SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

sábado, 23 de outubro de 2010

E À OITAVA JORNADA...

... A BRIOSA ESTÁ A CINCO PONTOS DO LÍDER, TENDO AINDA O MELHOR ATAQUE DA LIGA!



Académica-Nacional, 2-1

Estádio Cidade de Coimbra

Árbitro: Paulo Baptista, de Portalegre

ACADÉMICA

Peiser; Pedro Costa, Berger, Orlando e Hélder Cabral; Nuno Coelho; Diogo Melo e Hugo Morais; Sougou (Laionel), Miguel Fidalgo (Éder) e Diogo Valente (Bischoff).

Suplentes não utilizados: Ricardo, Amoreirinha, Diogo Gomes e Paraíba.

NACIONAL

Bracalli; Claudemir, Filipe Lopes, Danielson e Stojanovic; Luiz Alberto; Bruno Amaro e Skolnik; Edgar Costa, Orlando Sá e Mateus.

Suplentes: Elisson, Tomasevic, Rene Mihelic, Ivan Todorovic, João Aurélio, Juninho e Pecnik.

Golos: Miguel Fidalgo, Berger e Danielson





Jorge Costa: «Acima de tudo, estou feliz e orgulhoso. Sem termos sido brilhantes, fomos bons em termos de organização. Durante grande parte do jogo, os jogadores fizeram o que lhe foi pedido. Conseguimos somar mais três pontos, neste momento temos 14, o que é significativo, e isso vai-nos dando cada vez mais margem de manobra e desinibindo para praticar melhor futebol.

[Sobre o facto da Académica ter o melhor ataque] É bom, é sinal de que as coisas estão a correr bem. Temos marcado em todos os jogos. Tem a ver com as características dos nossos jogadores e a forma como jogamos.

[Expulsão de Nuno Coelho] É um lance agressivo e tenho de ver as imagens, mas no campo não me pareceu ser passível de cartão vermelho. Fico triste porque tivemos de sofrer mais e porque perdemos um jogador para o próximo jogo. É um jogador que aprecio muito, que é fundamental na equipa, mas temos gente com capacidade para dar o seu contributo.

[Com 14 pontos, metade da manutenção está alcançada] Era importante, nesta fase inicial, somar o máximo de pontos possível. Sabemos que sábado vamos ter jogo de grau de dificuldade muito elevado [com o F.C. Porto] mas vamos começar a pensar nele agora. Sonhar não faz mal, enquanto pudermos andar nestes lugares, vamos andar, sabendo que não é fácil termos de lutar com equipas de orçamentos muito superiores. Mas os jogos ganham-se no campo, com trabalho, dedicação e é isso que temos feito.»


Nuno A.

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home