SEMPRE BRIOSA

Briosa... se jogasses no céu, morreria só para te ver jogar!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

SIMÕES CONTINUA E FUTEBOL MEXE

MAIS FUTEBOL:

José Eduardo Simões voltou a vencer as eleições para a presidência da Académica e prepara-se, desta forma, para assumir o terceiro mandato consecutivo à frente dos destinos da Briosa, acrescentando outros três anos aos mais de seis que já leva à frente do clube.

Pela segunda vez (a anterior havia sido em 2004), o dirigente derrotou Maló de Abreu nas urnas embora desta feita a vantagem tenha sido um pouco maior - 1054 votos contra 735 do opositor, traduzidos em 57 por cento contra 40. O número total de votantes foi de 1849, num universo de 3 444 sócios.

A 17 de Dezembro de 2004, José Eduardo Simões obtivera o primeiro mandato com 57 por cento contra 41, com participação de 2332 sócios, pelo que o actual presidente recolheu 1329 votos, enquanto Maló se ficou pelos 956.

Já no último acto eleitoral antes do desta terça-feira, em Abril de 2008, o dirigente ganhara com menos à vontade, dessa vez diante de João Francisco Campos, com 937 votos contra 716 numas eleições com 1734 votantes. Em percentagem, somou 54 por cento contra 41 do adversário.

João Real e Rui Miguel como primeiros reforços

Arrumada a questão das eleições, o clube pode agora virar-se em definitivo para a preparação da próxima época. O anúncio do novo treinador deverá ocorrer já esta quarta-feira. Pedro Emanuel e Michel Van der Gaag estão na corrida e um deles será, seguramente, o sucessor de Ulisses Morais.

Também já há jogadores assegurados, casos do ex-Naval João Real e de Rui Miguel (ex-Kilmarnock), ambos comprometidos para as próximas três épocas, enquanto outros estão ainda em negociações, como Pereirinha, Adrien (Sporting) ou Marinho (ex-Naval), todos com boas perspectivas de virem a representar o emblema de Coimbra.

Em termos de renovações, já depois das saídas de Pedrinho (Lorient), Sougou (Cluj), Pedro Costa, Amoreirinha, Barroca, Nuno Coelho e Júnior Paraíba, os responsáveis do clube tentam segurar Bischoff e Miguel Fidalgo (este último muito dificilmente ficará), além de terem manifestado vontade de renovar os empréstimos de Addy, Laionel e Diogo Valente.

Nuno A.

Etiquetas:

0 comentários:

Enviar um comentário

<< Home