SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 5 de março de 2008

Revolta: o sentimento reinante

Luís Agostinho, director desportivo da Briosa:

«O nosso grupo de trabalho sente-se revoltado pelo que aconteceu nos últimos jogos. Não é uma situação normal mas nós mantemos a posição que temos tido desde o início da época: toda a gente comete erros, logo os árbitros também os cometem. Por isso, continuamos a confiar nas pessoas da arbitragem e nos árbitros.

Aliás, é fundamental que essa confiança entre todos os agentes desportivos não se perca, para não se correr o risco de colocar a credibilidade no futebol português em causa.

Agora que estamos a entrar na fase decisiva das competições, gostaríamos que houvesse mais atenção e concentração por forma a que haja menos erros. Sabemos que sempre os haverá, é humano. A aquilo que distingue a competência é a quantidade de erros. Os bons, são aqueles que os cometem menos.

Não está em causa apenas o jogo com o Leixões, são situações que já vêm de trás, mas não nos vão ver a insultar árbitros. Essa não é a forma de estar da Académica.»

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home