SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

VILLAS BOAS NÃO QUER A EQUIPA RELAXADA

A Académica prepara-se para jogar na Luz, num daqueles encontros em que a percentagem de sucesso existe - vejam-se os últimos dois jogos no recinto dos encarnados, traduzidos em duas vitórias para os estudantes - mas é, compreensivelmente, reduzida.
Talvez por isso ou porque a Briosa conseguiu, finalmente, sair da zona de despromoção, e exibe agora um futebol bem mais consistente, pode dar-se o perigo de haver alguma descompressão no jogo do próximo domingo.

Atento a quaisquer sinais, André Villas Boas já deixou um alerta para os seus pupilos: nada de tirar o pé do acelerador. «É um jogo bastante importante. O Benfica não é de outro campeonato, joga no mesmo do que nós, mas para outros objectivos. Será um encontro extremamente difícil para o qual iremos, é verdade, com outro estado espírito mas o importante é que isso não se transforme em relaxamento», avisou o técnico, no final da expressiva vitória (3-0) sobre o V. Setúbal.

Os estudantes guardam boas recordações das mais recentes deslocações ao ninho da águia. Há duas épocas, ganharam por três golos sem resposta, já no ano passado um golo de Tiero foi suficiente para arrecadar de novo os três pontos. O duplo êxito pertence a Domingos Paciência e Villas Boas não quer pensar no passado: «O historial não me diz respeito. É um jogo extremamente difícil, é aquilo que o calendário que nos dita. Vamos encará-lo como um encontro com um grande, no qual a concentração será decisiva.»

Treino aberto com quatro ausências

O treinador da Briosa voltou a abrir o treino desta quarta-feira, numa medida inédita por ter acontecido pelo segundo dia consecutivo. Berger, Orlando, Ricardo e Bruno Amaro continuam fora dos trabalhos, mas apenas os dois últimos não são recuperáveis para a partida, permanecendo a dúvida quanto aos primeiros.


Nuno A.

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home