SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 10 de maio de 2008

BLUFF OU REALISMO?



Domingos Paciência:

«Gostaria de terminar a época de outra forma. Estou triste porque a vitória podia ter caído para qualquer lado. O Sp. Braga aproveitou bem os nossos erros e fez dois golos. Foi um jogo equilibrado, com oportunidades para ambos os lados.

Merecíamos ter saído a vencer ao intervalo, até porque tivemos uma grande penalidade não assinalada pelo Paulo Paraty.

[No próximo ano] vamos fazer com que a Académica melhore. Podemos reforçar esta equipa, mas o objectivo vai ser o mesmo. Garantir a manutenção e continuar a competir a competir na Liga Bwin.»

Etiquetas:

EM 2008/09 MAIS AMBIÇÃO!

Sp. Braga, 2 - Académica, 1



No jogo onde gostei muito de ver a exibição de Rui Nereu, houve claro 'dedinho' de Paulo Paraty na despedida da sua carreira e na última partida da Briosa nesta edição 2007/08 da liga: com o resultado 0-0 espoliou-nos uma claríssima grande penalidade, já que Cris foi derrubado por Contreras, tendo o homem do apito logo de seguida perdoado um cartão amarelo a um jogador do Braga, por entrada perigosa sobre Miguel Pedro.

Enfim, parece que alguns teimam em não aprender com aquilo que ontem se passou, mas o que se deve relevar é a manutenção da Briosa, a agradável exibição hoje realizada num terreno tradicionalmente difícil, a entrega e empenhamento de habituais suplentes, pese embora ter sido quebrada a sequência de 5 jogos sem derrotas.

Domingos Paciência - cuja contratação aqui sugeri e aplaudi - não preparou este plantel, não planificou esta época, mas acabou por pegar bem na equipa e deixar-nos água na boca para a temporada que se avizinha, ficando ainda na memória colectiva académica a alegria suprema daquela fabulosa vitória na Luz por 3-0, também no ano em que José Eduardo Simões logrou a reeleição.

Creio que alicerçámos e consolidámos a nossa presença na liga maior do futebol português, pelo que agora nada justifica que não tenhamos maior ambição no sentido de querermos ver a nossa querida Académica lutar por outros objectivos, já que - pelo menos, no que a mim diz respeito - sonho com uma presença na final da Taça de Portugal e com o apuramento para as provas europeias.

Sempre com os pés bem assentes no chão e com a certeza que tudo deverá ser feito com rigor e ponderação, por forma a acautelarmos que não nos acontecerá o que ainda recentemente sucedeu a emblemas com pergaminhos no futebol português: a queda no abismo!

Etiquetas:

domingo, 4 de maio de 2008

EMPATE NO DERBY

Académica, 1 - Naval, 1


Estádio Cidade de Coimbra, em Coimbra

Árbitro: João Vilas Boas (Braga)

ACADÉMICA

Pedro Roma, Berger (Edgar), Orlando, Kaká e Pedro Costa; Nuno Piloto, Pedrinho, Luis Aguiar e Cris; Lito e Miguel Pedro (Ivanildo)

Suplentes: Ricardo, Irineu, Paulo Sérgio, Tiero e Cristiano.

Treinador: Domingos Paciência

NAVAL

Taborda, Mário Sérgio, Paulão, Diego Ângelo e China; Gilmar, Bruno Lazaroni, e Davide; Marinho, João Ribeiro e Marcelinho

Suplentes: Wilson Júnior, Gaúcho, Carlitos, Elivelton, Dudu, Godemèche e Igor.

Treinador: Ulisses Morais

Golos: 0-1 Diego Ângelo 1-1 Lito

Etiquetas:

sábado, 3 de maio de 2008

DOMINGOS MAIS UM ANO



O treinador Domingos Paciência renovou por mais uma temporada com a Académica e assegurou que o seu objectivo para 2008/2009 é melhorar a equipa para obter a melhor classificação possível na Liga.
"Fico por mais uma época. Resta-me trabalhar para dar muitas alegrias aos sócios. Há um objectivo: obter uma classificação melhor e isso está ao nosso alcance. Para isso, vamos trabalhar no sentido de melhorar a equipa, reforçando o plantel", assegurou o técnico durante a apresentação formal no Auditório do Estádio Cidade de Coimbra.

O jovem treinador desfez-se em elogios para com o ambiente de empatia que o rodeia, quer da direcção, quer da massa associativa, e regozijou-se pelo facto de, pela primeira vez na sua curta carreira, ter seis/sete semanas de preparação para arrancar com força para uma nova temporada. "Vou procurar o melhor para a Académica. Este tempo permitiu identificar-me com a cidade e é com muito prazer e ambição que encaro 2008/2009", disse, reforçando que irá querer "um plantel com 24 jogadores, equilibrado, com dois jogadores para cada posição do terreno".

Jorge Alexandre, o novo vice-presidente para a área do futebol e simultaneamente presidente do clube-satélite da Briosa, o Tourizense, lançou o repto a Domingos Paciência para que observe com atenção alguns jogadores do seu clube, entre oito e nove, e que avalie as qualidades que eventualmente possam oferecer para serem mais-valias em Coimbra. "É preciso haver uma maior ligação, maior rotação de jogadores de lá para cá e de cá para lá", defendeu o novo "vice" para o futebol, revelando que o novo técnico do Tourizense será dos quadros da Académica e faz parte da actual equipa técnica de Domingos: o seu adjunto e ex-atleta dos estudantes Zé Nando.

O presidente do clube, José Eduardo Simões, apelidou de "casamento perfeito" a relação entre o clube e o treinador e manifestou o desejo "de fazer mais com menos dinheiro". "Vamos reduzir o orçamento, mas queremos mais melhorias no plantel. O mercado sul-americano deixou de ser aliciante. Vamo-nos virar mais para o mercado português e europeu, não desperdiçando algumas boas oportunidades do mercado africano", indicou o dirigente.

Não descurou também a cooperação com outros clubes, nomeadamente o FC Porto, que tem cedido vários jogadores de qualidade por empréstimo (apontando os casos de sucesso como Tonel, Luís Aguiar e Edgar, entre outros), mas preferiu não estar sempre dependente de terceiros

Etiquetas: