SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 1 de março de 2008

Carlos Xistra roubou-nos dois pontos!!!!!!

Leixões, 2 - Académica, 2



A uma exibição personalizada da Briosa, jogando de uma forma descomplexada num terreno difícil e olhando o adversário nos olhos, contrapôs-se um inenarrável Carlos Xistra que conseguiu despudoramente inventar duas grandes penalidades que nos espoliaram em 2 pontos.

Mesmo a perder de forma injusta por 1-0 a Briosa não deitou a toalha ao chão, procurou sempre ir para cima do adversário, tentou jogar em todo o terreno, espalhando os jogadores pelos vários sectores, trocando bem a bola, tendo sido com inteiro mérito que chegámos à vantagem, em noite de bis para Joeano.

No entanto, tal como acontecera nos últimos jogos, embora em vantagem, não chegámos ao triunfo, mas hoje porque um árbitro fez uma arbitragem vergonhosamente parcial.

Numa altura da época onde se joga com um carácter mais decisivo e onde os vários interesses que rodeiam e investem no futebol se começam a mexer, este tipo de arbitragens vão começar a ser mais frequentes e a 'aldrabar' os resultados dos jogos, como se viu hoje em Matosinhos.

Este futebol português é uma palhaçada que já mete nojo!!!!!!!!!!!!

Um grande abraço para os nossos jogadores, quer pela exibição, quer pela forma como foram cruelmente espoliados no seu esforço.


Estádio do Mar, em Matosinhos
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)

LEIXÕES

Beto; Filipe Oliveira, Nuno Silva, Élvis e Ezequias; Bruno China, Paulo Machado e Hugo Morais; Jorge Gonçalves, Roberto e Diogo Valente

Suplentes: Jorge Baptista, Joel, Pedro Cervantes, Vieirinha, Castanheira, João Moreira e Jorge Duarte

Treinador: Carlos Brito

ACADÉMICA

Pedro Roma; Pedrinho, Orlando, Kaká e Vítor Vinha (Cléber); Paulo Sérgio, Cris, Nuno Piloto e Tiero; Luís Aguiar (Edgar) e Joeano (Miguel Pedro)

Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Berger, Ivanildo e Lito

Treinador: Domingos Paciência

Golos: 1-0 Roberto 1-1 Joeano 1-2 Joeano 2-2 Jorge Gonçalves




A análise de Domingos ao jogo:

«No segundo lance não vou estar a dizer se é penalty. É um lance de bola parada, há agarrões, o que é normal. Mas no primeiro lance dá-me a sensação que não penalty.

Saímos tristes porque situações como esta têm acontecido. E empatar desta forma... Pelo que fizemos, se tivesse havido um vencedor tinha sido a Académica.

Não posso dizer se o segundo penalty é ou não. É muito fácil para um árbitro nestas situações marcar penalty e arranjar faltas e livres laterais que obrigam uma equipa a recuar. Não vou estar com a certeza de que não é penalty, mas vou ver.

A equipa do Leixões é diferente. A estratégia para este jogo estava a surtir efeito. Qualquer jogador do meu plantel tem de estar disponível, como tocou ao Luís Aguiar ou ao Joeano. Jogaram estes, mas com o Porto não quer dizer que não joguem outros.

O empate não é um mal menor. São três jogos seguidos estando a ganhar e a perder nos últimos instantes. Os jogadores têm uma atitude fantástica e, no fim do jogo, há sempre qualquer coisa que deita a perder o trabalho brioso.»

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home