SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

domingo, 30 de agosto de 2009

TRÊS JORNADAS, UM MERO PONTO

Académica - Sporting, 0-2



Estádio Finibanco Cidade de Coimbra
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

ACADÉMICA

Ricardo; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Pedro Costa; Cris, André Fontes (Éder, 72), Paulo Sérgio e Miguel Pedro; Licá (Tiero, 79) e Lito (Sougou, 63)

Treinador: Rogério Gonçalves

SPORTING

Rui Patrício; Pedro Silva (Caneira, 73), Daniel Carriço, Polga e André Marques (Saleiro, 55); Miguel Veloso, Pereirinha (Vukcevic, 46), João Moutinho e Matías Fernandez; Djaló e Liedson

Treinador: Paulo Bento

Golos:Liedson e Djaló


Nuno A.

Etiquetas:

sábado, 29 de agosto de 2009

ACADÉMICA - SPORTING

Convocados:

Ricardo e Rui Nereu; Pedrinho, Amoreirinha, Luiz Nunes, Orlando, Pedro Costa e Emídio Rafael; Jonathan Bru, Paulo Sérgio, Tiero, Cris e André Fontes; Miguel Pedro, Licá, Éder, Vouho, Sougou e Lito.


Nuno A.

Etiquetas:

NUNO COELHO CONTRATADO

O médio Nuno Coelho é o mais recente reforço para o plantel liderado por Rogério Gonçalves e chega hoje a Coimbra emprestado por uma época. O jogador, de 21 anos, que estava cedido pelo FC Porto ao Villarreal, não convenceu o clube espanhol, que acabou por libertá-lo.

Nuno Coelho já estava referenciado pela Académica há algum tempo, tendo chegado mesmo a existir contactos por parte do emblema de Coimbra, antes de o jogador rumar a Espanha. Também os dirigentes da equipa da Figueira da Foz, a Naval 1.º de Maio, pretendiam que o jogador integrasse o seu plantel, mas foi a Briosa que ganhou a corrida pelo médio.

Percurso

Na época 2006/2007, Nuno Coelho esteve ao serviço da União de Leiria, juntamente com outras esperanças portistas, como Bruno Vale, Paulo Machado, mas acabou por só realizar uma partida. Curiosidade é que esse jogo foi contra a Académica e que ditou a vitória dos leirienses por 2-0.

Depois, o médio ingressou no Portimonense, equipa da Liga Vitalis, onde esteve duas temporadas e meia, sempre emprestado pelo FC Porto. Este ano rumou a Espanha para ingressar na equipa do Villarreal, mas acabou por voltar a Portugal.

Depois da saída de Nuno Piloto para o Iraklis da Grécia, a Académica procurava um médio-defensivo para colmatar a lacuna no plantel. Mesmo com a contratação de Bruno Amaro, que depois se lesionou com alguma gravidade, o nome de Nuno Coelho nunca deixou de estar em cima da mesa dos dirigentes.


Nuno A.

Etiquetas:

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

LUIZ NUNES ESPERA UM LEÃO PERIGOSO



O defesa-central da Académica, Luiz Nunes, acredita que o jogo de domingo com o Sporting poderá ser uma espécie de «revanche» para a equipa leonina, que se vai apresentar em Coimbra com o objectivo de esquecer a eliminação da Liga dos Campeões.

«Vai ser um jogo difícil. O Sporting vai tentar ultrapassar a fase menos positiva que está a passar, mas nós também queremos um bom resultado. Sempre que se perde um jogo, a partida a seguir é a de revanche. É isso que o Sporting deve estar a pensar agora, que vão recuperar no jogo contra nós, mas vamos fazer tudo para contrariá-los. A pressão que existe sobre eles não nos preocupa, só pensamos em nós», frisou.

Diante dos leões, Luiz Nunes vai ter como principal tarefa ‘travar’ Liedson. «Queremos manter o zero [não sofrer golos]. O Liedson é um jogador difícil de marcar, mas vamos fazer o nosso melhor», afiançou, dando conta do «dever de ganhar em casa» para «dedicar a vitória ao Bruno Amaro».


Nuno A.

Etiquetas:

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

BISCHOFF QUER SER FELIZ EM COIMBRA



Amaury Bischoff, o novo número 7, em declarações ao site oficial da Briosa:

«É um novo desafio para mim vir para a Académica. Estou muito feliz. Tenho 22 anos e é importante estar a jogar nesta altura. O meu grande objectivo aqui é jogar todos os jogos. Preciso de jogar e depois quero levar a equipa a muitas vitórias, mas também sei que não será fácil. Quero jogar, ajudar a Académica, marcar golos, fazer assistências… No fundo, quero ser feliz aqui e depois não escondo o objectivo de chegar à selecção nacional.

Estou muito impressionado com as condições do clube. O Estádio e a Academia são muito bons e os jogadores receberam-me bem. Foram muito simpáticos e puseram-me logo à vontade. Estou optimista e acho que vamos fazer um bom campeonato este ano.

É verdade que já joguei em clubes como o Werder Bremen e o Arsenal e cheguei mesmo a actuar ao lado de jogadores como o Diego e o Fabregas. Aprendi muito com esses jogadores e ganhei experiência. Mas também sei que a liga portuguesa é muito competitiva, pois tem sempre equipas na Liga dos Campeões. Acho que é muito importante para mim estar aqui e quero jogar bom futebol.

A Académica é um grande clube, que pratica bom futebol. Muitos bons jogadores já passaram por aqui e eu quero ser um deles. Também gostava muito que os adeptos fossem ao Estádio. Nós, jogadores, também temos de fazer os adeptos felizes e esse também é um objectivo para mim.»



Nuno A.

Etiquetas:

TREINADOR APROVA BISCHOFF


O treinador da Académica diz que Amaury Bischoff é um «jovem com potencial» e afirma que a contratação do internacional português «não estava nos horizontes» do clube.

«É um jovem com potencial e jogadores com qualidade são sempre bem-vindos. A ocasião proporcionou-se e chegámos a acordo para o contratarmos. Vem por dois anos. Esta contratação não estava nos nossos horizontes mas achamos que é um jovem com valor», afirmou Rogério Gonçalves, mostrando-se satisfeito com o plantel que tem à disposição: «É um plantel com o qual tenho tido prazer em trabalhar porque tem um colectivo forte e com gente de carácter.»


Nuno A.

Etiquetas:

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

BISCHOFF É REFORÇO DE PESO



O médio luso-francês Amaury Bischoff é o mais recente reforço da Académica, tendo chegado a acordo para assinar um contrato de duas épocas, apurou o Maisfutebol junto de fonte do clube de Coimbra. Está, assim, encontrado o substituto para Bruno Amaro, que se lesionou gravemente no jogo com o Paços de Ferreira e ficará sujeito a paragem de cinco meses.

A contratação do internacional sub-21 não deixa de ser surpreendente, atendendo ao currículo do jogador, de 22 anos, e aos alegados pretendentes à sua contratação, depois de ter terminado contrato com o Arsenal, onde só esteve quatro vezes na equipa principal. O Sporting chegou a ser ventilado como uma das possibilidades, assim como o Glasgow Rangers e diversos clubes franceses, como o Rennes ou o Paris Saint-Germain.

Mas foi com a Académica que o médio acabou por se comprometer, mais uma vez na sequência da política da Briosa de recrutar jovens portugueses de elevado potencial, contribuindo para a construção de um dos planteis com mais jogadores nacionais da Liga.

Amaury Bischoff nasceu em Colmar, na França, é filho de uma portuguesa casada com um francês, e foi formado no Strasbourg, tendo chegado a representar os sub-18 gauleses, mas, em 2007, decidiu-se, em definitivo, pela selecção portuguesa, pela qual já jogou ao serviço dos sub-20 e sub-21.



Nuno A.

Etiquetas:

terça-feira, 25 de agosto de 2009

JORGE SOUSA APITA EM COIMBRA



Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto, é o árbitro escolhido para o jogo Académica-Sporting, da próxima jornada.


Nuno A.

Etiquetas:

SOUGOU E FIDALGO EM DÚVIDA



Sougou e Miguel Fidalgo foram reavaliados esta manhã pelo departamento médico da Académica e continuam em dúvida para a recepção ao Sporting, no domingo, em jogo da 3.ª jornada da Liga.

"Sougou tem uma contratura na coxa esquerda, enquanto Miguel Fidalgo tem um derrame ligeiro no pé esquerdo", revelou à Agência Lusa o diretor de comunicação do clube, Filipe Dinis.

Os dois jogadores não treinaram e vão continuar em tratamento, sendo novamente reavaliados quarta-feira, antes do treino.

Bruno Amaro teve hoje alta hospitalar, após a cirurgia ao tendão rotuliano do joelho direito, e terá pela frente um período de recuperação nunca inferior a cinco meses, enquanto o médio francês Jonathan Bru, que falhara o treino de domingo devido a cólicas gástricas, já trabalhou sem limitações.


Nuno A.

Etiquetas:

domingo, 23 de agosto de 2009

«FALTOU A ESTRELA DO JOGO»



Rogério Gonçalves:

«Estou tentado a admitir que foi o melhor resultado possível. Só não o digo abertamente porque, mesmo com 10, ainda tivemos uma ou duas oportunidades. Se tivemos tido a estrela do jogo, se calhar teríamos feito o segundo golo.

Entrámos bem, fizemos golo e criámos oportunidades. Na segunda parte, voltámos com o intuito de agarrar novamente o jogo e chegar à vitória mas as lesões sucederam-se e as alterações tiveram de ser feitas por necessidade.

Mesmo assim, tentei meter sempre homens para a frente. Com 10, então, o jogo complicou-se e o Paços tentou aproveitar.»


Nuno A.

Etiquetas:

sábado, 22 de agosto de 2009

TRISTE SINA DE ACABAR OS JOGOS APENAS COM DEZ...

Académica - Paços de Ferreira, 1-1



Estádio Finibanco Cidade de Coimbra
Árbitro: Paulo Baptista (AF Portalegre)

ACADÉMICA

Ricardo; Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Pedro Costa; Bruno Amaro, Tiero (Éder)e Cris; Sougou (Miguel Pedro), Miguel Fidalgo (Licá) e Lito.

Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Amoreirinha, Hélder Cabral e Bru.

Treinador: Rogério Gonçalves

PAÇOS DE FERREIRA

Cássio; Filipe Anunciação, Danielson, Kelly e Jorginho; Ricardo, Leonel Olímpio e Pedrinha; Baiano, William e Cristiano.

Suplentes: Coelho, Ozeia, Maykon, Ciel, Carlitos, José Coelho e Romeu Torres.

Treinador: Paulo Sérgio

Ao intervalo: 1-1

Golos: 1-0 Miguel Fidalgo, 1-1 Pedrinha


Independentemente do desfecho que este jogo teve, deixo esta pergunta: onde andam as gentes de Coimbra, onde andam os adeptos e sócios da Briosa?

Pouco mais de mil pessoas no primeiro jogo em casa da edição 2009/2010 da Liga Sagres? A História e o nome desta maravilhosa Instituição merecem uma maior mobilização. Bem maior!


Nuno A.

Etiquetas:

ACADÉMICA - PAÇOS DE FERREIRA

Lista dos convocados:

Guarda-redes
Rui Nereu e Ricardo

Defesas
Amoreirinha, Luiz Nunes, Orlando, Pedrinho, Pedro Costa e Hélder Cabral

Médios
Jonathan Bru, Cris, André Fontes, Tiero e Bruno Amaro

Avançados
Miguel Pedro, Lito, Miguel Fidalgo, Licá, Sougou e Éder


Nuno A.

Etiquetas:

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

EM CASA É PARA GANHAR


A Académica foi a única equipa a não pontuar na primeira jornada da Liga, mas Rogério Gonçalves afiança que a derrota em Braga faz parte do passado. O técnico aponta baterias para a estreia em Coimbra, com o Paços de Ferreira, e diz que o objectivo está traçado: somar os três pontos.

«É o nosso primeiro jogo em Coimbra, perante os nossos sócios e queremos brindar o nosso público com uma vitória. Temos de tirar partido do factor casa. Quero que a Académica faça um jogo agradável e dinâmico, que respeite o adversário mas que consiga impor o seu jogo. Uma coisa é certa, na nossa mente estão sempre os três pontos, o nosso objectivo em todos os jogos é vencer», afirmou o técnico da ‘Briosa’, em conferência de imprensa.

Rogério Gonçalves lembra que a equipa pacense apresenta um «elevado ritmo competitivo», pois «vai já fazer o seu sétimo jogo oficial», contra apenas um da Académica. «Mas jogamos em casa e queremos tirar partido disso», frisou.

Satisfeito com as exibições rubricadas na pré-época e no jogo em Braga, Rogério Gonçalves diz estar a implementar a sua «filosofia de jogo». «Quero aproveitar o que há de bom no passado e tenho injectado um cunho pessoal, com o intuito de conseguir construir uma Académica cada vez mais forte no futuro», atirou.


Nuno A.

Etiquetas:

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O RENASCIMENTO DE RICARDO


Foi a 24 de Novembro de 2007. A Académica recebia o Benfica numa partida da jornada 11. Uma noite em que Domingos Paciência decidiu surpreender quando trocou o habitual titular da baliza, Pedro Roma, pelo ex-varzinista Ricardo. Uma aposta que não surtiu o efeito desejado, pois o guardião foi protagonista de uma exibição infeliz na vitória dos encarnados por 1-3, lesionando-se ainda na parede abdominal.

Mas esse episódio está definitivamente encerrado, e a prova evidente disso mesmo foi a titularidade, em Braga, na ronda inaugural da Liga Sagres 2009/2010, cerca de 21 meses depois de ter debutado no escalão primodivisionário. O dono da camisola 12 foi o escolhido por Rogério Gonçalves para iniciar o campeonato depois de uma disputada pré-época com Rui Nereu. E a opção de Rogério não é uma surpresa, isto porque o treinador já tinha ido buscar Ricardo aos regionais de Braga, ao GD Fradelos, quando regressou ao comando técnico do Varzim, embora nunca o tenha chegado a estrear, em 2003/2004.

Mas há outro pormenor que faz a diferença. Em 2008/2009, Ricardo foi emprestado ao União de Leiria. Os primeiros tempos até nem foram fáceis - Fernando era o dono das redes -, mas, com a saída do brasileiro, Ricardo "ganhou asas" e contribuiu decisivamente para o regresso dos leirienses ao principal escalão do futebol português.


Nuno A.

Etiquetas:

CAPITÃO ORLANDO DÁ O MOTE



O "capitão" Orlando manifestou esta quarta-feira a ideia de que a Académica está preparada para vencer o Paços de Ferreira no encontro de sábado a contar para a 2.ª jornada da Liga Sagres, apesar de reconhecer que os pacenses estão com mais ritmo de jogo neste início de temporada.

"Vai ser um jogo difícil para ambas as equipas. Eles têm um pouco mais de ritmo, porque têm mais jogos oficiais do que nós, mas estamos preparados, até porque a exibição que fizemos contra o Braga abre boas perspectivas para este jogo. Conhecemos bem a equipa do Paços e estamos preparados", adiantou o defesa, em declarações ao site oficial do clube.

Orlando marcou por duas vezes nos encontros da época passada com os "castores" e espera repetir o feito. O central dos estudantes garantiu ainda que o grupo está confiante apesar da derrota (0-1) com o Sporting de Braga na jornada inaugural do campeonato.

"O grupo de trabalho está bem... está confiante. Sentimos que o jogo com o Braga foi uma partida que nos correu bem, apesar da derrota. O jogo foi bom e agora estamos com boas perspectivas", frisou o defesa, que deixou um apelo aos adeptos da Académica para que compareçam no estádio, às 19:15 de sábado.

"Quero aqui deixar uma mensagem. É o nosso primeiro jogo e é importante que todos venham ao Estádio. Vamos começar os jogos em casa, que são muito importantes. Queremos ser fortes em casa, com a ajuda do público. Apoiem-nos, pois com vocês é mais fácil", salientou Orlando.

Entretanto, a equipa comandada por Rogério Gonçalves venceu esta quarta-feira o Fátima por 1-0, em jogo de preparação que decorreu à porta fechada. Licá foi o autor do único golo do encontro.


Nuno A.

Etiquetas:

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

PAULO BAPTISTA FOI O ESCOLHIDO



Paulo Baptista (AF Portalegre) vai ser o árbitro do jogo Académica-Paços de Ferreira, no próximo sábado, no Estádio Finibanco Cidade de Coimbra.


Nuno A.

Etiquetas:

ALTERAÇÃO DA HORA DO JOGO



O início do jogo Académica-Paços de Ferreira, da segunda jornada da Liga, foi alterado para as 19:15 de sábado por causa da transmissão televisiva pela Sporttv1.

O jogo estava agendado para as 16:00, mas a transmissão televisiva obrigou à alteração do horário, numa jornada em que aquela estação vai transmitir ainda outros quatro jogos da Liga principal.


Nuno A.

Etiquetas:

sábado, 15 de agosto de 2009

PERDER ASSIM AINDA CUSTA MAIS

Sp. Braga - Académica, 1-0



Aguentar o nulo no marcador quase até aos 90 minutos, deixando alguns bons pormenores e fazendo os adeptos da casa assobiar a sua equipa, sobretudo no estádio de um clube que dispõe de um dos melhores três ou quatros plantéis da Primeira Liga, dá um sabor ainda mais amargo ao golo de Meyong.

Estamos apenas na primeira jornada, parece-me que a equipa até deixou boas indicações, pelo que não vamos esmorecer nem perder a esperança, devendo acreditar que o próximo jogo com o Paços nos dará a primeira vitória.


Estádio AXA, Braga
Árbitro: Duarte Gomes

SP. BRAGA

Eduardo;João Pereira, Moisés , Rodriguez e Evaldo; Vandinho, Alan, Diogo Valente e Hugo Viana; Matheus e Meyong;

Suplentes: Kieszek, Paulão, Mossoró, Paulo César, Yazalde, Frechaut e Andrés Madrid.

Treinador: Domingos Paciência

ACADÉMICA

Ricardo; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Pedro Costa; Paulo Sérgio, Tiero, Cris (Bruno Amaro) e Miguel Pedro (Miguel Fidalgo) ; Sougou e Lito (Licá).

Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Amoreirinha, , André Fontes e Hélder Cabral

Treinador. Rogério Gonçalves

Golo: 1-0 Meyong


Nuno A.

Etiquetas:

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

SP. BRAGA - ACADÉMICA



Lista de convocados:

Guarda-redes:
Rui Nereu e Ricardo

Defesas:
Amoreirinha; Luiz Nunes; Orlando; Pedrinho; Pedro Costa; Hélder Cabral

Médios:
Paulo Sérgio; Cris; André Fontes; Tiero; Bruno Amaro

Avançados:
Miguel Pedro; Lito; Miguel Fidalgo; Licá; Sougou


Nuno A.

Etiquetas:

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

ROGÉRIO GONÇALVES QUER ENTRAR BEM



Rogério Gonçalves, perspectivando o arranque oficial, em declarações publicadas no site oficial:

«É o início da nossa campanha. Estamos conscientes da qualidade do adversário mas não abdicamos dos nossos objectivos e dos nossos princípios que passam por fazer um bom jogo. A equipa está consciente das suas responsabilidades e o nível de trabalho que tem apresentado garante-me estar optimista.
Temos trabalhado bem, temos gente jovem com ambição e isso é muito agradável.»

«Espero um adversário forte, que investiu para fazer uma boa campanha mas nós temos de pensar positivo. Queremos fazer um bom campeonato que nos agrade a nós e aos nossos adeptos.

Não podemos pensar que trazer um ponto possa ser bom porque assim estamos mais perto da derrota. Vamos olhar mais para cima, com ambição.
Reconheço que não é agradável o Braga fazer dois jogos e não ganhar mas não me compete a mim falar sobre isso.»

«Todos os treinadores querem entrar bem no campeonato. Eu penso num bom resultado mas o Domingos também pensa assim. Nós reunimos as condições para fazermos um bom arranque.»

«Conhecem algum treinador que diga que quer fazer pior que o ano passado? Não há nenhum treinador no Mundo que diga isso.
A nossa referência é o sétimo lugar e o discurso tem de ser o de fazer igual ou melhor. É natural quando há ambição como é o nosso caso.»


Nuno A.

Etiquetas:

O QUE É NACIONAL, É BOM!


Pode morar em Coimbra a equipa mais portuguesa da Liga. Ainda não há dados oficiais, pois o Sindicato dos Jogadores só irá proceder a uma análise quando terminarem as inscrições, mas, quando o fizer, a Académica estará certamente numa posição cimeira da lista. Caso para dizer, o que é nacional é bom, pelo menos na cidade do Mondego.

De acordo com os elementos compilados pelo Maisfutebol, no plantel estudantil há 70 por cento de jogadores portugueses. Um índice cerca de 25 por cento mais alto do que a média nacional, de acordo com o último estudo da estrutura sindical sobre a matéria, relativo aos atletas utilizados pelos clubes profissionais na passada temporada.

Nesta análise, são considerados os actuais 26 jogadores do grupo principal da Briosa, embora outros estejam inscritos na Liga, como Pedro Roma, ou aqueles que foram entretanto colocados no Tourizense, a quem a Académica cede periodicamente jogadores para ganharem experiência. São 8 no total os estrangeiros (Berger, Luiz Nunes, Paulo Sérgio, Bru, Tiero, Diogo Gomes, Vouho e Sougou), pois Lito e Éder não foram incluídos por já terem dupla nacionalidade.

Esta paixão lusitana deve-se à contratação para a nova época de apenas um estrangeiro (Bru), mesclado com os regressos de mais dois, Vouho e Paulo Sérgio, portanto cerca de 11 por cento do efectivo. Já na época anterior, tinham entrado sete jogadores não nascidos em Portugal, o que, para um plantel de 24 elementos, dava na altura uma percentagem bem mais alta: cerca de 29 por cento. O número de jogadores portugueses aumentou significativamente, pois no início da época transacta 45 por cento dos atletas eram estrangeiros (11).

A tendência na aposta nacional começou a ser visível sobretudo no consolado de Domingos Paciência, a partir da segunda metade da época passada, quando Amoreirinha, Hélder Cabral e Carlos Saleiro reforçaram o plantel em Janeiro. E, já agora, a média de idades é de 25,03, fruto da inclusão de jovens como Traquina (20 anos), Licá (20), Éder (21) ou Emídio Rafael (23).

Evangelista aplaude

Informado, pelo Maisfutebol, sobre esta realidade da Académica, o presidente do Sindicato de Jogadores não escondeu o seu agrado. «Se vemos a terreiro criticar quando há excesso de estrangeiros, também temos de nos congratular e dar os parabéns Às equipas que apostam nos jogadores nacionais. É este tipo de política que garante a continuidade do futebol português», comentou Joaquim Evangelista.

O sindicalista não evitou, todavia, um desabafo: «Só é pena que esta filosofia da Académica não possa ser suficiente para garantir um aumento do número de jogadores portugueses na Liga em geral. Infelizmente, pelas informações que me vão chegando, o número de estrangeiros no nosso futebol ainda irá ser maior esta época [na anterior, na Liga, havia 53, 7 % de jogadores não nacionais].


Nuno A.

Etiquetas:

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

QUEREMOS GRANDES MOMENTOS EM 2009/2010!




Nuno A.

Etiquetas:

terça-feira, 11 de agosto de 2009

DUARTE GOMES NOMEADO PARA BRAGA



Duarte Gomes, de Lisboa, foi o árbitro nomeado para arbitrar o Sp. Braga-Académica, da ronda inaugural. a ser jogado no próximo sábado.


Nuno A.

Etiquetas:

ALGO MAIS, SIM, MAS COM A DEVIDA SOLIDEZ

Tenho lido na blogosfera afecta à nossa Briosa algumas opiniões relativas à assunção de que podemos ambicionar para a temporada que agora se inicia um lugar que nos dê a qualificação para as competições europeias.

Não querendo embarcar no discurso do modesto coitadinho, e muito menos atacar quem debita uma saudável ambição de querer algo mais para as nossas cores, no entanto parece-me mais prudente abordarmos a nova época com realismo, sensatez e equilíbrio.

É um facto inegável que a Briosa tem consolidado nos últimos anos a sua presença na liga maior do futebol português, claramente tem legitimado o seu lugar entre os clubes mais representativos e históricos cá do burgo, mas... vamos com calma!

Sendo um facto que orçamentos não ganham campeonatos, e para isso basta recorrer ao exemplo do FC Porto campeão europeu em 2005 - onde bateu o pé a clubes com orçamentos bem superiores - a verdade é que temos limitações económico-financeiras e os tempos não estão nada de feição a grandes aventureirismos.

Terminámos a última época num brioso sétimo lugar, mas...

1. o plantel sobreu bastantes alterações;
2. temos muitos jovens a darem os primeiros passos num futebol mais exigente e competitivo;
3. o treinador é novo, necessitando de alicerçar os seus métodos e de os transmitir à equipa.
4. a massa associativa carece de maior mobilização.

Por tudo isto, e porque não creio que seja avisado 'dar um passo maior do que perna', prefiro ouvir um discurso de grande realismo para o imediato, mas não perdendo de vista que a médio e longo-prazo será incontornável - uma vez cimentada a nossa presença na primeira liga - que este maravilhoso emblema, esta massa associativa e adepta e a enorme História desta Instituição merecerão, e deverão exigir, algo mais.

Para já, aconselha o bom-senso que se vá construindo um caminho sólido, fundado na aposta em jovens valores oriundos da formação cirurgicamente lançados num plantel mesclado com futebolistas experientes, sob a batuta de técnicos competentes e sérios, apoiados por figuras de referência do clube, como por exemplo Pedro Roma.

Não nos esqueçamos que 'quanto maior é a subida, maior é a queda', sobretudo quando esse trajecto é feito sem a devida solidez.


Nuno A.

Etiquetas:

EM FORÇA PARA A OPERAÇÃO 'BRAGA'


O médio brasileiro Paulo Sérgio continua a recuperar da lesão, sendo, por isso, o único elemento do plantel da Académica que não esteve às ordens do treinador Rogério Gonçalves, que prepara a próxima partida com o Sp. Braga.

Mesmo o avançado Miguel Pedro, que sofreu um toque no nariz na última partida frente ao Rio Ave, esteve a treinar sem limitações.

Rogério Gonçalves dividiu os atletas à sua disposição em dois grupos. Um com os elementos mais utilizados, que realizaram um treino mais leve e o outro com os restantes jogadores, que cumpriram um treino por completo.

Nota de destaque ainda para a cedência do marfinense Amessan ao Tourizense, clube satélite dos «estudantes», durante as próximas semanas, onde irá jogar com mais regularidade.


Nuno A.

Etiquetas:

GARCÉS RUMA PARA AS ARÁBIAS



O avançado Garcés vai alinhar no Al-Ettifaq (Emirados Árabes Unidos). O jogador, de 28 anos, é cedido, com opção de compra no final da época.

A transferência é o desfecho desejado, de forma a recuperar o investimento feito aquando da contratação ao CSKA Sofia, em 2008.

Entretanto, Rogério Gonçalves já sabe que vai poder contar com Paulo Sérgio e Miguel Pedro, recuperados de mazelas, para a estreia na Liga, ante o Sp. Braga.


Nuno A.

Etiquetas:

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A NOVELA 'PANAMIANA' CONTINUA...



A Académica começou esta segunda-feira a preparar a estreia na Liga, agendada para o próximo sábado à noite, em Braga.
Já sem o marfinense Amessan, que ficará pelos menos três semanas ao serviço do satélite Tourizense para poder ganhar mais ritmo competitivo, os estudantes receberam uma boa nova em relação a Paulo Sérgio.

O médio brasileiro, que sofreu um estiramento no joelho esquerdo durante o encontro com o Pampilhosa, já trabalhou sob as ordens do preparador-físico Miguel Rocha e deverá, em princípio, ser reintegrado nos trabalhos sem restrições esta terça-feira, precisamente uma semana depois de ter sofrido a mazela.

Também Miguel Pedro revelou significativas melhoras do traumatismo sofrido no nariz no último sábado, no Torneio de Espinho, e, por isso mesmo, cumpriu o treino na íntegra, sem quaisquer problemas.

Entretanto, o clube aguarda a confirmação do Al Ettifaq da conclusão do processo relativo ao empréstimo do avançado José Luis Garcés, que viajou, durante o fim-de-semana, para a Arábia Saudita. Trata-se de uma operação muito semelhante à de Paulo Sérgio, que foi cedido ao mesmo clube há um ano, com direito de opção de 350 mil euros, que os árabes acabaram por não poder exercer devido à recusa do jogador em permanecer no Médio Oriente.

Caso suceda o mesmo com o panamense, os responsáveis da Briosa mostram-se tranquilos na medida em que só o valor acordado pelo empréstimo (90 mil dólares no caso do médio brasileiro, montante muito semelhante ou presumivelmente superior em relação ao centro-americano em função da posição em campo e currículo), aliado à poupança de ordenados, permitirá compensar as somas dispendidas com a sua contratação ao CSKA de Sófia (cerca de 150 mil euros) e vencimentos durante a última época.

Garcés, recorde-se, tem contrato com a Académica até 2011.


Nuno A.

Etiquetas:

INDICAÇÕES POUCO POSITIVAS



O Rio Ave venceu hoje o Torneio Cidade de Espinho, ao derrotar a Académica e o Sporting de Espinho, por 1-0, em jogos com a duração de 45 minutos, disputados no Estádio Comendador Manuel Violas.

A Académica teve uma fraca prestação, dado que perdeu os dois jogos disputados: primeiro, frente ao Espinho, também por 1-0, com um golo de Bakero, aos 33 minutos, fruto de uma jogada individual do avançado espinhense. Depois, os "estudantes" voltaram a sofrer nova derrota, frente ao Rio ave, com um tento de Magno, aos 39 minutos.

No último encontro da tarde, o Rio Ave voltou a vencer, desta vez frente aos anfitriões, com um golo de Evandro, aos 12 minutos.


Nuno A.

Etiquetas:

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

ELE VEM... MAS PELOS VISTOS PARA IR!



José Luís Garcés embarcou, na terça-feira à noite, para Portugal, procurando resolver um conflito de longa data com a Académica.

O avançado panamiano diz que não viajou no domingo por problemas de última hora, mas descarta qualquer tipo de receio pela recepção em Coimbra.

«Não tenho nenhum medo, pois espero chegar a um acordo com a Académica. Existe uma possibilidade de seguir para outra equipa, mas nada de concreto, neste momento»,
explicou o avançado, à partida, em declarações à imprensa local.

O jogador vai mais longe.
«Vou viajar para ver o que acontece com a minha equipa, vou discutir a minha situação. Não tenho nada contra a minha equipa, não se passou nada e sei que vou encontrar uma solução»,
conclui Garcés.


Nuno A.

Etiquetas:

O CÉU É O LIMITE!

Assumo que Rogério Gonçalves dificilmente seria o meu eleito para timoneiro da nossa equipa de futebol (espero dar o braço a torcer, o que será um bom sinal), embora me pareça uma pessoa estimável e cordata; todos sabemos que os tempos são de crise e de aperto, e que a herança deixada por Domingos Paciência é relativamente pesada, mas sublinho que acima de convicções ou opiniões pessoais está o supremo interesse da nossa Instituição, pelo que uma vez mais - em pleno arranque de época - faço aqui o meu voto de fé de que vamos ter a competência e a sagacidade para realizar uma grande temporada e que no final da mesma a Briosa sairá dignificada.

Sete jogos até agora realizados, quatro triunfos, um empate e duas derrotas, permitem fazer o balanço que quisermos, no entanto não me parece mau de todo e dá-nos o tal alento para encararmos com relativo optimismo os meses que aí vêm!

Apesar do céu ser o limite, convém ter os pés bem assentes, no entanto permitam-me a veleidade de pedir a estes bravos rapazes que vão defender as nossas cores em 2009/2010 um lugar entre os 8 primeiros da Liga Sagres e uma presença na final do Jamor. Não é pedir muito, pois não?

Guarda-Redes
Rui Nereu
Ricardo
Barroca


Defesas
Amoreirinha
Luiz Nunes
Markus Berger
Orlando
Pedrinho
Emidio Rafael
Pedro Costa
Hélder Cabral

Médios
Flávio Ferreira
Paulo Sérgio
Miguel Pedro
Miguel Fidalgo
Cris
André Fontes
Jonathan Bru
Bruno Amaro

Avançados
Traquina
Lito
Licá
Sougou
Éder
Vouho
William Tiero
José Garcés


Vamos a isto, Briosa!!!!!!!!!!!!!!


Nuno A.

Etiquetas: