com um centro de estágios que pode oferecer a qualquer equipa de futebol europeu e mundial".

Inicialmente intitulada por Academia Briosa XX, o empreendimento acabou por mudar o nome, ao receber o patrocínio da rede de centros comerciais. "Este é um espaço que será o futuro quartel-geral da Académica", salientou o dirigente.

O complexo desportivo ainda não está acabado e por isso, na presença de Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto, José Eduardo Simões apelou à ajuda do Governo para a conclusão de "pequenas coisas", entre as quais um campo de relvado sintético, que se prevê estar finalizado até Abril.

Laurentino Dias disse na ocasião acreditar que "são passos como este que sustentam o desenvolvimento do futebol português", mas evitou falar sobre o pedido do dirigente da Académica: "Estes projectos têm que ser olhados e pensados, e não é numa cerimónia destas que direi que sim ou não a ajudas."

Etiquetas:

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Academia Briosa XXI

Jornal O JOGO:

A Académica inaugura sábado a Academia Briosa XXI, um espaço que o presidente do clube, José Eduardo Simões, comparou aos centros de treino de Benfica e Sporting e vê como uma forma de melhorar a formação de jovens futebolistas.

Este é um espaço que será o futuro quartel-general da Académica porque associa a actividade desportiva, com os relvados naturais e sintéticos, quatro relvados para a pratica de desporto, associando os actuais balneários e o edifício central para o qual todo o departamento de formação, gestão, secretaria, técnico e jogadores da equipa profissional poderão dispor diariamente”, salientou o dirigente, na apresentação do espaço à comunicação social.

José Eduardo Simões considera que com este novo espaço, que compara ao centro de treinos do Benfica ou à Academia do Sporting, a Académica está ao nível dos melhores, e “Coimbra entra no circuito das cidades com um centro de estágios que pode oferecer a qualquer equipa de futebol europeu e mundial”.

A formação de jogadores é também um dos objectivos da Académica, e por isso José Eduardo Simões, quer aproveitar o “melhor talento dos melhores jogadores”, e com isso “conseguir atletas que, respeitando o ADN da Académica, conciliem a componente desportiva, educativa, social e cultural”.

A realização de estágios de outros clubes em Coimbra, é outro dos objectivos da Académica, e para isso, o novo edifício prevê o alojamento de cerca de 40 pessoas, e um conjunto de salas polivalentes onde podem ser feitas reuniões e workshops para actividades complementares, balneários, centro médico, fisioterapia e ginásio.

O presidente não falou dos custos da infra-estrutura, afirmando apenas que “não era possível fazer melhor” e que “o investimento contou com muito trabalho e muitos apoios, com muita energia dedicada para conseguir melhores preços”.

A inauguração oficial está agendada para sábado, às 15 horas, e conta com as presenças do secretário de estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias, do presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, e de diversas entidades locais.

Etiquetas:

domingo, 9 de dezembro de 2007

Para não variar: fica para o ano!

Benfica, 3 - Académica, 1



Estádio da Luz, em Lisboa
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

BENFICA

Butt; Nélson, Luisão, Edcarlos e Léo (Luís Filipe, 48 m); Nuno Assis, Petit, Binya e Di Maria (Freddy Adu, 75 m); Nuno Gomes e Cardozo (Mantorras, 87 m).

ACADÉMICA

Pedro Roma; Pedro Costa, Litos, Kaká e Vítor Vinha; Pavlovic, Paulo Sérgio (Ivanildo, 46 m) e N´Doye (Miguel Pedro, 68 m); Lito, Joeano (Gyano, 66 m) e Hélder Barbosa.

Ao intervalo: 2-0

Golos: 1-0, Luisão (40 m), 2-0, Cardozo (44 m); 2-1, N´Doye (53 m), 3-1, Cardozo (85 m).

Resultado final: 3-1. Benfica está na quinta eliminatória da Taça de Portugal.

Cartão amarelo a Kaká, Litos, Edcarlos, Pavlovic, Binya e Luís Filipe.

Etiquetas:

sábado, 8 de dezembro de 2007

Benfica-Académica

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Rui Nereu;

Defesas:
Nuno Piloto, Kaká, Litos, Orlando, Pedro Costa e Vítor Vinha;

Médios:
Paulo Sérgio, Pavlovic, NDoye, Cris, Tiero e Fofana;

Avançados:
Ivanildo, Miguel Pedro, Lito, Joeano e Hélder Barbosa.

Etiquetas:

A ambição de ganhar a Taça



Domingos Paciência:

«Qualquer treinador gostaria de ganhar a Taça e está nas minhas ambições vencer esta competição.

Este jogo com o Benfica seria o ideal para a equipa ganhar confiança para o campeonato. Esperamos fazer tudo para ganhar este jogo.

Não há uma estratégia contra estas equipas. Há que tentar matar os momentos ofensivos do Benfica e, para isso, precisamos de uma equipa coesa, tranquila e organizada, pois a qualidade dos jogadores do Benfica é grande.

O Benfica está cada vez melhor, e agora está qualificado para a Taça UEFA. Vai jogar com o objectivo de ganhar e de prosseguir nesta competição. É natural que Camacho ponha uma boa equipa.»

Etiquetas:

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

TAÇA DE PORTUGAL - IV eliminatória



A Mancha Negra está a organizar a viagem ao Estádio da Luz, jogo da Taça de Portugal relativo à IV eliminatória da respectiva prova-raínha do Futebol Nacional.

O encontro está agendado para Domingo pelas 20.45h, e a Mancha Negra já se encontra a receber inscrições para o Apoio à nossa Mágica Briosa; o respectivo valor de Viagem + Bilhete é de 18 euros para sócios MN e de 25 euros para Não sócios.

Apelamos a todos os Academistas que compareçam para APOIAR a nossa BRIOSA na passagem à eliminatória seguinte.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de terça a quinta até às 23H ou através dos telefones 936000633 / 964701787.

site www.manchanegra85.com

A viagem está programada para Domingo 9, com saída prevista pelas 16:30 h do Pavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,

Miguel Pedro - MNTours85
MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

Etiquetas:

Nestor vai ser emprestado

A Briosa vai ceder a título de empréstimo Nestor Alvarez. O colombiano tem contrato até 2009, mas não é opção para Domingos.

O seu destino será, em princípio, uma equipa da América do Sul.

Etiquetas:

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Andar sempre perto da vitória, mas...



Domingos Paciência:

«Viemos para cá com uma postura e estava a correr tudo de feição até sofrermos o primeiro golo.

A Académica pratica bom futebol, é realista e cria situações de golo. Temos estado perto da vitória, mas quando é preciso concentração e não podem haver erros individuais, eles acontecem. Por muito que trabalhemos, se um jogador escorrega e falha, não podemos fazer nada.

Podíamos ter conseguido outro resultado. Cometemos mais erros na segunda parte, mas mesmo assim tivemos uma boa ocasião para marcar nesta fase».

Etiquetas:

Morrer outra vez na praia

V. Guimarães, 2 - Académica, 1

Se antes desta partida me dissessem que o resultado final seria 2-1, pese embora ser uma derrota, seria um resultado aceitável face ao que os vimaranenses têm feito, sendo actualmente um dos 3 ou 4 estádios mais difíceis de se jogar.

Após ter terminado este jogo fico com a amarga sensação - uma vez mais - de que voltámos a estar perto da felicidade acabando por morrer outra vez em plena praia.

Logo no início da partida a Briosa tremeu, mas aos poucos foi instalando o seu jogo e criando insegurança na defesa dos da casa, com uma competente sucessão de lances de perigo. Com Pavlovic e Paulo Sérgio a imprimirem grande dinâmica foi para mim sem surpresa que chegámos à merecida vantagem no marcador: 21 minutos, livre marcado por Ivanildo e um oportuno desvio certeiro de Pavlovic a atirar a bola para dentro da baliza de Nilson.

Com o pânico e a falta de discernimento a ocuparem-se do Guimarães, a Briosa dominava a seu bel-prazer, acabando por ter mesmo algumas oportunidades para chegar ao 2-0, inclusivé com uma bola na barra. Mas...



Mas como desperdiçar um flagrante momento de fraqueza do adversário para dar a estocada final pode ser fatal, foi precisamente isso que aconteceu e o Vitória acabou por virar o resultado.

Uma vez mais sucumbimos após chegar à vantagem, pelo que o 1-1 aos 51 minutos, por Ghilas, e os 2-1 aos 70 minutos, por Miljan Mrdakovic, deitaram por terra as nossas esperanças de pontuarmos em Guimarães e de saírmos dos angustiantes lugares de descida.

O que mais me deixa frustrado é o facto de termos bons jogadores, deixarmos boas indicações, mas não conseguirmos manter um bom - e constante - rendimento até final dos jogos, com a consequente perda sistemática de pontos.

Estádio Afonso Henriques, em Guimarães
Árbitro: Pedro Proença (Lisboa)

V. GUIMARÃES

Nilson; Fajardo, Sereno, Geromel e Andrezinho; Flávio Meireles, João Alves e Ghilas; Alan, Rabiola e Desmarets

Suplentes: Serginho, Luciano, Márcio, Moreno, Mrdakovic, Targino e Carlitos

Treinador: Manuel Cajuda

ACADÉMICA

Pedro Roma; Orlando, Litos, Kaká e Pedro Costa; Paulo Sérgio, Pavlovic (Joeano) e N'Doye; Lito, Vouho (Hélder Barbosa) e Ivanildo (Miguel Pedro).

Suplentes: Rui Nereu, Cris, Nuno Piloto, Tiero, Joeano, Hélder Barbosa e Miguel Pedro

Treinador: Domingos Paciência

Golos: Pavlovic, Ghilas e Mrdakovic.

Etiquetas:

domingo, 2 de dezembro de 2007

V.Guimarães-Académica

Lista de convocados

Guarda-redes:
Pedro Roma e Rui Nereu;

Defesas:
Kaká, Orlando, Victor Vinha, Pedro Costa e Litos;

Médios:
Cris, Miguel Pedro, Paulo Sérgio, Tiero, N´Doye, Nuno Piloto, Milos Pavlovic e Ivanildo;

Avançados:
Lito, Hélder Barbosa, Vouho e Joeano.

Etiquetas:

sábado, 1 de dezembro de 2007

Domingos não quer perder terreno

Domingos Paciência:

«Há três jornadas estávamos a pensar num lugar mais acima, num nono ou oitavo lugar, e agora, apesar de continuar tudo muito junto, não podemos perder a distância mínima que nos separa das equipas que estão mais acima.

Lamento que tenha faltado aquela pontinha de sorte em momentos decisivos de jogo. Vamos procurar que a equipa cometa menos erros, tendo em conta o adversário. Sabemos como joga o Guimarães, e que é uma equipa com muita presença ofensiva.

Temos uma equipa forte, mas ainda jovem, que"em certos momentos precisava de ter um bocadinho mais de tranquilidade e maturidade para conseguir levar o jogo à sua maneira (...) Mas é o tempo e o jogo que vai dar isso à equipa e esperemos que o mais rápido possível.»

Etiquetas: