SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 11 de abril de 2009

PRÉMIO À FORMA DE ESTAR EM CAMPO



Domingos Paciência:

«Acho que toda a gente teve a oportunidade de ver o que se passou hoje. O Benfica, pelo que fez e pelas oportunidades que criou, sabíamos que era natural se surgisse um golo. Há que premiar a forma de estar da Académica em campo, pela entrega que teve. Não foi um jogo tão bem conseguido como na época passada, foi mais em luta, em sacrifício. Foi uma vitória feliz, mas a felicidade procura-se. A Académica trabalhou muito, teve um espírito de entreajuda enorme. Se estivesse do lado do Benfica, diria que é um resultado injusto. É natural que o Benfica, tendo perdido este jogo, esteja agora muito mais longe do título.

«Estratégias de motivação é natural que haja em todas as equipas. Não foi um momento infeliz, porque o Nuno Piloto esclareceu as suas declarações. Não foi por aí, porque a minha equipa estava motivada.»

«Com 31 pontos, fica praticamente selada a manutenção. Acho que a equipa merece, pelo comportamento que tem tido, mesmo que até agora, fora de casa, o rendimento não ter sido o melhor. Não é fácil a equipa apresentar a intensidade que apresenta.»

«Ainda não tive a oportunidade de ver os lances mais difíceis a ajuizar. Não sei se, quando o Nuno Piloto remata à baliza, o Miguel Vítor não agarra com a mão. O David Luiz também poderia ver um amarelo pelas faltas que fez. Mas a arbitragem não teve influência no resultado. Quando o Aimar marca, fica a sensação que há um empurrão ao guarda-redes na zona em que a bola ia cair. Mas como disse, ainda não vi os lances.»


Nuno A.

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home