SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 10 de maio de 2008

EM 2008/09 MAIS AMBIÇÃO!

Sp. Braga, 2 - Académica, 1



No jogo onde gostei muito de ver a exibição de Rui Nereu, houve claro 'dedinho' de Paulo Paraty na despedida da sua carreira e na última partida da Briosa nesta edição 2007/08 da liga: com o resultado 0-0 espoliou-nos uma claríssima grande penalidade, já que Cris foi derrubado por Contreras, tendo o homem do apito logo de seguida perdoado um cartão amarelo a um jogador do Braga, por entrada perigosa sobre Miguel Pedro.

Enfim, parece que alguns teimam em não aprender com aquilo que ontem se passou, mas o que se deve relevar é a manutenção da Briosa, a agradável exibição hoje realizada num terreno tradicionalmente difícil, a entrega e empenhamento de habituais suplentes, pese embora ter sido quebrada a sequência de 5 jogos sem derrotas.

Domingos Paciência - cuja contratação aqui sugeri e aplaudi - não preparou este plantel, não planificou esta época, mas acabou por pegar bem na equipa e deixar-nos água na boca para a temporada que se avizinha, ficando ainda na memória colectiva académica a alegria suprema daquela fabulosa vitória na Luz por 3-0, também no ano em que José Eduardo Simões logrou a reeleição.

Creio que alicerçámos e consolidámos a nossa presença na liga maior do futebol português, pelo que agora nada justifica que não tenhamos maior ambição no sentido de querermos ver a nossa querida Académica lutar por outros objectivos, já que - pelo menos, no que a mim diz respeito - sonho com uma presença na final da Taça de Portugal e com o apuramento para as provas europeias.

Sempre com os pés bem assentes no chão e com a certeza que tudo deverá ser feito com rigor e ponderação, por forma a acautelarmos que não nos acontecerá o que ainda recentemente sucedeu a emblemas com pergaminhos no futebol português: a queda no abismo!

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home