SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O RENASCIMENTO DE RICARDO


Foi a 24 de Novembro de 2007. A Académica recebia o Benfica numa partida da jornada 11. Uma noite em que Domingos Paciência decidiu surpreender quando trocou o habitual titular da baliza, Pedro Roma, pelo ex-varzinista Ricardo. Uma aposta que não surtiu o efeito desejado, pois o guardião foi protagonista de uma exibição infeliz na vitória dos encarnados por 1-3, lesionando-se ainda na parede abdominal.

Mas esse episódio está definitivamente encerrado, e a prova evidente disso mesmo foi a titularidade, em Braga, na ronda inaugural da Liga Sagres 2009/2010, cerca de 21 meses depois de ter debutado no escalão primodivisionário. O dono da camisola 12 foi o escolhido por Rogério Gonçalves para iniciar o campeonato depois de uma disputada pré-época com Rui Nereu. E a opção de Rogério não é uma surpresa, isto porque o treinador já tinha ido buscar Ricardo aos regionais de Braga, ao GD Fradelos, quando regressou ao comando técnico do Varzim, embora nunca o tenha chegado a estrear, em 2003/2004.

Mas há outro pormenor que faz a diferença. Em 2008/2009, Ricardo foi emprestado ao União de Leiria. Os primeiros tempos até nem foram fáceis - Fernando era o dono das redes -, mas, com a saída do brasileiro, Ricardo "ganhou asas" e contribuiu decisivamente para o regresso dos leirienses ao principal escalão do futebol português.


Nuno A.

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home